Receitas tradicionais

Justin's lança novos petiscos com manteiga de amendoim e chips de banana

Justin's lança novos petiscos com manteiga de amendoim e chips de banana

Uma combinação de sabores clássicos com um toque móvel

O pacote de lanche da manteiga de amendoim e banana do Justin está disponível em dois sabores e já está nas lojas Target.

Você nunca viu manteiga de amendoim e banana assim antes.

Hoje, Justin's estende seu Produto Snack Pack alinhar com Manteiga de amendoim Justin e pacotes de salgadinhos de banana, "A primeira combinação de frutas não perecíveis e manteiga de nozes" do mundo, de acordo com um comunicado.

Os Snack Packs de Manteiga de Amendoim e Batata Frita de Banana vêm em dois sabores, Manteiga de Amendoim Clássica + Batata Frita e Manteiga de Amendoim com Mel + Batata Frita. Um lado é recheado com manteiga de amendoim do Justin e os chips de banana são orgânicos.

“Depois de um lançamento bem-sucedido do Snack Pack no verão passado, sabíamos que essa linha de lanches convenientemente nutritivos tinha potencial de crescimento”, disse Justin Gold, fundador da Justin's. “Manteiga de amendoim e bananas são a combinação perfeita. Quando percebemos que não havia nada igual no mercado, ficamos loucos (literalmente) e fizemos acontecer! ”

Os pacotes de lanches são sem glúten, contêm de cinco a seis gramas de proteína, três gramas de fibra e mais de 200 miligramas de potássio, todos com 200–210 calorias por porção.

Os lanches fazem parte da coleção Made to Matter da Target, “que reúne 20 marcas voltadas para o propósito de tornar os produtos naturais, orgânicos e sustentáveis ​​mais acessíveis para os consumidores”. Eles são feitos sem produtos químicos, aditivos, aromatizantes artificiais ou conservantes, e a embalagem é reciclável.

Procurando por mais inspiração para um lanche? Aqui estão 11 salgadinhos para mantê-lo satisfeito.


O que aconteceu quando me preparei para um lanche todos os dias durante uma semana

Nunca fui excelente na preparação de refeições. Claro, eu sei que isso me ajudaria a comer mais saudável * e * a economizar dinheiro (olhando para você, salada Sweetgreen de US $ 13!). Almoço à parte, simplesmente não tendo nada saudável na hora de comer durante o dia significa que muitas vezes eu caio em uma crise de fome no meio da manhã ou no meio da tarde. (E com toda a honestidade, eu estava começando a criar o hábito do suprimento infinito de M & ampMs na cozinha do escritório, uma vantagem maravilhosa, mas perigosa, do meu novo prédio de escritórios.)

A resposta, percebi, era preparar o lanche. Isso envolve muito menos esforço do que a preparação completa da refeição, pensei, (corte mínimo ou cozimento real), então eu poderia me comprometer totalmente a preparar um lanche diferente para cada dia da semana. Eu tentei e descobri que era a solução perfeita para minhas freqüentes quedas de energia e, no geral, eu era muito mais produtivo. Quem sabia? (Relacionado: 3 Receitas de Lanches Saudáveis ​​do Livro de Receitas de Jen Widerstrom & aposs)

Veja como me saí preparando lanches saudáveis ​​(e realmente saborosos) por uma semana inteira.

Dia 1: Mirtilos congelados mergulhados em iogurte grego

Alguns anos atrás, eu vi um hack criativo de mirtilo que ficou comigo: mergulhe as frutas perfuradas com um palito de dente em um recipiente de iogurte grego desnatado, coloque-as em uma assadeira e congele por uma hora. Bastante fácil. Embora o resultado final não tenha sido exatamente digno do Insta, eles tinham um gosto ótimo, e foi um lanche refrescante no meio da manhã em uma segunda-feira no meio de uma onda de calor. (Meus colegas de trabalho ficaram definitivamente impressionados.) Bônus: Foi demonstrado que os antioxidantes dos mirtilos ajudam a combater o câncer, retardar o declínio cognitivo e reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Eu sabia que estava fazendo algo bom para mim, mesmo que eu dormisse durante o meu treino naquela manhã.

Dia 2: Barra de Proteína de Chocolate com Manteiga de Amendoim

Eu costumo comer & quot almoçar & quot bem tarde (como quando algumas pessoas estão indo para casa no dia), mas neste dia, eu comi na hora humana normal do meio-dia. Isso significava que era às 15 horas. rolou, eu estava sentindo fome novamente. Já que eu tinha uma aula difícil de treinamento agendada para aquela noite, uma barra de proteína parecia o lanche pré-treino perfeito para ter certeza de que eu estava abastecido e pronto para ir. A barra de chocolate com manteiga de amendoim Protein One tem 10 gramas de proteína e satisfez meu desejo por doces, apesar de ter apenas 1 grama de açúcar, então não fiquei tentado a pegar o distribuidor M & ampM - mais a barra inteira tinha apenas 90 calorias. Desde então, comecei a carregá-los na minha bolsa, então sempre tenho uma opção com alto teor de proteína e baixo teor de açúcar quando estou viajando.

Dia 3: Batatas fritas e manteiga de amendoim com mel

No dia seguinte de minha jornada para comer lanches, decidi cortar uma maçã, colher um pouco de manteiga de amêndoa Justin & aposs e encerrar o dia. Mas então, minha busca por lanches deliciosos e fáceis no supermercado chamou minha atenção para os pacotes de manteiga de amendoim com mel e banana de Justin & aposs. Os chips de banana orgânica eram muito mais fáceis de comer em viagem do que uma banana fresca e um pote de manteiga de amendoim (não exatamente adequados para o metrô) e têm 5 gramas de proteína. Este acabou sendo um lanche satisfatório de fim de manhã que me segurou até a hora do almoço.

Dia 4: Chips de Couve Caseiros

Ok, então este aqui * envolvia * cortar e usar meu forno, mas era tão simples que abri uma exceção. Tudo o que fiz para preparar este foi retirar os caules de um punhado de folhas de couve, jogar as folhas em uma assadeira com um fio de azeite e um pouco de sal e cozinhá-las por 10 minutos. A combinação crocante e salgada era o lanche perfeito e um substituto mais saudável para batatas fritas gordurosas, que eu sabia polir em velocidade recorde. Bônus: minha preparação economizou uma tonelada de dinheiro, já que um saco de chips de couve em movimento pode facilmente custar $ 6. (Aqui está uma versão um pouco mais aventureira da receita básica que usei, se você estiver curioso.)

Dia 5: molho de feijão branco e batatas fritas

Em vez do meu homus habitual, decidi experimentar algo diferente: um molho de feijão branco com espinafre e alho assado. Eu "preparei" isso e chips pita em um Tupperware do tamanho de um lanche com dois compartimentos e fiz um lanche fácil e saboroso que era delicioso e farto (contém 2 gramas de proteína por porção). Já que o controle da porção pode ser uma de minhas quedas na alimentação saudável, eu estava feliz por não ter a banheira inteira na minha frente - eu poderia facilmente ter acabado com ela.

Dia 6: Faça Você Mesmo Chocolate Pipoca Trail Mix

Com um pouco mais de tempo disponível no fim de semana, decidi fazer meu próprio mix de trilhas após reler este Forma história escrita por uma nutricionista cantando os louvores do snack & aposs. Embora existam inúmeras variações DIY, decidi ir com uma versão contendo pipoca, que provavelmente é o meu lanche favorito de todos os tempos (prova: eu realmente fui ao cinema para trazer um pouco para casa para comer no meu sofá). A pipoca também é um lanche surpreendentemente rico em fibras, baixa caloria e rico em antioxidantes que é totalmente aprovado por RD (quando não é mergulhado em manteiga, é claro). Para minha própria mistura de trilha, segui esta receita vagamente. Mas, para tornar as coisas um pouco mais fáceis, usei como base um saquinho pré-estourado de pipoca sem ingredientes artificiais e cerca de 40 calorias por xícara. Em seguida, acrescentei gotas de chocolate amargo, coco ralado e amêndoas cruas. Como você provavelmente pode imaginar, foi a mistura perfeita de salgado e doce para minha farra de sábado à noite no Netflix.

Dia 7: Iogurte com Figos Secos e Nozes

Embora meu experimento com mirtilo tenha sido divertido, admito que fiquei preguiçoso no último dia. Então, decidi pegar um lanche embalado para jogar na minha bolsa para eliminar a preparação e o recipiente bagunçado e me segurar até o brunch. Fui com um iogurte de mel islandês com figos secos e nozes - o último dos quais é o alimento número um para melhorar o seu humor, por isso foi o lanche perfeito para lutar contra o Sunday Scares. Apesar de ter baixo teor de açúcar, o iogurte entregou seriamente o sabor e parecia uma guloseima bem balanceada.

Meu Snack-Prep Takeaway

Não tenho certeza se foram as nozes ou sete dias realmente tendo tempo para me alimentar com alguns lanches nutritivos em vez de M & ampMs, mas senti meu humor melhorar seriamente. A chave para mim? Lanches intencionais - em vez de mastigar sem pensar o que quer que eu pudesse colocar em minhas mãos no escritório - mantinham minhas porções sob controle e me davam algo pelo qual ansiar a cada dia. Embora eu não ache que algum dia serei um preparador de refeições, descobri que preparar lanches é totalmente minha.


O que aconteceu quando me preparei para um lanche todos os dias durante uma semana

Nunca fui excelente na preparação de refeições. Claro, eu sei que isso me ajudaria a comer mais saudável * e * a economizar dinheiro (olhando para você, salada Sweetgreen de US $ 13!). Almoço à parte, simplesmente não tendo nada saudável na hora de comer durante o dia significa que muitas vezes eu caio em uma crise de fome no meio da manhã ou no meio da tarde. (E com toda a honestidade, eu estava começando a criar o hábito do suprimento infinito de M & ampMs na cozinha do escritório, uma vantagem maravilhosa, mas perigosa, do meu novo prédio de escritórios.)

A resposta, percebi, era preparar o lanche. Isso envolve muito menos esforço do que a preparação completa da refeição, pensei, (corte mínimo ou cozimento real), então eu poderia me comprometer totalmente a preparar um lanche diferente para cada dia da semana. Eu tentei e descobri que era a solução perfeita para minhas freqüentes quedas de energia e, no geral, eu era muito mais produtivo. Quem sabia? (Relacionado: 3 receitas de lanches saudáveis ​​do livro de receitas de Jen Widerstrom & aposs)

Veja como me saí preparando lanches saudáveis ​​(e realmente saborosos) por uma semana inteira.

Dia 1: Mirtilos congelados mergulhados em iogurte grego

Alguns anos atrás, eu vi um hack criativo de mirtilo que ficou comigo: mergulhe as frutas perfuradas com um palito de dente em um recipiente de iogurte grego desnatado, coloque-as em uma assadeira e congele por uma hora. Bastante fácil. Embora o resultado final não tenha sido exatamente digno do Insta, eles tinham um gosto ótimo, e foi um lanche refrescante no meio da manhã em uma segunda-feira no meio de uma onda de calor. (Meus colegas de trabalho ficaram definitivamente impressionados.) Bônus: Foi demonstrado que os antioxidantes dos mirtilos ajudam a combater o câncer, retardar o declínio cognitivo e reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Eu sabia que estava fazendo algo bom para mim, mesmo que eu dormisse durante o meu treino naquela manhã.

Dia 2: Barra de Proteína de Chocolate com Manteiga de Amendoim

Eu tendo a comer & quotlunch & quot bem tarde (como quando algumas pessoas estão indo para casa no dia), mas neste dia, eu comi na hora humana normal do meio-dia. Isso significava que era às 15 horas. rolou, eu estava sentindo fome novamente. Já que eu tinha uma aula difícil de treinamento agendada para aquela noite, uma barra de proteína parecia o lanche pré-treino perfeito para ter certeza de que eu estava abastecido e pronto para ir. A barra de chocolate com manteiga de amendoim Protein One tem 10 gramas de proteína e satisfez minha guloseima apesar de ter apenas 1 grama de açúcar, então não fiquei tentado a pegar o distribuidor M & ampM - mais a barra inteira tinha apenas 90 calorias. Desde então, comecei a carregá-los na minha bolsa, então sempre tenho uma opção com alto teor de proteína e baixo teor de açúcar quando estou viajando.

Dia 3: Batatas fritas e manteiga de amendoim com mel

No dia seguinte de minha jornada para comer lanches, decidi cortar uma maçã, colher um pouco de manteiga de amêndoa Justin & aposs e encerrar o dia. Mas então, minha busca por lanches deliciosos e fáceis no supermercado chamou minha atenção para os pacotes de manteiga de amendoim com mel e banana de Justin & aposs. Os chips de banana orgânica eram muito mais fáceis de comer em viagem do que uma banana fresca e um pote de manteiga de amendoim (não exatamente adequados para o metrô) e têm 5 gramas de proteína. Este acabou sendo um lanche satisfatório de fim de manhã que me segurou até a hora do almoço.

Dia 4: Chips de Couve Caseiros

Ok, então este aqui * envolvia * cortar e usar meu forno, mas era tão simples que abri uma exceção. Tudo o que fiz para preparar este foi retirar os caules de um punhado de folhas de couve, jogar as folhas em uma assadeira com um fiozinho de azeite e um pouco de sal e cozinhá-las por 10 minutos. A combinação crocante e salgada era o lanche perfeito e um substituto mais saudável para batatas fritas gordurosas, que eu sou conhecido por polir em velocidade recorde. Bônus: minha preparação economizou uma tonelada de dinheiro, já que um saco de chips de couve em movimento pode facilmente custar $ 6. (Aqui está uma versão um pouco mais aventureira da receita básica que usei, se você estiver curioso.)

Dia 5: molho de feijão branco e batatas fritas

Em vez do meu homus habitual, decidi experimentar algo diferente: um molho de feijão branco com espinafre e alho assado. Eu "preparei" isso e chips pita em um Tupperware do tamanho de um lanche com dois compartimentos e fiz um lanche fácil e saboroso que era delicioso e farto (contém 2 gramas de proteína por porção). Já que o controle da porção pode ser uma de minhas quedas na alimentação saudável, eu estava feliz por não ter a banheira inteira na minha frente - eu poderia facilmente ter acabado com ela.

Dia 6: Faça Você Mesmo Chocolate Pipoca Trail Mix

Com um pouco mais de tempo disponível no fim de semana, decidi fazer meu próprio mix de trilhas após reler este Forma história escrita por uma nutricionista cantando os louvores do snack & aposs. Embora existam inúmeras variações DIY, decidi ir com uma versão contendo pipoca, que provavelmente é o meu lanche favorito de todos os tempos (prova: eu realmente fui ao cinema para trazer um pouco para casa para comer no meu sofá). A pipoca também é um lanche surpreendentemente rico em fibras, baixa caloria e rico em antioxidantes que é totalmente aprovado por RD (quando não é mergulhado em manteiga, é claro). Para minha própria mistura de trilha, segui esta receita vagamente. Mas para tornar as coisas um pouco mais fáceis, usei como base um saquinho pré-estourado de pipoca sem ingredientes artificiais e cerca de 40 calorias por xícara. Em seguida, acrescentei gotas de chocolate amargo, coco ralado e amêndoas cruas. Como você provavelmente pode imaginar, foi a mistura perfeita de salgado e doce para minha farra de sábado à noite no Netflix.

Dia 7: Iogurte com Figos Secos e Nozes

Embora meu experimento com mirtilo tenha sido divertido, admito que fiquei preguiçoso no último dia. Então, decidi pegar um lanche embalado para jogar na minha bolsa para eliminar a preparação e o recipiente bagunçado e me segurar até o brunch. Fui com um iogurte de mel islandês com figos secos e nozes - o último dos quais é o alimento número um para melhorar o seu humor, por isso foi o lanche perfeito para lutar contra o Sunday Scares. Apesar de ter baixo teor de açúcar, o iogurte entregou seriamente no sabor e parecia uma guloseima bem balanceada.

Meu Snack-Prep Takeaway

Não tenho certeza se foram as nozes ou sete dias realmente tendo tempo para me alimentar com alguns lanches nutritivos em vez de M & ampMs, mas senti meu humor melhorar seriamente. A chave para mim? Lanches intencionais - ao invés de mastigar sem pensar em qualquer coisa que eu pudesse colocar em minhas mãos no escritório - mantinham minhas porções sob controle e me davam algo pelo qual ansiar a cada dia. Embora eu não ache que algum dia serei um preparador de refeições, no fim das contas preparar um lanche é totalmente minha.


O que aconteceu quando me preparei para um lanche todos os dias durante uma semana

Nunca fui excelente na preparação de refeições. Claro, eu sei que isso me ajudaria a comer mais saudável * e * economizar dinheiro (olhando para você, salada Sweetgreen de US $ 13!). Almoço à parte, simplesmente não tendo nada saudável na hora de comer durante o dia significa que muitas vezes eu caio em uma crise de fome no meio da manhã ou no meio da tarde. (E com toda a honestidade, eu estava começando a criar o hábito do suprimento infinito de M & ampMs na cozinha do escritório, uma vantagem maravilhosa, mas perigosa, do meu novo prédio de escritórios.)

A resposta, percebi, era preparar o lanche. Isso envolve muito menos esforço do que a preparação completa da refeição, pensei, (corte mínimo ou cozimento real), então eu poderia me comprometer totalmente a preparar um lanche diferente para cada dia da semana. Eu tentei e descobri que era a solução perfeita para minhas freqüentes quedas de energia e, no geral, eu era muito mais produtivo. Quem sabia? (Relacionado: 3 Receitas de Lanches Saudáveis ​​do Livro de Receitas de Jen Widerstrom & aposs)

Veja como me saí preparando lanches saudáveis ​​(e realmente saborosos) por uma semana inteira.

Dia 1: Mirtilos congelados mergulhados em iogurte grego

Alguns anos atrás, eu vi um hack criativo de mirtilo que ficou comigo: mergulhe as frutas perfuradas com um palito de dente em um recipiente de iogurte grego desnatado, coloque-as em uma assadeira e congele por uma hora. Bastante fácil. Embora o resultado final não tenha sido exatamente digno do Insta, eles tinham um gosto ótimo, e foi um lanche refrescante no meio da manhã em uma segunda-feira no meio de uma onda de calor. (Meus colegas de trabalho ficaram definitivamente impressionados.) Bônus: Os antioxidantes dos mirtilos demonstraram ajudar a combater o câncer, retardar o declínio cognitivo e reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Eu sabia que estava fazendo algo bom para mim, mesmo que eu dormisse durante o meu treino naquela manhã.

Dia 2: Barra de Proteína de Chocolate com Manteiga de Amendoim

Eu costumo comer & quot almoçar & quot bem tarde (como quando algumas pessoas estão indo para casa no dia), mas neste dia, eu comi na hora humana normal do meio-dia. Isso significava que era às 15 horas. rolou, eu estava sentindo fome novamente. Como eu tinha uma aula difícil de treinamento reservada para aquela noite, uma barra de proteína parecia o lanche pré-treino perfeito para ter certeza de que estava abastecido e pronto para ir. A barra de chocolate com manteiga de amendoim Protein One tem 10 gramas de proteína e satisfez minha guloseima apesar de ter apenas 1 grama de açúcar, então não fiquei tentado a pegar o distribuidor M & ampM - mais a barra inteira tinha apenas 90 calorias. Desde então, comecei a carregá-los na minha bolsa, então sempre tenho uma opção com alto teor de proteína e baixo teor de açúcar quando estou viajando.

Dia 3: Batatas fritas e manteiga de amendoim com mel

No dia seguinte de minha jornada para comer lanches, decidi cortar uma maçã, colher um pouco de manteiga de amêndoa Justin & aposs e encerrar o dia. Mas então, minha busca por lanches deliciosos e fáceis no supermercado chamou minha atenção para os pacotes de manteiga de amendoim com mel e banana de Justin & aposs. Os chips de banana orgânica eram muito mais fáceis de comer em viagem do que uma banana fresca e um pote de manteiga de amendoim (não exatamente adequados para o metrô) e eles têm 5 gramas de proteína. Este acabou sendo um lanche satisfatório de fim de manhã que me segurou até a hora do almoço.

Dia 4: Chips de Couve Caseiros

Ok, então este aqui * envolvia * cortar e usar meu forno, mas era tão simples que abri uma exceção. Tudo o que fiz para preparar este foi retirar os caules de um punhado de folhas de couve, jogar as folhas em uma assadeira com um fiozinho de azeite e um pouco de sal e cozinhá-las por 10 minutos. A combinação crocante e salgada era o lanche perfeito e um substituto mais saudável para batatas fritas gordurosas, que eu sabia polir em velocidade recorde. Bônus: minha preparação economizou uma tonelada de dinheiro, já que um saco de chips de couve em movimento pode facilmente custar $ 6. (Aqui está uma versão um pouco mais aventureira da receita básica que usei, se você estiver curioso.)

Dia 5: molho de feijão branco e batatas fritas

Em vez do meu homus habitual, decidi experimentar algo diferente: um molho de feijão branco com espinafre e alho assado. Eu "preparei" isso e chips pita em um Tupperware do tamanho de um lanche com dois compartimentos e fiz um lanche fácil e saboroso que era delicioso e farto (contém 2 gramas de proteína por porção). Já que o controle da porção pode ser uma de minhas quedas na alimentação saudável, eu estava feliz por não ter a banheira inteira na minha frente - eu poderia facilmente ter acabado com ela.

Dia 6: Faça Você Mesmo Chocolate Pipoca Trail Mix

Com um pouco mais de tempo disponível no fim de semana, decidi fazer meu próprio mix de trilhas após reler este Forma história escrita por uma nutricionista cantando os louvores do snack & aposs. Embora existam inúmeras variações DIY, decidi ir com uma versão contendo pipoca, que provavelmente é o meu lanche favorito de todos os tempos (prova: eu realmente fui ao cinema para trazer um pouco para casa para comer no meu sofá). A pipoca também é um lanche surpreendentemente rico em fibras, baixa caloria e rico em antioxidantes que é totalmente aprovado por RD (quando não é mergulhado em manteiga, é claro). Para minha própria mistura de trilha, segui esta receita vagamente. Mas para tornar as coisas um pouco mais fáceis, usei como base um saquinho pré-estourado de pipoca sem ingredientes artificiais e cerca de 40 calorias por xícara. Em seguida, acrescentei gotas de chocolate amargo, coco ralado e amêndoas cruas. Como você provavelmente pode imaginar, foi a mistura perfeita de salgado e doce para minha farra de sábado à noite no Netflix.

Dia 7: Iogurte com Figos Secos e Nozes

Embora meu experimento com mirtilo tenha sido divertido, admito que fiquei preguiçoso no último dia. Então decidi pegar um lanche embalado para jogar na minha bolsa para eliminar a preparação e o recipiente bagunçado e me segurar até o brunch. Fui com um iogurte de mel islandês com figos secos e nozes - o último dos quais é o alimento número um para melhorar o seu humor, por isso foi o lanche perfeito para lutar contra o Sunday Scares. Apesar de ter baixo teor de açúcar, o iogurte entregou seriamente o sabor e parecia uma guloseima bem balanceada.

Meu Snack-Prep Takeaway

Não tenho certeza se foram as nozes ou sete dias realmente dedicando um tempo para me alimentar com alguns lanches nutritivos em vez de M & ampMs, mas senti meu humor melhorar seriamente. A chave para mim? Lanches intencionais - ao invés de mastigar sem pensar em qualquer coisa que eu pudesse colocar em minhas mãos no escritório - mantinham minhas porções sob controle e me davam algo pelo qual ansiar a cada dia. Embora eu não ache que algum dia serei um preparador de refeições, descobri que preparar lanches é totalmente minha.


O que aconteceu quando me preparei para um lanche todos os dias durante uma semana

Nunca fui excelente na preparação de refeições. Claro, eu sei que isso me ajudaria a comer mais saudável * e * economizar dinheiro (olhando para você, salada Sweetgreen de US $ 13!). Almoço à parte, simplesmente não tendo nada saudável na hora de comer durante o dia significa que muitas vezes eu caio em uma crise de fome no meio da manhã ou no meio da tarde. (E com toda a honestidade, eu estava começando a criar o hábito do suprimento infinito de M & ampMs na cozinha do escritório, uma vantagem maravilhosa, mas perigosa, do meu novo prédio de escritórios.)

A resposta, percebi, era preparar o lanche. Isso envolve muito menos esforço do que a preparação completa da refeição, pensei, (corte mínimo ou cozimento real), então eu poderia me comprometer totalmente a preparar um lanche diferente para cada dia da semana. Eu tentei e descobri que era a solução perfeita para minhas freqüentes quedas de energia e, no geral, eu era muito mais produtivo. Quem sabia? (Relacionado: 3 receitas de lanches saudáveis ​​do livro de receitas de Jen Widerstrom & aposs)

Veja como me saí preparando lanches saudáveis ​​(e realmente saborosos) por uma semana inteira.

Dia 1: Mirtilos congelados mergulhados em iogurte grego

Alguns anos atrás, eu vi um hack criativo de mirtilo que ficou comigo: mergulhe as frutas perfuradas com um palito de dente em um recipiente de iogurte grego desnatado, coloque-as em uma assadeira e congele por uma hora. Bastante fácil. Embora o resultado final não tenha sido exatamente digno do Insta, eles tinham um gosto ótimo, e foi um lanche refrescante no meio da manhã em uma segunda-feira no meio de uma onda de calor. (Meus colegas de trabalho ficaram definitivamente impressionados.) Bônus: Os antioxidantes dos mirtilos demonstraram ajudar a combater o câncer, retardar o declínio cognitivo e reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Eu sabia que estava fazendo algo bom para mim, mesmo que eu dormisse durante o meu treino naquela manhã.

Dia 2: Barra de Proteína de Chocolate com Manteiga de Amendoim

Eu costumo comer & quotlunch & quot bem tarde (como quando algumas pessoas estão indo para casa no dia), mas neste dia, eu comi na hora humana normal do meio-dia. Isso significava que era às 15 horas. rolou, eu estava sentindo fome novamente. Como eu tinha uma aula difícil de treinamento para aquela noite, uma barra de proteína parecia o lanche pré-treino perfeito para ter certeza de que estava abastecido e pronto para ir. A barra de chocolate com manteiga de amendoim Protein One tem 10 gramas de proteína e satisfez minha guloseima apesar de ter apenas 1 grama de açúcar, então não fiquei tentado a pegar o distribuidor M & ampM - mais a barra inteira tinha apenas 90 calorias. Desde então, comecei a carregá-los na minha bolsa, então sempre tenho uma opção com alto teor de proteína e baixo teor de açúcar quando estou viajando.

Dia 3: Batatas fritas e manteiga de amendoim com mel

No dia seguinte de minha jornada para comer lanches, decidi cortar uma maçã, colher um pouco de manteiga de amêndoa Justin & aposs e encerrar o dia. Mas então, minha busca por lanches deliciosos e fáceis no supermercado chamou minha atenção para os pacotes de manteiga de amendoim com mel e banana de Justin & aposs. Os chips de banana orgânica eram muito mais fáceis de comer em viagem do que uma banana fresca e um pote de manteiga de amendoim (não exatamente adequados para o metrô) e eles têm 5 gramas de proteína. Este acabou sendo um lanche satisfatório de fim de manhã que me segurou até a hora do almoço.

Dia 4: Chips de Couve Caseiros

Ok, então este aqui * envolvia * cortar e usar meu forno, mas era tão simples que abri uma exceção. Tudo o que fiz para preparar este foi retirar os caules de um punhado de folhas de couve, jogar as folhas em uma assadeira com um fio de azeite e um pouco de sal e cozinhá-las por 10 minutos. A combinação crocante e salgada era o lanche perfeito e um substituto mais saudável para batatas fritas gordurosas, que eu sou conhecido por polir em velocidade recorde. Bônus: minha preparação economizou uma tonelada de dinheiro, já que um saco de chips de couve em qualquer lugar pode facilmente custar $ 6. (Aqui está uma versão um pouco mais aventureira da receita básica que usei, se você estiver curioso.)

Dia 5: molho de feijão branco e batatas fritas

Em vez do meu homus habitual, decidi experimentar algo diferente: um molho de feijão branco com espinafre e alho assado. Eu "preparei" isso e chips pita em um Tupperware do tamanho de um lanche com dois compartimentos e fiz um lanche fácil e saboroso que era delicioso e farto (contém 2 gramas de proteína por porção). Já que o controle da porção pode ser uma de minhas quedas na alimentação saudável, eu estava feliz por não ter a banheira inteira na minha frente - eu poderia facilmente ter acabado com ela.

Dia 6: Faça Você Mesmo Chocolate Pipoca Trail Mix

Com um pouco mais de tempo disponível no fim de semana, decidi fazer meu próprio mix de trilhas após reler este Forma história escrita por uma nutricionista cantando os louvores do snack & aposs. Embora existam inúmeras variações DIY, decidi ir com uma versão contendo pipoca, que provavelmente é o meu lanche favorito de todos os tempos (prova: eu realmente fui ao cinema para trazer um pouco para casa para comer no meu sofá). A pipoca também é um lanche surpreendentemente rico em fibras, baixa caloria e rico em antioxidantes que é totalmente aprovado por RD (quando não é mergulhado em manteiga, é claro). Para minha própria mistura de trilha, segui esta receita vagamente. Mas para tornar as coisas um pouco mais fáceis, usei como base um saquinho pré-estourado de pipoca sem ingredientes artificiais e cerca de 40 calorias por xícara. Em seguida, acrescentei gotas de chocolate amargo, coco ralado e amêndoas cruas. Como você provavelmente pode imaginar, foi a mistura perfeita de salgado e doce para minha farra de sábado à noite no Netflix.

Dia 7: Iogurte com Figos Secos e Nozes

Embora meu experimento com mirtilo tenha sido divertido, admito que fiquei preguiçoso no último dia. Então decidi pegar um lanche embalado para jogar na minha bolsa para eliminar a preparação e o recipiente bagunçado e me segurar até o brunch. Fui com um iogurte de mel islandês com figos secos e nozes - o último dos quais é o alimento número um para melhorar o seu humor, por isso foi o lanche perfeito para lutar contra o Sunday Scares. Apesar de ter baixo teor de açúcar, o iogurte entregou seriamente o sabor e parecia uma guloseima bem balanceada.

Meu Snack-Prep Takeaway

Não tenho certeza se foram as nozes ou sete dias realmente tendo tempo para me alimentar com alguns lanches nutritivos em vez de M & ampMs, mas senti meu humor melhorar seriamente. A chave para mim? Lanches intencionais - em vez de mastigar sem pensar o que quer que eu pudesse colocar em minhas mãos no escritório - mantinham minhas porções sob controle e me davam algo pelo qual ansiar a cada dia. Embora eu não ache que algum dia serei um preparador de refeições, no fim das contas preparar um lanche é totalmente minha.


O que aconteceu quando me preparei para um lanche todos os dias durante uma semana

Nunca fui excelente na preparação de refeições. Claro, eu sei que isso me ajudaria a comer mais saudável * e * economizar dinheiro (olhando para você, salada Sweetgreen de US $ 13!). Almoço à parte, simplesmente não tendo nada saudável na hora de comer durante o dia significa que muitas vezes eu caio em uma crise de fome no meio da manhã ou no meio da tarde. (E com toda a honestidade, eu estava começando a criar o hábito do suprimento infinito de M & ampMs na cozinha do escritório, uma vantagem maravilhosa, mas perigosa, do meu novo prédio de escritórios.)

A resposta, percebi, era preparar o lanche. Isso envolve muito menos esforço do que a preparação completa da refeição, pensei, (corte mínimo ou cozimento real), então eu poderia me comprometer totalmente a preparar um lanche diferente para cada dia da semana. Eu tentei e descobri que era a solução perfeita para minhas freqüentes quedas de energia e, no geral, eu era muito mais produtivo. Quem sabia? (Relacionado: 3 receitas de lanches saudáveis ​​do livro de receitas de Jen Widerstrom & aposs)

Veja como me saí preparando lanches saudáveis ​​(e realmente saborosos) por uma semana inteira.

Dia 1: Mirtilos congelados mergulhados em iogurte grego

Alguns anos atrás, eu vi um hack criativo de mirtilo que ficou comigo: mergulhe as frutas perfuradas com um palito de dente em um recipiente de iogurte grego desnatado, coloque-as em uma assadeira e congele por uma hora. Bastante fácil. Embora o resultado final não tenha sido exatamente digno do Insta, eles tinham um gosto ótimo, e foi um lanche refrescante no meio da manhã em uma segunda-feira no meio de uma onda de calor. (Meus colegas de trabalho ficaram definitivamente impressionados.) Bônus: Os antioxidantes dos mirtilos demonstraram ajudar a combater o câncer, retardar o declínio cognitivo e reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Eu sabia que estava fazendo algo bom para mim, mesmo que eu dormisse durante o meu treino naquela manhã.

Dia 2: Barra de Proteína de Chocolate com Manteiga de Amendoim

Eu costumo comer & quot almoçar & quot bem tarde (como quando algumas pessoas estão indo para casa no dia), mas neste dia, eu comi na hora humana normal do meio-dia. Isso significava que era às 15 horas. rolou, eu estava sentindo fome novamente. Como eu tinha uma aula difícil de treinamento reservada para aquela noite, uma barra de proteína parecia o lanche pré-treino perfeito para ter certeza de que estava abastecido e pronto para ir. A barra de chocolate com manteiga de amendoim Protein One tem 10 gramas de proteína e satisfez minha guloseima apesar de ter apenas 1 grama de açúcar, então não fiquei tentado a pegar o distribuidor M & ampM - mais a barra inteira tinha apenas 90 calorias. Desde então, comecei a carregá-los na minha bolsa, então sempre tenho uma opção com alto teor de proteína e baixo teor de açúcar quando estou viajando.

Dia 3: Batatas fritas e manteiga de amendoim com mel

No dia seguinte de minha jornada para comer lanches, decidi cortar uma maçã, colher um pouco de manteiga de amêndoa Justin & aposs e encerrar o dia. Mas então, minha busca por lanches deliciosos e fáceis no supermercado chamou minha atenção para os pacotes de manteiga de amendoim com mel e banana de Justin & aposs. Os chips de banana orgânica eram muito mais fáceis de comer em viagem do que uma banana fresca e um pote de manteiga de amendoim (não exatamente adequados para o metrô) e eles têm 5 gramas de proteína. Este acabou sendo um lanche satisfatório de fim de manhã que me segurou até a hora do almoço.

Dia 4: Chips de Couve Caseiros

Okay, so this one *did* involve a bit of chopping and using my oven, but it was so simple that I made an exception. All I did to prep this one was remove the stems from a bunch of kale leaves, throw the leaves on a baking sheet with a drizzle of olive oil and a little salt, and cook them for 10 minutes. The crunchy, salty combination was the perfect snack and a healthier replacement for greasy potato chips, which I&aposve been known to polish off in record speed. Bonus: My prepping saved me a ton of money, since a bag of kale chips on-the-go can easily run $6. (Here&aposs a slightly more adventurous version of the basic recipe I used, if you&aposre curious.)

Day 5: White Bean Dip and Pita Chips

Instead of my usual hummus, I decided to try out something different: a white bean dip with spinach and roasted garlic. I "prepped" this and pita chips in a snack-size Tupperware with two compartments and had an easy, savory snack that was both delicious and filling (it contains 2 grams of protein per serving). Since portion control can be one of my healthy eating downfalls, I was happy that I didn&apost have the entire tub in front of me-I could have easily polished it off.

Day 6: DIY Chocolate Popcorn Trail Mix

With a little more time on my hands over the weekend, I decided to make my own trail mix after re-reading this Forma story written by a dietitian singing the snack&aposs praises. While there are countless DIY variations, I decided to go with a version containing popcorn, which is probably my all-time favorite snack (proof: I&aposve actually gone to a movie theater to bring some home to eat on my couch). Popcorn is also a surprisingly high-fiber, low-calorie, and antioxidant-rich snack that&aposs totally RD-approved (when it&aposs not doused in butter, of course). For my own trail mix, I loosely followed this recipe. But to make things a little easier, as my base I used a pre-popped bag of popcorn with no artificial ingredients and just about 40 calories per cup. Then I added dark chocolate chips, shredded coconut, and raw almonds. As you can probably imagine, it was the perfect blend of salty and sweet for my Saturday evening Netflix binge.

Day 7: Yogurt with Dried Figs and Walnuts

Although my blueberry experiment was fun, I admittedly got lazy by the final day. So I decided to grab a packaged snack to throw in my bag to eliminate the prep and messy container and hold me over until brunch. I went with an Icelandic honey yogurt with dried figs and walnuts-the latter of which is the number-one food to boost your mood, so it was the perfect snack to battle against the Sunday Scares. Despite being low in sugar, the yogurt seriously delivered on flavor and felt like a well-balanced treat.

My Snack-Prep Takeaway

I&aposm not sure if it was the walnuts or seven days of actually taking time to feed myself some nutritious snacks instead of M&Ms, but I felt my mood seriously improve. The key for me? Intentional snacking-rather than mindlessly munching on whatever I could get my hands on in the office-kept my portions in control and gave me something to look forward to each day. While I don&apost think I&aposll ever be a meal-prepper, it turns out snack prep is totally up my alley.


What Happened When I Prepared for a Snack Every Day for a Week

I&aposve never been great at meal prep. Sure, I know it would help me eat healthier *and* save me money (looking at you, $13 Sweetgreen salad!). Lunch aside, simply not having nada healthy at the ready to eat during the day means I often fall into a hangry midmorning or midafternoon slump. (And in all honesty, I was starting to make a habit out of the endless supply of M&Ms in the office kitchen, a wonderful yet dangerous perk of my new office building.)

The answer, I realized, was snack prep. It involves significantly less effort than full-blown meal prep, I thought, (minimal chopping or actual cooking) so I could totally commit to prepping a different snack for each day of the week. I gave it a try and found that it was the perfect solution to my frequent drops in energy-and, overall, I was way more productive. Quem sabia? (Related: 3 Healthy Snack Recipes from Jen Widerstrom&aposs Cookbook)

Here&aposs how I fared prepping healthy (and actually tasty) snacks for one whole week.

Day 1: Frozen Greek Yogurt-Dipped Blueberries

A few years ago, I saw a creative blueberry hack that stuck with me: Dunk the berries pierced with a toothpick into a container of nonfat Greek yogurt, plop them on a baking sheet, and freeze for an hour. Easy enough. While the end result wasn&apost exactly Insta-worthy, they tasted great, and it was a refreshing midmorning snack to have on a Monday in the middle of a heat wave. (My coworkers were definitely impressed.) Bonus: The antioxidants in blueberries have been shown to help fight cancer, slow cognitive decline, and reduce the risk of cardiovascular disease. I knew I was doing something good for myself, even if I snoozed through my workout that morning.

Day 2: Peanut Butter Chocolate Protein Bar

I tend to eat "lunch" pretty late (like when some people are heading home for the day), but on this day, I ate at the normal human hour of 12 noon. That meant by the time 3 p.m. rolled around, I was feeling hungry again. Since I had a tough boot-camp class booked for that evening, a protein bar sounded like the perfect pre-workout snack to make sure I was fueled and ready to go. The peanut butter chocolate Protein One bar has 10 grams of protein and satisfied my sweet tooth despite only having 1 gram of sugar, so I wasn&apost tempted to hit the M&M dispenser-plus the entire bar was only 90 calories. I&aposve since started carrying them around in my bag so I always have a high-protein, low-sugar option when I&aposm traveling.

Day 3: Banana Chips and Honey Peanut Butter

For the next day of my snacking journey, I decided to slice up an apple, spoon out some Justin&aposs almond butter, and call it a day. But then, my quest for delicious and easy snacks in the grocery store brought my attention to Justin&aposs Honey Peanut Butter and Banana snack packs. The organic banana chips were far easier to eat on the go than a fresh banana and a jar of peanut butter (not exactly subway-friendly) and they have 5 grams of protein. This turned out to be a satisfying late-morning snack that held me over until it was time for lunch.

Day 4: Homemade Kale Chips

Okay, so this one *did* involve a bit of chopping and using my oven, but it was so simple that I made an exception. All I did to prep this one was remove the stems from a bunch of kale leaves, throw the leaves on a baking sheet with a drizzle of olive oil and a little salt, and cook them for 10 minutes. The crunchy, salty combination was the perfect snack and a healthier replacement for greasy potato chips, which I&aposve been known to polish off in record speed. Bonus: My prepping saved me a ton of money, since a bag of kale chips on-the-go can easily run $6. (Here&aposs a slightly more adventurous version of the basic recipe I used, if you&aposre curious.)

Day 5: White Bean Dip and Pita Chips

Instead of my usual hummus, I decided to try out something different: a white bean dip with spinach and roasted garlic. I "prepped" this and pita chips in a snack-size Tupperware with two compartments and had an easy, savory snack that was both delicious and filling (it contains 2 grams of protein per serving). Since portion control can be one of my healthy eating downfalls, I was happy that I didn&apost have the entire tub in front of me-I could have easily polished it off.

Day 6: DIY Chocolate Popcorn Trail Mix

With a little more time on my hands over the weekend, I decided to make my own trail mix after re-reading this Forma story written by a dietitian singing the snack&aposs praises. While there are countless DIY variations, I decided to go with a version containing popcorn, which is probably my all-time favorite snack (proof: I&aposve actually gone to a movie theater to bring some home to eat on my couch). Popcorn is also a surprisingly high-fiber, low-calorie, and antioxidant-rich snack that&aposs totally RD-approved (when it&aposs not doused in butter, of course). For my own trail mix, I loosely followed this recipe. But to make things a little easier, as my base I used a pre-popped bag of popcorn with no artificial ingredients and just about 40 calories per cup. Then I added dark chocolate chips, shredded coconut, and raw almonds. As you can probably imagine, it was the perfect blend of salty and sweet for my Saturday evening Netflix binge.

Day 7: Yogurt with Dried Figs and Walnuts

Although my blueberry experiment was fun, I admittedly got lazy by the final day. So I decided to grab a packaged snack to throw in my bag to eliminate the prep and messy container and hold me over until brunch. I went with an Icelandic honey yogurt with dried figs and walnuts-the latter of which is the number-one food to boost your mood, so it was the perfect snack to battle against the Sunday Scares. Despite being low in sugar, the yogurt seriously delivered on flavor and felt like a well-balanced treat.

My Snack-Prep Takeaway

I&aposm not sure if it was the walnuts or seven days of actually taking time to feed myself some nutritious snacks instead of M&Ms, but I felt my mood seriously improve. The key for me? Intentional snacking-rather than mindlessly munching on whatever I could get my hands on in the office-kept my portions in control and gave me something to look forward to each day. While I don&apost think I&aposll ever be a meal-prepper, it turns out snack prep is totally up my alley.


What Happened When I Prepared for a Snack Every Day for a Week

I&aposve never been great at meal prep. Sure, I know it would help me eat healthier *and* save me money (looking at you, $13 Sweetgreen salad!). Lunch aside, simply not having nada healthy at the ready to eat during the day means I often fall into a hangry midmorning or midafternoon slump. (And in all honesty, I was starting to make a habit out of the endless supply of M&Ms in the office kitchen, a wonderful yet dangerous perk of my new office building.)

The answer, I realized, was snack prep. It involves significantly less effort than full-blown meal prep, I thought, (minimal chopping or actual cooking) so I could totally commit to prepping a different snack for each day of the week. I gave it a try and found that it was the perfect solution to my frequent drops in energy-and, overall, I was way more productive. Quem sabia? (Related: 3 Healthy Snack Recipes from Jen Widerstrom&aposs Cookbook)

Here&aposs how I fared prepping healthy (and actually tasty) snacks for one whole week.

Day 1: Frozen Greek Yogurt-Dipped Blueberries

A few years ago, I saw a creative blueberry hack that stuck with me: Dunk the berries pierced with a toothpick into a container of nonfat Greek yogurt, plop them on a baking sheet, and freeze for an hour. Easy enough. While the end result wasn&apost exactly Insta-worthy, they tasted great, and it was a refreshing midmorning snack to have on a Monday in the middle of a heat wave. (My coworkers were definitely impressed.) Bonus: The antioxidants in blueberries have been shown to help fight cancer, slow cognitive decline, and reduce the risk of cardiovascular disease. I knew I was doing something good for myself, even if I snoozed through my workout that morning.

Day 2: Peanut Butter Chocolate Protein Bar

I tend to eat "lunch" pretty late (like when some people are heading home for the day), but on this day, I ate at the normal human hour of 12 noon. That meant by the time 3 p.m. rolled around, I was feeling hungry again. Since I had a tough boot-camp class booked for that evening, a protein bar sounded like the perfect pre-workout snack to make sure I was fueled and ready to go. The peanut butter chocolate Protein One bar has 10 grams of protein and satisfied my sweet tooth despite only having 1 gram of sugar, so I wasn&apost tempted to hit the M&M dispenser-plus the entire bar was only 90 calories. I&aposve since started carrying them around in my bag so I always have a high-protein, low-sugar option when I&aposm traveling.

Day 3: Banana Chips and Honey Peanut Butter

For the next day of my snacking journey, I decided to slice up an apple, spoon out some Justin&aposs almond butter, and call it a day. But then, my quest for delicious and easy snacks in the grocery store brought my attention to Justin&aposs Honey Peanut Butter and Banana snack packs. The organic banana chips were far easier to eat on the go than a fresh banana and a jar of peanut butter (not exactly subway-friendly) and they have 5 grams of protein. This turned out to be a satisfying late-morning snack that held me over until it was time for lunch.

Day 4: Homemade Kale Chips

Okay, so this one *did* involve a bit of chopping and using my oven, but it was so simple that I made an exception. All I did to prep this one was remove the stems from a bunch of kale leaves, throw the leaves on a baking sheet with a drizzle of olive oil and a little salt, and cook them for 10 minutes. The crunchy, salty combination was the perfect snack and a healthier replacement for greasy potato chips, which I&aposve been known to polish off in record speed. Bonus: My prepping saved me a ton of money, since a bag of kale chips on-the-go can easily run $6. (Here&aposs a slightly more adventurous version of the basic recipe I used, if you&aposre curious.)

Day 5: White Bean Dip and Pita Chips

Instead of my usual hummus, I decided to try out something different: a white bean dip with spinach and roasted garlic. I "prepped" this and pita chips in a snack-size Tupperware with two compartments and had an easy, savory snack that was both delicious and filling (it contains 2 grams of protein per serving). Since portion control can be one of my healthy eating downfalls, I was happy that I didn&apost have the entire tub in front of me-I could have easily polished it off.

Day 6: DIY Chocolate Popcorn Trail Mix

With a little more time on my hands over the weekend, I decided to make my own trail mix after re-reading this Forma story written by a dietitian singing the snack&aposs praises. While there are countless DIY variations, I decided to go with a version containing popcorn, which is probably my all-time favorite snack (proof: I&aposve actually gone to a movie theater to bring some home to eat on my couch). Popcorn is also a surprisingly high-fiber, low-calorie, and antioxidant-rich snack that&aposs totally RD-approved (when it&aposs not doused in butter, of course). For my own trail mix, I loosely followed this recipe. But to make things a little easier, as my base I used a pre-popped bag of popcorn with no artificial ingredients and just about 40 calories per cup. Then I added dark chocolate chips, shredded coconut, and raw almonds. As you can probably imagine, it was the perfect blend of salty and sweet for my Saturday evening Netflix binge.

Day 7: Yogurt with Dried Figs and Walnuts

Although my blueberry experiment was fun, I admittedly got lazy by the final day. So I decided to grab a packaged snack to throw in my bag to eliminate the prep and messy container and hold me over until brunch. I went with an Icelandic honey yogurt with dried figs and walnuts-the latter of which is the number-one food to boost your mood, so it was the perfect snack to battle against the Sunday Scares. Despite being low in sugar, the yogurt seriously delivered on flavor and felt like a well-balanced treat.

My Snack-Prep Takeaway

I&aposm not sure if it was the walnuts or seven days of actually taking time to feed myself some nutritious snacks instead of M&Ms, but I felt my mood seriously improve. The key for me? Intentional snacking-rather than mindlessly munching on whatever I could get my hands on in the office-kept my portions in control and gave me something to look forward to each day. While I don&apost think I&aposll ever be a meal-prepper, it turns out snack prep is totally up my alley.


What Happened When I Prepared for a Snack Every Day for a Week

I&aposve never been great at meal prep. Sure, I know it would help me eat healthier *and* save me money (looking at you, $13 Sweetgreen salad!). Lunch aside, simply not having nada healthy at the ready to eat during the day means I often fall into a hangry midmorning or midafternoon slump. (And in all honesty, I was starting to make a habit out of the endless supply of M&Ms in the office kitchen, a wonderful yet dangerous perk of my new office building.)

The answer, I realized, was snack prep. It involves significantly less effort than full-blown meal prep, I thought, (minimal chopping or actual cooking) so I could totally commit to prepping a different snack for each day of the week. I gave it a try and found that it was the perfect solution to my frequent drops in energy-and, overall, I was way more productive. Quem sabia? (Related: 3 Healthy Snack Recipes from Jen Widerstrom&aposs Cookbook)

Here&aposs how I fared prepping healthy (and actually tasty) snacks for one whole week.

Day 1: Frozen Greek Yogurt-Dipped Blueberries

A few years ago, I saw a creative blueberry hack that stuck with me: Dunk the berries pierced with a toothpick into a container of nonfat Greek yogurt, plop them on a baking sheet, and freeze for an hour. Easy enough. While the end result wasn&apost exactly Insta-worthy, they tasted great, and it was a refreshing midmorning snack to have on a Monday in the middle of a heat wave. (My coworkers were definitely impressed.) Bonus: The antioxidants in blueberries have been shown to help fight cancer, slow cognitive decline, and reduce the risk of cardiovascular disease. I knew I was doing something good for myself, even if I snoozed through my workout that morning.

Day 2: Peanut Butter Chocolate Protein Bar

I tend to eat "lunch" pretty late (like when some people are heading home for the day), but on this day, I ate at the normal human hour of 12 noon. That meant by the time 3 p.m. rolled around, I was feeling hungry again. Since I had a tough boot-camp class booked for that evening, a protein bar sounded like the perfect pre-workout snack to make sure I was fueled and ready to go. The peanut butter chocolate Protein One bar has 10 grams of protein and satisfied my sweet tooth despite only having 1 gram of sugar, so I wasn&apost tempted to hit the M&M dispenser-plus the entire bar was only 90 calories. I&aposve since started carrying them around in my bag so I always have a high-protein, low-sugar option when I&aposm traveling.

Day 3: Banana Chips and Honey Peanut Butter

For the next day of my snacking journey, I decided to slice up an apple, spoon out some Justin&aposs almond butter, and call it a day. But then, my quest for delicious and easy snacks in the grocery store brought my attention to Justin&aposs Honey Peanut Butter and Banana snack packs. The organic banana chips were far easier to eat on the go than a fresh banana and a jar of peanut butter (not exactly subway-friendly) and they have 5 grams of protein. This turned out to be a satisfying late-morning snack that held me over until it was time for lunch.

Day 4: Homemade Kale Chips

Okay, so this one *did* involve a bit of chopping and using my oven, but it was so simple that I made an exception. All I did to prep this one was remove the stems from a bunch of kale leaves, throw the leaves on a baking sheet with a drizzle of olive oil and a little salt, and cook them for 10 minutes. The crunchy, salty combination was the perfect snack and a healthier replacement for greasy potato chips, which I&aposve been known to polish off in record speed. Bonus: My prepping saved me a ton of money, since a bag of kale chips on-the-go can easily run $6. (Here&aposs a slightly more adventurous version of the basic recipe I used, if you&aposre curious.)

Day 5: White Bean Dip and Pita Chips

Instead of my usual hummus, I decided to try out something different: a white bean dip with spinach and roasted garlic. I "prepped" this and pita chips in a snack-size Tupperware with two compartments and had an easy, savory snack that was both delicious and filling (it contains 2 grams of protein per serving). Since portion control can be one of my healthy eating downfalls, I was happy that I didn&apost have the entire tub in front of me-I could have easily polished it off.

Day 6: DIY Chocolate Popcorn Trail Mix

With a little more time on my hands over the weekend, I decided to make my own trail mix after re-reading this Forma story written by a dietitian singing the snack&aposs praises. While there are countless DIY variations, I decided to go with a version containing popcorn, which is probably my all-time favorite snack (proof: I&aposve actually gone to a movie theater to bring some home to eat on my couch). Popcorn is also a surprisingly high-fiber, low-calorie, and antioxidant-rich snack that&aposs totally RD-approved (when it&aposs not doused in butter, of course). For my own trail mix, I loosely followed this recipe. But to make things a little easier, as my base I used a pre-popped bag of popcorn with no artificial ingredients and just about 40 calories per cup. Then I added dark chocolate chips, shredded coconut, and raw almonds. As you can probably imagine, it was the perfect blend of salty and sweet for my Saturday evening Netflix binge.

Day 7: Yogurt with Dried Figs and Walnuts

Although my blueberry experiment was fun, I admittedly got lazy by the final day. So I decided to grab a packaged snack to throw in my bag to eliminate the prep and messy container and hold me over until brunch. I went with an Icelandic honey yogurt with dried figs and walnuts-the latter of which is the number-one food to boost your mood, so it was the perfect snack to battle against the Sunday Scares. Despite being low in sugar, the yogurt seriously delivered on flavor and felt like a well-balanced treat.

My Snack-Prep Takeaway

I&aposm not sure if it was the walnuts or seven days of actually taking time to feed myself some nutritious snacks instead of M&Ms, but I felt my mood seriously improve. The key for me? Intentional snacking-rather than mindlessly munching on whatever I could get my hands on in the office-kept my portions in control and gave me something to look forward to each day. While I don&apost think I&aposll ever be a meal-prepper, it turns out snack prep is totally up my alley.


What Happened When I Prepared for a Snack Every Day for a Week

I&aposve never been great at meal prep. Sure, I know it would help me eat healthier *and* save me money (looking at you, $13 Sweetgreen salad!). Lunch aside, simply not having nada healthy at the ready to eat during the day means I often fall into a hangry midmorning or midafternoon slump. (And in all honesty, I was starting to make a habit out of the endless supply of M&Ms in the office kitchen, a wonderful yet dangerous perk of my new office building.)

The answer, I realized, was snack prep. It involves significantly less effort than full-blown meal prep, I thought, (minimal chopping or actual cooking) so I could totally commit to prepping a different snack for each day of the week. I gave it a try and found that it was the perfect solution to my frequent drops in energy-and, overall, I was way more productive. Quem sabia? (Related: 3 Healthy Snack Recipes from Jen Widerstrom&aposs Cookbook)

Here&aposs how I fared prepping healthy (and actually tasty) snacks for one whole week.

Day 1: Frozen Greek Yogurt-Dipped Blueberries

A few years ago, I saw a creative blueberry hack that stuck with me: Dunk the berries pierced with a toothpick into a container of nonfat Greek yogurt, plop them on a baking sheet, and freeze for an hour. Easy enough. While the end result wasn&apost exactly Insta-worthy, they tasted great, and it was a refreshing midmorning snack to have on a Monday in the middle of a heat wave. (My coworkers were definitely impressed.) Bonus: The antioxidants in blueberries have been shown to help fight cancer, slow cognitive decline, and reduce the risk of cardiovascular disease. I knew I was doing something good for myself, even if I snoozed through my workout that morning.

Day 2: Peanut Butter Chocolate Protein Bar

I tend to eat "lunch" pretty late (like when some people are heading home for the day), but on this day, I ate at the normal human hour of 12 noon. That meant by the time 3 p.m. rolled around, I was feeling hungry again. Since I had a tough boot-camp class booked for that evening, a protein bar sounded like the perfect pre-workout snack to make sure I was fueled and ready to go. The peanut butter chocolate Protein One bar has 10 grams of protein and satisfied my sweet tooth despite only having 1 gram of sugar, so I wasn&apost tempted to hit the M&M dispenser-plus the entire bar was only 90 calories. I&aposve since started carrying them around in my bag so I always have a high-protein, low-sugar option when I&aposm traveling.

Day 3: Banana Chips and Honey Peanut Butter

For the next day of my snacking journey, I decided to slice up an apple, spoon out some Justin&aposs almond butter, and call it a day. But then, my quest for delicious and easy snacks in the grocery store brought my attention to Justin&aposs Honey Peanut Butter and Banana snack packs. The organic banana chips were far easier to eat on the go than a fresh banana and a jar of peanut butter (not exactly subway-friendly) and they have 5 grams of protein. This turned out to be a satisfying late-morning snack that held me over until it was time for lunch.

Day 4: Homemade Kale Chips

Okay, so this one *did* involve a bit of chopping and using my oven, but it was so simple that I made an exception. All I did to prep this one was remove the stems from a bunch of kale leaves, throw the leaves on a baking sheet with a drizzle of olive oil and a little salt, and cook them for 10 minutes. The crunchy, salty combination was the perfect snack and a healthier replacement for greasy potato chips, which I&aposve been known to polish off in record speed. Bonus: My prepping saved me a ton of money, since a bag of kale chips on-the-go can easily run $6. (Here&aposs a slightly more adventurous version of the basic recipe I used, if you&aposre curious.)

Day 5: White Bean Dip and Pita Chips

Instead of my usual hummus, I decided to try out something different: a white bean dip with spinach and roasted garlic. I "prepped" this and pita chips in a snack-size Tupperware with two compartments and had an easy, savory snack that was both delicious and filling (it contains 2 grams of protein per serving). Since portion control can be one of my healthy eating downfalls, I was happy that I didn&apost have the entire tub in front of me-I could have easily polished it off.

Day 6: DIY Chocolate Popcorn Trail Mix

With a little more time on my hands over the weekend, I decided to make my own trail mix after re-reading this Forma story written by a dietitian singing the snack&aposs praises. While there are countless DIY variations, I decided to go with a version containing popcorn, which is probably my all-time favorite snack (proof: I&aposve actually gone to a movie theater to bring some home to eat on my couch). Popcorn is also a surprisingly high-fiber, low-calorie, and antioxidant-rich snack that&aposs totally RD-approved (when it&aposs not doused in butter, of course). For my own trail mix, I loosely followed this recipe. But to make things a little easier, as my base I used a pre-popped bag of popcorn with no artificial ingredients and just about 40 calories per cup. Then I added dark chocolate chips, shredded coconut, and raw almonds. As you can probably imagine, it was the perfect blend of salty and sweet for my Saturday evening Netflix binge.

Day 7: Yogurt with Dried Figs and Walnuts

Although my blueberry experiment was fun, I admittedly got lazy by the final day. So I decided to grab a packaged snack to throw in my bag to eliminate the prep and messy container and hold me over until brunch. I went with an Icelandic honey yogurt with dried figs and walnuts-the latter of which is the number-one food to boost your mood, so it was the perfect snack to battle against the Sunday Scares. Despite being low in sugar, the yogurt seriously delivered on flavor and felt like a well-balanced treat.

My Snack-Prep Takeaway

I&aposm not sure if it was the walnuts or seven days of actually taking time to feed myself some nutritious snacks instead of M&Ms, but I felt my mood seriously improve. The key for me? Intentional snacking-rather than mindlessly munching on whatever I could get my hands on in the office-kept my portions in control and gave me something to look forward to each day. While I don&apost think I&aposll ever be a meal-prepper, it turns out snack prep is totally up my alley.


What Happened When I Prepared for a Snack Every Day for a Week

I&aposve never been great at meal prep. Sure, I know it would help me eat healthier *and* save me money (looking at you, $13 Sweetgreen salad!). Lunch aside, simply not having nada healthy at the ready to eat during the day means I often fall into a hangry midmorning or midafternoon slump. (And in all honesty, I was starting to make a habit out of the endless supply of M&Ms in the office kitchen, a wonderful yet dangerous perk of my new office building.)

The answer, I realized, was snack prep. It involves significantly less effort than full-blown meal prep, I thought, (minimal chopping or actual cooking) so I could totally commit to prepping a different snack for each day of the week. I gave it a try and found that it was the perfect solution to my frequent drops in energy-and, overall, I was way more productive. Quem sabia? (Related: 3 Healthy Snack Recipes from Jen Widerstrom&aposs Cookbook)

Here&aposs how I fared prepping healthy (and actually tasty) snacks for one whole week.

Day 1: Frozen Greek Yogurt-Dipped Blueberries

A few years ago, I saw a creative blueberry hack that stuck with me: Dunk the berries pierced with a toothpick into a container of nonfat Greek yogurt, plop them on a baking sheet, and freeze for an hour. Easy enough. While the end result wasn&apost exactly Insta-worthy, they tasted great, and it was a refreshing midmorning snack to have on a Monday in the middle of a heat wave. (My coworkers were definitely impressed.) Bonus: The antioxidants in blueberries have been shown to help fight cancer, slow cognitive decline, and reduce the risk of cardiovascular disease. I knew I was doing something good for myself, even if I snoozed through my workout that morning.

Day 2: Peanut Butter Chocolate Protein Bar

I tend to eat "lunch" pretty late (like when some people are heading home for the day), but on this day, I ate at the normal human hour of 12 noon. That meant by the time 3 p.m. rolled around, I was feeling hungry again. Since I had a tough boot-camp class booked for that evening, a protein bar sounded like the perfect pre-workout snack to make sure I was fueled and ready to go. The peanut butter chocolate Protein One bar has 10 grams of protein and satisfied my sweet tooth despite only having 1 gram of sugar, so I wasn&apost tempted to hit the M&M dispenser-plus the entire bar was only 90 calories. I&aposve since started carrying them around in my bag so I always have a high-protein, low-sugar option when I&aposm traveling.

Day 3: Banana Chips and Honey Peanut Butter

For the next day of my snacking journey, I decided to slice up an apple, spoon out some Justin&aposs almond butter, and call it a day. But then, my quest for delicious and easy snacks in the grocery store brought my attention to Justin&aposs Honey Peanut Butter and Banana snack packs. The organic banana chips were far easier to eat on the go than a fresh banana and a jar of peanut butter (not exactly subway-friendly) and they have 5 grams of protein. This turned out to be a satisfying late-morning snack that held me over until it was time for lunch.

Day 4: Homemade Kale Chips

Okay, so this one *did* involve a bit of chopping and using my oven, but it was so simple that I made an exception. All I did to prep this one was remove the stems from a bunch of kale leaves, throw the leaves on a baking sheet with a drizzle of olive oil and a little salt, and cook them for 10 minutes. The crunchy, salty combination was the perfect snack and a healthier replacement for greasy potato chips, which I&aposve been known to polish off in record speed. Bonus: My prepping saved me a ton of money, since a bag of kale chips on-the-go can easily run $6. (Here&aposs a slightly more adventurous version of the basic recipe I used, if you&aposre curious.)

Day 5: White Bean Dip and Pita Chips

Instead of my usual hummus, I decided to try out something different: a white bean dip with spinach and roasted garlic. I "prepped" this and pita chips in a snack-size Tupperware with two compartments and had an easy, savory snack that was both delicious and filling (it contains 2 grams of protein per serving). Since portion control can be one of my healthy eating downfalls, I was happy that I didn&apost have the entire tub in front of me-I could have easily polished it off.

Day 6: DIY Chocolate Popcorn Trail Mix

With a little more time on my hands over the weekend, I decided to make my own trail mix after re-reading this Forma story written by a dietitian singing the snack&aposs praises. While there are countless DIY variations, I decided to go with a version containing popcorn, which is probably my all-time favorite snack (proof: I&aposve actually gone to a movie theater to bring some home to eat on my couch). Popcorn is also a surprisingly high-fiber, low-calorie, and antioxidant-rich snack that&aposs totally RD-approved (when it&aposs not doused in butter, of course). For my own trail mix, I loosely followed this recipe. But to make things a little easier, as my base I used a pre-popped bag of popcorn with no artificial ingredients and just about 40 calories per cup. Then I added dark chocolate chips, shredded coconut, and raw almonds. As you can probably imagine, it was the perfect blend of salty and sweet for my Saturday evening Netflix binge.

Day 7: Yogurt with Dried Figs and Walnuts

Although my blueberry experiment was fun, I admittedly got lazy by the final day. So I decided to grab a packaged snack to throw in my bag to eliminate the prep and messy container and hold me over until brunch. I went with an Icelandic honey yogurt with dried figs and walnuts-the latter of which is the number-one food to boost your mood, so it was the perfect snack to battle against the Sunday Scares. Despite being low in sugar, the yogurt seriously delivered on flavor and felt like a well-balanced treat.

My Snack-Prep Takeaway

I&aposm not sure if it was the walnuts or seven days of actually taking time to feed myself some nutritious snacks instead of M&Ms, but I felt my mood seriously improve. The key for me? Intentional snacking-rather than mindlessly munching on whatever I could get my hands on in the office-kept my portions in control and gave me something to look forward to each day. While I don&apost think I&aposll ever be a meal-prepper, it turns out snack prep is totally up my alley.


Assista o vídeo: FoodPorn: Sushi de Banana e manteiga de amendoim (Novembro 2021).