Receitas tradicionais

O prato diário: Whole30, Paleo e Dukan são as piores dietas, de acordo com o US News & World Report

O prato diário: Whole30, Paleo e Dukan são as piores dietas, de acordo com o US News & World Report

Whole30, Paleo e Dukan são as piores dietas, de acordo com o US News & World Report

Para U.S. News & World Report’s classificação anual da dieta, especialistas classificou 38 das dietas mais populares com base em como são fáceis de seguir; sua capacidade de produzir perda de peso a curto e longo prazo; sua completude nutricional; sua segurança; e seu potencial para prevenir e gerenciar diabetes e doença cardíaca. 1 dieta geral foi TRAÇO (Abordagens dietéticas para parar a hipertensão), que se concentra na redução da pressão arterial, diminuindo a ingestão de sal e aumentando o consumo de fibras. o dieta mediterrâneagrãos inteiros, vegetais e muitos gorduras saudáveis como azeite - ficou em segundo lugar. Bem no final da lista estava o vírus Whole30 diet, conhecida por seu “desafio” de 30 dias de eliminar estritamente todo açúcar, álcool e grãos. o paleo dieta - que tem sido um dos estilos de vida nutricionais mais populares nos últimos anos - ficou em 36º lugar entre 38º.

Smarter estreia ‘FridgeCam’, um novo gadget que economizará dinheiro e alimentos para os consumidores

Este ano, na conferência anual da Consumer Technology Association em Las Vegas, Smarter estreou sua “FridgeCam,” um câmera de geladeira sem fio que rastreia e notifica os consumidores por meio do aplicativo mais inteligente de alimentos que estão prestes a expirar, de acordo com a empresa local na rede Internet. Outros recursos incluem a capacidade de rastrear o conteúdo de sua geladeira e adicioná-lo a listas de compras quando estiverem acabando, e fornecer receitas que incluem itens próximos da data de validade. “Criamos a FridgeCam não apenas para economizar dinheiro, tempo e energia das pessoas, mas também para lidar com desperdício de comida de frente no processo ”, disse Christian Lane, criador do Smarter, em um comunicado. A FridgeCam está atualmente disponível conectados para pré-encomenda por cerca de US $ 125, e será lançado oficialmente na primavera de 2017.

Oprah publica seu primeiro livro de receitas, destaca a jornada dos vigilantes do peso

O primeiro livro de receitas de Oprah - que detalha sua jornada alimentar e perda de peso de 42 libras - foi lançado na terça-feira e tem o título Alimentação, saúde e felicidade: 115 receitas imediatas para ótimas refeições e uma vida melhor. O título pode ser um bocado, mas o livro tem muita mordida. De acordo com USA Today, Apesar Winfrey é um Vigilantes do Peso porta-voz e cada receita vem com valores de pontos para o popular programa de perda de peso, o livro é mais sobre sua relação ao longo da vida com os alimentos do que um livro de receitas de dieta simples. "Agora que finalmente internalizei as regras de comer limpo (alimentos minimamente processados), eu me permito quebrar essas regras! ” Winfrey diz no livro. “Eu não faço isso com frequência e nunca faço isso sem pensar; o objetivo é tornar minhas indulgências intencionais. Eu aponto para deliberado. Eu planejo a decadência. "

Coca-Cola é processada por "marketing falso e enganoso" de bebidas açucaradas

O Center for Science in the Public Interest, uma organização de vigilância da defesa da saúde, processou Coca Cola para propositalmente enganar o público sobre os riscos para a saúde associados às bebidas açucaradas, Business Insider relatado. O processo da CSPI estipulou que a Coca-Cola e a American Beverage Association há muito tempo minimizado açucar papel na disparada dos níveis de obesidade. Os cientistas recentemente reverteram a aversão de longa data da sociedade a alimentos ricos em gordura, alegando que gordura em quantidades moderadas é boa para você e esse açúcar é realmente o culpado por muitos dos problemas de saúde da sociedade. O processo exigia que a Coca-Cola e a ABA divulgassem informações sobre os riscos potenciais à saúde de bebidas muito adocicadas, financiassem uma campanha de saúde pública e acabassem com a publicidade dirigida a crianças, bem como quaisquer campanhas de marketing que contenham alegações de saúde enganosas.

Australian Wine Company tem como alvo a geração "Dark and Mysterious" Millennials com sua nova mistura vermelha

Esta semana, a geração do milênio será capaz de abraçar um vinho feito apenas para eles com o lançamento de Da Austrália Hopes End Red Blend, um vinho inspirado nas adversidades de uma família que se muda pelo mundo. O vinho é de uma das famílias produtoras de vinho mais antigas da Austrália, os Angoves, que entraram no ramo de vinificação depois de partir Londres na esperança de novos começos, apenas para se estabelecer no “sombrio” Porto Misery, Sul da Austrália, no século XIX, de acordo com um Comunicado de imprensa. A estética elegante em tons de cinza de Hopes End era criado para atrair bebedores de vinho de 25 a 35 anos “Que ficam intrigados com marcas com histórias sombrias, misteriosas e autênticas”, muito parecido com a história da família Angove. O Hopes End Red Blend estará disponível no NÓS. e Austrália por um preço de varejo sugerido de US $ 11,99.


COMIDA DO JARDIM

Então, o que fizemos naqueles dias frios de inverno com muitos de nós presos por causa das condições climáticas ou da pandemia persistente? Será que desta vez pedia que colocássemos mais comida em nossas bocas, com esperança de que todo o caos - seja lá o que for que havia em nossas vidas - fosse embora? Ou talvez um caso de tristeza beirando a depressão nos fez parar de comer ou comer demais?

Quer leiamos ou não as últimas notícias sobre nutrição ou dieta, a maioria de nós gostaria de uma alimentação mais saudável, e muitos de nós adorariam perder 2,5 quilos ou mais. Às vezes, não sabemos se as dietas especiais são boas ou ruins. Compilações de especialistas, como os selecionados pelo US News and World Report, fornecem um resumo das melhores e piores dietas para nossa saúde. No último blog, vimos dietas consideradas mais saudáveis. O painel de notícias classificou 39 dietas para perda de peso, bem como para outras condições de saúde, como saúde cardíaca, diabetes e outros.

Dietas de perda de peso de classificação mais baixa3

Das dietas avaliadas, aquelas relacionadas a problemas de saúde específicos podem ter pontuado baixo para as melhores dietas para perda de peso porque eram destinadas a outras condições e não para controle de peso.

  • A dieta de índice glicêmico (GI) identifica os carboidratos nos alimentos de acordo com seu efeito nos níveis de glicose (açúcar) no sangue. Quanto mais baixo o IG, mais lentamente o alimento é digerido, absorvido e metabolizado. Ela está ligada à mais conhecida dieta Paleo, promovida por perda de peso e alimentação saudável, em # 32.
  • A dieta da fertilidade (# 35), como o nome indica, nunca foi destinada à perda de peso. No entanto, o painel considerou caro, inconveniente e trabalhoso. Ele estava vinculado à popular dieta Whole30.
  • O AIP (Autoimmune Protocol Diet) é projetado para reduzir a inflamação e ajudar as pessoas com doenças autoimunes.
  • A dieta GAPS (síndrome do intestino e psicologia) é uma dieta de eliminação que empatou com a AIP para as duas categorias mais baixas.

A maioria das dietas para perder peso, boas ou ruins, nos ajudará a perder alguns quilos. No entanto, eles podem ser prejudiciais à saúde ou são dietas estruturadas de forma que seja difícil continuar indefinidamente. Das 39 avaliações do painel de notícias, aqui estão os cinco maiores perdedores na ordem inversa.

  • A dieta rápida (# 30) reflete um padrão de alimentação frequentemente referido como dieta 5: 2: você come normalmente durante cinco dias da semana e reduz as calorias para cerca de um quarto da ingestão normal em dois dias não consecutivos da semana. A dieta não orientou sobre alimentação saudável para os dias sem jejum.
  • A dieta Paleo (# 32 amarrada com GI) tem um forte seguimento. A premissa é que se o homem das cavernas não comesse, nós também não deveríamos. A dieta é considerada muito limitada para um plano alimentar saudável. Ele restringe o açúcar refinado, legumes, grãos e laticínios e abrange carnes, peixes, aves, frutas e vegetais.
  • A dieta Dukan (# 34) foi classificada entre as mais baixas em várias categorias e a última para as melhores dietas gerais. Os proponentes afirmam que as pessoas que fazem dieta perdem 5 kg na primeira semana e 2 a 4 libras na semana seguinte. Alguns questionam se esta é realmente uma dieta para emagrecer. O painel afirmou que não funciona, e alguém chegou a chamá-lo de idiota. As regras são rigorosas e o protocolo é difícil de seguir.
  • A dieta Whole30 (# 35), de acordo com os desenvolvedores, não é uma dieta, um plano de perda de peso ou uma solução rápida. Supostamente, isso muda sua vida. Por 30 dias, as pessoas que fazem dieta (ou que mudam a vida) restringem o açúcar, os laticínios, os grãos e o álcool. Esta dieta não é recomendada para os fracos de coração e não atende aos padrões do governo para carboidratos.
  • A dieta alcalina (# 37) vem com muitas regras e pouca pesquisa. Um especialista do painel descreveu isso como ridículo. A teoria é que alcalino é bom - ácido é ruim. A dieta é medida por uma escala de pH de 0 a 14 com 7,0 como neutro. Quanto maior o número acima de 7,0, mais alcalina é a substância. Da mesma forma, quanto menor o número abaixo de 7,0, mais ácido. O que comemos tem pouco efeito no pH normal do sangue de 7,35 a 7,45 (ligeiramente alcalino). Aqueles que seguem esta dieta podem ter dificuldade em manter a ingestão adequada de proteínas e cálcio, e a dieta pode eventualmente causar problemas com os níveis de pH do sangue.

Aponto as dietas de perda de peso de classificação inferior para que percebamos que só porque uma dieta é popular não a torna uma boa escolha. Se precisar de ajuda para perder peso, consulte um nutricionista especializado em controle de peso. Isto é Mês Nacional da Nutrição portanto, seja qual for a dieta que você escolher, certifique-se de que será útil e não prejudicial.


COMIDA DO JARDIM

Então, o que fizemos naqueles dias frios de inverno com muitos de nós presos por causa das condições climáticas ou da pandemia persistente? Será que desta vez pedia que colocássemos mais comida em nossas bocas, com esperança de que todo o caos - seja lá o que for que havia em nossas vidas - fosse embora? Ou talvez um caso de tristeza beirando a depressão nos fez parar de comer ou comer demais?

Quer leiamos ou não as últimas notícias sobre nutrição ou dieta, a maioria de nós gostaria de uma alimentação mais saudável, e muitos de nós adorariam perder 2,5 quilos ou mais. Às vezes, não sabemos se as dietas especiais são boas ou ruins. Compilações de especialistas, como os selecionados pelo US News and World Report, fornecem um resumo das melhores e piores dietas para nossa saúde. No último blog, vimos dietas consideradas mais saudáveis. O painel de notícias classificou 39 dietas para perda de peso, bem como para outras condições de saúde, como saúde cardíaca, diabetes e outros.

Dietas de perda de peso de classificação mais baixa3

Das dietas avaliadas, aquelas relacionadas a problemas de saúde específicos podem ter pontuado baixo para as melhores dietas para emagrecer porque eram destinadas a outras condições e não para controle de peso.

  • A dieta de índice glicêmico (GI) identifica os carboidratos nos alimentos de acordo com seu efeito nos níveis de glicose (açúcar) no sangue. Quanto mais baixo o IG, mais lentamente o alimento é digerido, absorvido e metabolizado. Ela está ligada à mais conhecida dieta Paleo, promovida por perda de peso e alimentação saudável, em # 32.
  • A dieta da fertilidade (# 35), como o nome indica, nunca foi destinada à perda de peso. No entanto, o painel considerou caro, inconveniente e trabalhoso. Ele estava vinculado à popular dieta Whole30.
  • O AIP (Autoimmune Protocol Diet) é projetado para reduzir a inflamação e ajudar as pessoas com doenças autoimunes.
  • A dieta GAPS (síndrome do intestino e psicologia) é uma dieta de eliminação que empatou com a AIP para as duas categorias mais baixas.

A maioria das dietas para perder peso, boas ou ruins, nos ajudará a perder alguns quilos. No entanto, eles podem ser prejudiciais à saúde ou são dietas estruturadas de forma que seja difícil continuar indefinidamente. Das 39 avaliações do painel de notícias, aqui estão os cinco maiores perdedores na ordem inversa.

  • A dieta rápida (# 30) reflete um padrão de alimentação frequentemente referido como dieta 5: 2: você come normalmente durante cinco dias da semana e reduz as calorias para cerca de um quarto da ingestão normal em dois dias não consecutivos da semana. A dieta não orientou sobre alimentação saudável para os dias sem jejum.
  • A dieta Paleo (# 32 amarrada com GI) tem um forte seguimento. A premissa é que, se o homem das cavernas não comeu, nós também não devemos. A dieta é considerada muito limitada para um plano alimentar saudável. Ele restringe o açúcar refinado, legumes, grãos e laticínios e abrange carnes, peixes, aves, frutas e vegetais.
  • A dieta Dukan (# 34) foi classificada entre as mais baixas em várias categorias e a última para as melhores dietas gerais. Os proponentes afirmam que as pessoas que fazem dieta perdem 5 kg na primeira semana e 2 a 4 libras na semana seguinte. Alguns questionam se esta é realmente uma dieta para emagrecer. O painel afirmou que não funciona, e alguém chegou a chamá-lo de idiota. As regras são rigorosas e o protocolo é difícil de seguir.
  • A dieta Whole30 (# 35), de acordo com os desenvolvedores, não é uma dieta, um plano de perda de peso ou uma solução rápida. Supostamente, isso muda sua vida. Por 30 dias, as pessoas que fazem dieta (ou que mudam a vida) restringem o açúcar, os laticínios, os grãos e o álcool. Esta dieta não é recomendada para os fracos de coração e não atende aos padrões do governo para carboidratos.
  • A dieta alcalina (# 37) vem com muitas regras e pouca pesquisa. Um especialista do painel descreveu isso como ridículo. A teoria é que alcalino é bom - ácido é ruim. A dieta é medida por uma escala de pH de 0 a 14 com 7,0 como neutro. Quanto maior o número acima de 7,0, mais alcalina é a substância. Da mesma forma, quanto menor o número abaixo de 7,0, mais ácido. O que comemos tem pouco efeito no pH normal do sangue de 7,35 a 7,45 (ligeiramente alcalino). Aqueles que seguem esta dieta podem ter dificuldade em manter a ingestão adequada de proteínas e cálcio, e a dieta pode eventualmente causar problemas com os níveis de pH do sangue.

Aponto as dietas de perda de peso de classificação inferior para que percebamos que só porque uma dieta é popular não a torna uma boa escolha. Se precisar de ajuda para perder peso, consulte um nutricionista especializado em controle de peso. Isto é Mês Nacional da Nutrição portanto, seja qual for a dieta que você escolher, certifique-se de que será útil e não prejudicial.


COMIDA DO JARDIM

Então, o que fizemos naqueles dias frios de inverno com muitos de nós presos por causa das condições climáticas ou da pandemia persistente? Será que desta vez pedia que colocássemos mais comida em nossas bocas, com esperança de que todo o caos - seja lá o que for que havia em nossas vidas - fosse embora? Ou talvez um caso de tristeza beirando a depressão nos fez parar de comer ou comer demais?

Quer leiamos ou não as últimas notícias sobre nutrição ou dieta, a maioria de nós gostaria de uma alimentação mais saudável, e muitos de nós adorariam perder 2,5 quilos ou mais. Às vezes, não sabemos se as dietas especiais são boas ou ruins. Compilações de especialistas, como os selecionados pelo US News and World Report, fornecem um resumo das melhores e piores dietas para nossa saúde. No último blog, vimos dietas consideradas mais saudáveis. O painel de notícias classificou 39 dietas para perda de peso, bem como para outras condições de saúde, como saúde cardíaca, diabetes e outros.

Dietas de perda de peso de classificação mais baixa3

Das dietas avaliadas, aquelas relacionadas a problemas de saúde específicos podem ter pontuado baixo para as melhores dietas para perda de peso porque eram destinadas a outras condições e não para controle de peso.

  • A dieta de índice glicêmico (GI) identifica os carboidratos nos alimentos de acordo com seu efeito nos níveis de glicose (açúcar) no sangue. Quanto mais baixo o IG, mais lentamente o alimento é digerido, absorvido e metabolizado. Ela está ligada à mais conhecida dieta Paleo, promovida por perda de peso e alimentação saudável, em # 32.
  • A dieta da fertilidade (# 35), como o nome indica, nunca foi destinada à perda de peso. No entanto, o painel considerou caro, inconveniente e trabalhoso. Ele estava vinculado à popular dieta Whole30.
  • O AIP (Autoimmune Protocol Diet) é projetado para reduzir a inflamação e ajudar as pessoas com doenças autoimunes.
  • A dieta GAPS (síndrome do intestino e psicologia) é uma dieta de eliminação que empatou com a AIP para as duas categorias mais baixas.

A maioria das dietas para perder peso, boas ou ruins, nos ajudará a perder alguns quilos. No entanto, eles podem ser prejudiciais à saúde ou são dietas estruturadas de forma que seja difícil continuar indefinidamente. Das 39 avaliações do painel de notícias, aqui estão os cinco maiores perdedores na ordem inversa.

  • A dieta rápida (# 30) reflete um padrão de alimentação frequentemente referido como dieta 5: 2: você come normalmente durante cinco dias da semana e reduz as calorias para cerca de um quarto da ingestão normal em dois dias não consecutivos da semana. A dieta não orientou sobre alimentação saudável para os dias sem jejum.
  • A dieta Paleo (# 32 amarrada com GI) tem um forte seguimento. A premissa é que, se o homem das cavernas não comeu, nós também não devemos. A dieta é considerada muito limitada para um plano alimentar saudável. Ele restringe o açúcar refinado, legumes, grãos e laticínios e abrange carnes, peixes, aves, frutas e vegetais.
  • A dieta Dukan (# 34) foi classificada entre as mais baixas em várias categorias e a última para as melhores dietas gerais. Os proponentes afirmam que as pessoas que fazem dieta perdem 5 kg na primeira semana e 2 a 4 libras na semana seguinte. Alguns questionam se esta é realmente uma dieta para emagrecer. O painel afirmou que não funciona, e alguém chegou a chamá-lo de idiota. As regras são rigorosas e o protocolo é difícil de seguir.
  • A dieta Whole30 (# 35), de acordo com os desenvolvedores, não é uma dieta, um plano de perda de peso ou uma solução rápida. Supostamente, isso muda sua vida. Por 30 dias, as pessoas que fazem dieta (ou que mudam a vida) restringem o açúcar, os laticínios, os grãos e o álcool. Esta dieta não é recomendada para os fracos de coração e não atende aos padrões do governo para carboidratos.
  • A dieta alcalina (# 37) vem com muitas regras e pouca pesquisa. Um especialista do painel descreveu isso como ridículo. A teoria é que alcalino é bom - ácido é ruim. A dieta é medida por uma escala de pH de 0 a 14 com 7,0 como neutro. Quanto maior o número acima de 7,0, mais alcalina é a substância. Da mesma forma, quanto menor o número abaixo de 7,0, mais ácido. O que comemos tem pouco efeito no pH normal do sangue de 7,35 a 7,45 (ligeiramente alcalino). Aqueles que seguem esta dieta podem ter dificuldade em manter a ingestão adequada de proteínas e cálcio, e a dieta pode eventualmente causar problemas com os níveis de pH do sangue.

Aponto dietas de perda de peso de classificação inferior para que percebamos que só porque uma dieta é popular não a torna uma boa escolha. Se precisar de ajuda para perder peso, consulte um nutricionista especializado em controle de peso. Isto é Mês Nacional da Nutrição portanto, seja qual for a dieta que você escolher, certifique-se de que será útil e não prejudicial.


COMIDA DO JARDIM

Então, o que fizemos naqueles dias frios de inverno com muitos de nós presos por causa das condições climáticas ou da pandemia persistente? Será que desta vez pedia que colocássemos mais comida em nossas bocas, com esperança de que todo o caos - seja lá o que for que havia em nossas vidas - fosse embora? Ou talvez um caso de tristeza beirando a depressão nos fez parar de comer ou comer demais?

Quer leiamos ou não as últimas notícias sobre nutrição ou dieta, a maioria de nós gostaria de uma alimentação mais saudável, e muitos de nós adorariam perder 2,5 quilos ou mais. Às vezes, não sabemos se as dietas especiais são boas ou ruins. Compilações de especialistas, como os selecionados pelo US News and World Report, fornecem um resumo das melhores e piores dietas para nossa saúde. No último blog, vimos dietas consideradas mais saudáveis. O painel de notícias classificou 39 dietas para perda de peso, bem como para outras condições de saúde, como saúde cardíaca, diabetes e outros.

Dietas de perda de peso de classificação mais baixa3

Das dietas avaliadas, aquelas relacionadas a problemas de saúde específicos podem ter pontuado baixo para as melhores dietas para perda de peso porque eram destinadas a outras condições e não para controle de peso.

  • A dieta de índice glicêmico (GI) identifica os carboidratos nos alimentos de acordo com seu efeito nos níveis de glicose (açúcar) no sangue. Quanto mais baixo o IG, mais lentamente o alimento é digerido, absorvido e metabolizado. Ela está ligada à mais conhecida dieta Paleo, promovida por perda de peso e alimentação saudável, em # 32.
  • A dieta da fertilidade (# 35), como o nome indica, nunca foi destinada à perda de peso. No entanto, o painel considerou caro, inconveniente e trabalhoso. Ele estava vinculado à popular dieta Whole30.
  • O AIP (Autoimmune Protocol Diet) é projetado para reduzir a inflamação e ajudar as pessoas com doenças autoimunes.
  • A dieta GAPS (síndrome do intestino e psicologia) é uma dieta de eliminação que empatou com a AIP para as duas categorias mais baixas.

A maioria das dietas para perder peso, boas ou ruins, nos ajudará a perder alguns quilos. No entanto, eles podem ser prejudiciais à saúde ou são dietas estruturadas de forma que seja difícil continuar indefinidamente. Das 39 avaliações do painel de notícias, aqui estão os cinco maiores perdedores na ordem inversa.

  • A dieta rápida (# 30) reflete um padrão de alimentação frequentemente referido como dieta 5: 2: você come normalmente durante cinco dias da semana e reduz as calorias para cerca de um quarto da ingestão normal em dois dias não consecutivos da semana. A dieta deixou de orientar sobre alimentação saudável para os dias sem jejum.
  • A dieta Paleo (# 32 amarrada com GI) tem um forte seguimento. A premissa é que, se o homem das cavernas não comeu, nós também não devemos. A dieta é considerada muito limitada para um plano alimentar saudável. Ele restringe o açúcar refinado, legumes, grãos e laticínios e abrange carnes, peixes, aves, frutas e vegetais.
  • A dieta Dukan (# 34) foi classificada entre as mais baixas em várias categorias e a última para as melhores dietas gerais. Os proponentes afirmam que as pessoas que fazem dieta perdem 5 kg na primeira semana e 2 a 4 libras na semana seguinte. Alguns questionam se esta é realmente uma dieta para emagrecer. O painel afirmou que não funciona, e alguém chegou a chamá-lo de idiota. As regras são rigorosas e o protocolo é difícil de seguir.
  • A dieta Whole30 (# 35), de acordo com os desenvolvedores, não é uma dieta, um plano de perda de peso ou uma solução rápida. Supostamente, isso muda sua vida. Por 30 dias, as pessoas que fazem dieta (ou que mudam a vida) restringem o açúcar, os laticínios, os grãos e o álcool. Esta dieta não é recomendada para os fracos de coração e não atende aos padrões do governo para carboidratos.
  • A dieta alcalina (# 37) vem com muitas regras e pouca pesquisa. Um especialista do painel descreveu isso como ridículo. A teoria é que alcalino é bom - ácido é ruim. A dieta é medida por uma escala de pH de 0 a 14 com 7,0 como neutro. Quanto maior o número acima de 7,0, mais alcalina é a substância. Da mesma forma, quanto menor o número abaixo de 7,0, mais ácido. O que comemos tem pouco efeito no pH normal do sangue de 7,35 a 7,45 (ligeiramente alcalino). Aqueles que seguem esta dieta podem ter dificuldade em manter a ingestão adequada de proteínas e cálcio, e a dieta pode eventualmente causar problemas com os níveis de pH do sangue.

Aponto as dietas de perda de peso de classificação inferior para que percebamos que só porque uma dieta é popular não a torna uma boa escolha. Se precisar de ajuda para perder peso, consulte um nutricionista especializado em controle de peso. Isto é Mês Nacional da Nutrição portanto, seja qual for a dieta que você escolher, certifique-se de que será útil e não prejudicial.


COMIDA DO JARDIM

Então, o que fizemos naqueles dias frios de inverno com muitos de nós presos por causa das condições climáticas ou da pandemia persistente? Será que desta vez pedia que colocássemos mais comida em nossas bocas, com esperança de que todo o caos - seja lá o que for que havia em nossas vidas - fosse embora? Ou talvez um caso de tristeza beirando a depressão nos fez parar de comer ou comer demais?

Quer leiamos ou não as últimas notícias sobre nutrição ou dieta, a maioria de nós gostaria de uma alimentação mais saudável, e muitos de nós adorariam perder 2,5 quilos ou mais. Às vezes, não sabemos se as dietas especiais são boas ou ruins. Compilações de especialistas, como os selecionados pelo US News and World Report, fornecem um resumo das melhores e piores dietas para nossa saúde. No último blog, vimos dietas consideradas mais saudáveis. O painel de notícias classificou 39 dietas para perda de peso, bem como para outras condições de saúde, como saúde cardíaca, diabetes e outros.

Dietas para perda de peso de classificação mais baixa3

Das dietas avaliadas, aquelas relacionadas a problemas de saúde específicos podem ter pontuado baixo para as melhores dietas para emagrecer porque eram destinadas a outras condições e não para controle de peso.

  • A dieta de índice glicêmico (GI) identifica os carboidratos nos alimentos de acordo com seu efeito nos níveis de glicose (açúcar) no sangue. Quanto mais baixo o IG, mais lentamente o alimento é digerido, absorvido e metabolizado. Ela está ligada à mais conhecida dieta Paleo, promovida por perda de peso e alimentação saudável, em # 32.
  • A dieta da fertilidade (# 35), como o nome indica, nunca foi destinada à perda de peso. No entanto, o painel considerou caro, inconveniente e trabalhoso. Ele estava vinculado à popular dieta Whole30.
  • O AIP (Autoimmune Protocol Diet) é projetado para reduzir a inflamação e ajudar as pessoas com doenças autoimunes.
  • A dieta GAPS (síndrome do intestino e psicologia) é uma dieta de eliminação que empatou com a AIP para as duas categorias mais baixas.

A maioria das dietas para perder peso, boas ou ruins, nos ajudará a perder alguns quilos. No entanto, eles podem ser prejudiciais à saúde ou são dietas estruturadas de forma que seja difícil continuar indefinidamente. Das 39 avaliações do painel de notícias, aqui estão os cinco maiores perdedores na ordem inversa.

  • A dieta rápida (# 30) reflete um padrão de alimentação frequentemente referido como dieta 5: 2: você come normalmente durante cinco dias da semana e reduz as calorias para cerca de um quarto da ingestão normal em dois dias não consecutivos da semana. A dieta deixou de orientar sobre alimentação saudável para os dias sem jejum.
  • A dieta Paleo (# 32 amarrada com GI) tem um forte seguimento. A premissa é que se o homem das cavernas não comesse, nós também não deveríamos. A dieta é considerada muito limitada para um plano alimentar saudável. Ele restringe o açúcar refinado, legumes, grãos e laticínios e abrange carnes, peixes, aves, frutas e vegetais.
  • A dieta Dukan (# 34) foi classificada entre as mais baixas em várias categorias e a última para as melhores dietas gerais. Os proponentes afirmam que as pessoas que fazem dieta perdem 5 kg na primeira semana e 2 a 4 libras na semana seguinte. Alguns questionam se esta é realmente uma dieta para emagrecer. O painel afirmou que não funciona, e alguém chegou a chamá-lo de idiota. As regras são rigorosas e o protocolo é difícil de seguir.
  • A dieta Whole30 (# 35), de acordo com os desenvolvedores, não é uma dieta, um plano de perda de peso ou uma solução rápida. Supostamente, isso muda sua vida. Por 30 dias, as pessoas que fazem dieta (ou que mudam a vida) restringem o açúcar, os laticínios, os grãos e o álcool. Esta dieta não é recomendada para os fracos de coração e não atende aos padrões do governo para carboidratos.
  • A dieta alcalina (# 37) vem com muitas regras e pouca pesquisa. Um especialista do painel descreveu isso como ridículo. A teoria é que alcalino é bom - ácido é ruim. A dieta é medida por uma escala de pH de 0 a 14 com 7,0 como neutro. Quanto maior o número acima de 7,0, mais alcalina é a substância. Da mesma forma, quanto menor o número abaixo de 7,0, mais ácido. O que comemos tem pouco efeito no pH normal do sangue de 7,35 a 7,45 (ligeiramente alcalino). Aqueles que seguem esta dieta podem ter dificuldade em manter a ingestão adequada de proteínas e cálcio, e a dieta pode eventualmente causar problemas com os níveis de pH do sangue.

Aponto dietas de perda de peso de classificação inferior para que percebamos que só porque uma dieta é popular não a torna uma boa escolha. Se precisar de ajuda para perder peso, consulte um nutricionista especializado em controle de peso. Isto é Mês Nacional da Nutrição portanto, seja qual for a dieta que você escolher, certifique-se de que será útil e não prejudicial.


COMIDA DO JARDIM

Então, o que fizemos naqueles dias frios de inverno com muitos de nós presos por causa das condições climáticas ou da pandemia persistente? Será que desta vez pedia que colocássemos mais comida em nossas bocas, com esperança de que todo o caos - seja lá o que for que havia em nossas vidas - fosse embora? Ou talvez um caso de tristeza beirando a depressão nos fez parar de comer ou comer demais?

Quer leiamos ou não as últimas notícias sobre nutrição ou dieta, a maioria de nós gostaria de uma alimentação mais saudável, e muitos de nós adorariam perder 2,5 quilos ou mais. Às vezes, não sabemos se as dietas especiais são boas ou ruins. Compilações de especialistas, como os selecionados pelo US News and World Report, fornecem um resumo das melhores e piores dietas para nossa saúde. No último blog, vimos dietas consideradas mais saudáveis. O painel de notícias classificou 39 dietas para perda de peso, bem como para outras condições de saúde, como saúde cardíaca, diabetes e outros.

Dietas de perda de peso de classificação mais baixa3

Das dietas avaliadas, aquelas relacionadas a problemas de saúde específicos podem ter pontuado baixo para as melhores dietas para emagrecer porque eram destinadas a outras condições e não para controle de peso.

  • A dieta de índice glicêmico (GI) identifica os carboidratos nos alimentos de acordo com seu efeito nos níveis de glicose (açúcar) no sangue. Quanto mais baixo o IG, mais lentamente o alimento é digerido, absorvido e metabolizado. Ela está ligada à mais conhecida dieta Paleo, promovida por perda de peso e alimentação saudável, em # 32.
  • A dieta da fertilidade (# 35), como o nome indica, nunca foi destinada à perda de peso. No entanto, o painel considerou caro, inconveniente e trabalhoso. Ele estava vinculado à popular dieta Whole30.
  • O AIP (Autoimmune Protocol Diet) é projetado para reduzir a inflamação e ajudar as pessoas com doenças autoimunes.
  • A dieta GAPS (síndrome do intestino e psicologia) é uma dieta de eliminação que empatou com a AIP para as duas categorias mais baixas.

A maioria das dietas para perder peso, boas ou ruins, nos ajudará a perder alguns quilos. No entanto, eles podem ser prejudiciais à saúde ou têm dietas estruturadas de forma que seja difícil continuar indefinidamente. Das 39 avaliações do painel de notícias, aqui estão os cinco maiores perdedores na ordem inversa.

  • A dieta rápida (# 30) reflete um padrão de alimentação frequentemente referido como dieta 5: 2: você come normalmente durante cinco dias da semana e reduz as calorias para cerca de um quarto da ingestão normal em dois dias não consecutivos da semana. A dieta não orientou sobre alimentação saudável para os dias sem jejum.
  • A dieta Paleo (# 32 amarrada com GI) tem um forte seguimento. A premissa é que, se o homem das cavernas não comeu, nós também não devemos. A dieta é considerada muito limitada para um plano alimentar saudável. Ele restringe o açúcar refinado, legumes, grãos e laticínios e abrange carnes, peixes, aves, frutas e vegetais.
  • A dieta Dukan (# 34) foi classificada entre as mais baixas em várias categorias e a última para as melhores dietas gerais. Os proponentes afirmam que as pessoas que fazem dieta perdem 5 kg na primeira semana e 2 a 4 libras na semana seguinte. Alguns questionam se esta é realmente uma dieta para emagrecer. O painel afirmou que não funciona, e alguém chegou a chamá-lo de idiota. As regras são rigorosas e o protocolo é difícil de seguir.
  • A dieta Whole30 (# 35), de acordo com os desenvolvedores, não é uma dieta, um plano de perda de peso ou uma solução rápida. Supostamente, isso muda sua vida. Por 30 dias, as pessoas que fazem dieta (ou que mudam a vida) restringem o açúcar, os laticínios, os grãos e o álcool. Esta dieta não é recomendada para os fracos de coração e não atende aos padrões do governo para carboidratos.
  • A dieta alcalina (# 37) vem com muitas regras e pouca pesquisa. Um especialista do painel descreveu isso como ridículo. A teoria é que alcalino é bom - ácido é ruim. A dieta é medida por uma escala de pH de 0 a 14 com 7,0 como neutro. Quanto maior o número acima de 7,0, mais alcalina é a substância. Da mesma forma, quanto menor o número abaixo de 7,0, mais ácido. O que comemos tem pouco efeito no pH normal do sangue de 7,35 a 7,45 (ligeiramente alcalino). Those following this diet may have difficulty maintaining adequate protein and calcium intake, and the diet could eventually cause problems with blood pH levels.

I point out lower ranking weight-loss diets for us to realize that just because a diet is popular doesn’t make it a good choice. If you need help in losing weight, consult with a registered dietitian proficient in weight management. Isto é National Nutrition Month so whatever diet you choose, make sure it will be helpful and not harmful.


FOOD FROM THE GARDEN

So, what did we do on those cold winter days with many of us stranded because of weather conditions or the lingering pandemic? Did this time call for stuffing more food into our mouths with hope that all the chaos —whatever that was in our lives—would go away? Or maybe a case of blues bordering on depression caused us to stop eating or to eat too much?

Whether or not we read the latest nutrition or diet news, most of us would like to eat healthier, and many of us would love to lose five pounds or more. Sometimes we don’t know if special diets are good or bad. Compilations from experts, such as those selected by US News and World Report, give a rundown of the best and worst diets for our health. In the last blog, we looked at diets considered the healthiest. The news panel ranked 39 diets for losing weight as well as for other health conditions such as heart health, diabetes, and others.

Lowest Ranking Weight-Loss Diets3

Of diets assessed, those related to specific health issues may have scored low for Best Weight-Loss Diets because they were intended for other conditions and not for weight management.

  • The Glycemic-Index (GI) diet identifies carbohydrates in foods according to their effect on blood glucose (sugar) levels. The lower the GI, the more slowly food is digested, absorbed, and metabolized. It tied with the better-known Paleo diet, touted for weight loss and healthy eating, at #32.
  • The Fertility diet (#35), as the name indicates, was never intended for weight loss. However, the panel considered it expensive, inconvenient, and labor intense. It tied with the popular Whole30 diet.
  • The AIP (Autoimmune Protocol Diet) is designed to reduce inflammation and help those with autoimmune disorders.
  • The GAPS Diet (Gut and Psychology Syndrome) is an elimination diet which tied with AIP for the two lowest ranks.

Most weight-loss diets, good or bad, will help us lose a few pounds. However, they may be unhealthy, or they are diets structured so that they’re difficult to continue indefinitely. From the 39 evaluations of the news panel, here are the top five losers in reverse order.

  • The Fast diet (#30) mirrors a pattern of eating often referred to as the 5:2 diet: you eat normally for five days of the week and reduce calories to about one-fourth of normal intake on two nonconsecutive days of the week. The diet failed to provide guidance on healthy eating for non-fast days.
  • The Paleo diet (#32 tied with GI) has a strong following. The premise is that if the caveman didn’t eat it, neither should we. The diet is considered too limited for a healthy eating plan. It restricts refined sugar, legumes, grains, and dairy and embraces meats, fish, poultry, fruits, and vegetables.
  • The Dukan diet (#34) ranked among the lowest in several categories and last for Best Diets Overall. Proponents claim dieters lose 10 pounds the first week and 2 to 4 pounds the following week. Some question whether this is actually a weight-loss diet. The panel stated it does not work, and one went so far to call it idiotic. Rules are stringent, and the protocol is hard to follow.
  • The Whole30 diet (#35), according to the developers, is not a diet, weight-loss plan, or quick fix. It supposedly changes your life. For 30 days dieters (or life changers) restrict sugar, dairy, grains, and alcohol. This diet isn’t recommended for the faint of heart and fails to meet government standards for carbohydrates.
  • The Alkaline diet (#37) comes with lots of rules and little research. One expert panelist described it as ridiculous. The theory is, alkaline is good—acid is bad. The diet is measured by a 0 to 14 pH scale with 7.0 as neutral. The higher the number above 7.0, the more alkaline a substance. Likewise, the lower the number below 7.0, the more acidic. What we eat has little effect on blood’s normal pH of 7.35 to 7.45 (slightly alkaline). Those following this diet may have difficulty maintaining adequate protein and calcium intake, and the diet could eventually cause problems with blood pH levels.

I point out lower ranking weight-loss diets for us to realize that just because a diet is popular doesn’t make it a good choice. If you need help in losing weight, consult with a registered dietitian proficient in weight management. Isto é National Nutrition Month so whatever diet you choose, make sure it will be helpful and not harmful.


FOOD FROM THE GARDEN

So, what did we do on those cold winter days with many of us stranded because of weather conditions or the lingering pandemic? Did this time call for stuffing more food into our mouths with hope that all the chaos —whatever that was in our lives—would go away? Or maybe a case of blues bordering on depression caused us to stop eating or to eat too much?

Whether or not we read the latest nutrition or diet news, most of us would like to eat healthier, and many of us would love to lose five pounds or more. Sometimes we don’t know if special diets are good or bad. Compilations from experts, such as those selected by US News and World Report, give a rundown of the best and worst diets for our health. In the last blog, we looked at diets considered the healthiest. The news panel ranked 39 diets for losing weight as well as for other health conditions such as heart health, diabetes, and others.

Lowest Ranking Weight-Loss Diets3

Of diets assessed, those related to specific health issues may have scored low for Best Weight-Loss Diets because they were intended for other conditions and not for weight management.

  • The Glycemic-Index (GI) diet identifies carbohydrates in foods according to their effect on blood glucose (sugar) levels. The lower the GI, the more slowly food is digested, absorbed, and metabolized. It tied with the better-known Paleo diet, touted for weight loss and healthy eating, at #32.
  • The Fertility diet (#35), as the name indicates, was never intended for weight loss. However, the panel considered it expensive, inconvenient, and labor intense. It tied with the popular Whole30 diet.
  • The AIP (Autoimmune Protocol Diet) is designed to reduce inflammation and help those with autoimmune disorders.
  • The GAPS Diet (Gut and Psychology Syndrome) is an elimination diet which tied with AIP for the two lowest ranks.

Most weight-loss diets, good or bad, will help us lose a few pounds. However, they may be unhealthy, or they are diets structured so that they’re difficult to continue indefinitely. From the 39 evaluations of the news panel, here are the top five losers in reverse order.

  • The Fast diet (#30) mirrors a pattern of eating often referred to as the 5:2 diet: you eat normally for five days of the week and reduce calories to about one-fourth of normal intake on two nonconsecutive days of the week. The diet failed to provide guidance on healthy eating for non-fast days.
  • The Paleo diet (#32 tied with GI) has a strong following. The premise is that if the caveman didn’t eat it, neither should we. The diet is considered too limited for a healthy eating plan. It restricts refined sugar, legumes, grains, and dairy and embraces meats, fish, poultry, fruits, and vegetables.
  • The Dukan diet (#34) ranked among the lowest in several categories and last for Best Diets Overall. Proponents claim dieters lose 10 pounds the first week and 2 to 4 pounds the following week. Some question whether this is actually a weight-loss diet. The panel stated it does not work, and one went so far to call it idiotic. Rules are stringent, and the protocol is hard to follow.
  • The Whole30 diet (#35), according to the developers, is not a diet, weight-loss plan, or quick fix. It supposedly changes your life. For 30 days dieters (or life changers) restrict sugar, dairy, grains, and alcohol. This diet isn’t recommended for the faint of heart and fails to meet government standards for carbohydrates.
  • The Alkaline diet (#37) comes with lots of rules and little research. One expert panelist described it as ridiculous. The theory is, alkaline is good—acid is bad. The diet is measured by a 0 to 14 pH scale with 7.0 as neutral. The higher the number above 7.0, the more alkaline a substance. Likewise, the lower the number below 7.0, the more acidic. What we eat has little effect on blood’s normal pH of 7.35 to 7.45 (slightly alkaline). Those following this diet may have difficulty maintaining adequate protein and calcium intake, and the diet could eventually cause problems with blood pH levels.

I point out lower ranking weight-loss diets for us to realize that just because a diet is popular doesn’t make it a good choice. If you need help in losing weight, consult with a registered dietitian proficient in weight management. Isto é National Nutrition Month so whatever diet you choose, make sure it will be helpful and not harmful.


FOOD FROM THE GARDEN

So, what did we do on those cold winter days with many of us stranded because of weather conditions or the lingering pandemic? Did this time call for stuffing more food into our mouths with hope that all the chaos —whatever that was in our lives—would go away? Or maybe a case of blues bordering on depression caused us to stop eating or to eat too much?

Whether or not we read the latest nutrition or diet news, most of us would like to eat healthier, and many of us would love to lose five pounds or more. Sometimes we don’t know if special diets are good or bad. Compilations from experts, such as those selected by US News and World Report, give a rundown of the best and worst diets for our health. In the last blog, we looked at diets considered the healthiest. The news panel ranked 39 diets for losing weight as well as for other health conditions such as heart health, diabetes, and others.

Lowest Ranking Weight-Loss Diets3

Of diets assessed, those related to specific health issues may have scored low for Best Weight-Loss Diets because they were intended for other conditions and not for weight management.

  • The Glycemic-Index (GI) diet identifies carbohydrates in foods according to their effect on blood glucose (sugar) levels. The lower the GI, the more slowly food is digested, absorbed, and metabolized. It tied with the better-known Paleo diet, touted for weight loss and healthy eating, at #32.
  • The Fertility diet (#35), as the name indicates, was never intended for weight loss. However, the panel considered it expensive, inconvenient, and labor intense. It tied with the popular Whole30 diet.
  • The AIP (Autoimmune Protocol Diet) is designed to reduce inflammation and help those with autoimmune disorders.
  • The GAPS Diet (Gut and Psychology Syndrome) is an elimination diet which tied with AIP for the two lowest ranks.

Most weight-loss diets, good or bad, will help us lose a few pounds. However, they may be unhealthy, or they are diets structured so that they’re difficult to continue indefinitely. From the 39 evaluations of the news panel, here are the top five losers in reverse order.

  • The Fast diet (#30) mirrors a pattern of eating often referred to as the 5:2 diet: you eat normally for five days of the week and reduce calories to about one-fourth of normal intake on two nonconsecutive days of the week. The diet failed to provide guidance on healthy eating for non-fast days.
  • The Paleo diet (#32 tied with GI) has a strong following. The premise is that if the caveman didn’t eat it, neither should we. The diet is considered too limited for a healthy eating plan. It restricts refined sugar, legumes, grains, and dairy and embraces meats, fish, poultry, fruits, and vegetables.
  • The Dukan diet (#34) ranked among the lowest in several categories and last for Best Diets Overall. Proponents claim dieters lose 10 pounds the first week and 2 to 4 pounds the following week. Some question whether this is actually a weight-loss diet. The panel stated it does not work, and one went so far to call it idiotic. Rules are stringent, and the protocol is hard to follow.
  • The Whole30 diet (#35), according to the developers, is not a diet, weight-loss plan, or quick fix. It supposedly changes your life. For 30 days dieters (or life changers) restrict sugar, dairy, grains, and alcohol. This diet isn’t recommended for the faint of heart and fails to meet government standards for carbohydrates.
  • The Alkaline diet (#37) comes with lots of rules and little research. One expert panelist described it as ridiculous. The theory is, alkaline is good—acid is bad. The diet is measured by a 0 to 14 pH scale with 7.0 as neutral. The higher the number above 7.0, the more alkaline a substance. Likewise, the lower the number below 7.0, the more acidic. What we eat has little effect on blood’s normal pH of 7.35 to 7.45 (slightly alkaline). Those following this diet may have difficulty maintaining adequate protein and calcium intake, and the diet could eventually cause problems with blood pH levels.

I point out lower ranking weight-loss diets for us to realize that just because a diet is popular doesn’t make it a good choice. If you need help in losing weight, consult with a registered dietitian proficient in weight management. Isto é National Nutrition Month so whatever diet you choose, make sure it will be helpful and not harmful.


FOOD FROM THE GARDEN

So, what did we do on those cold winter days with many of us stranded because of weather conditions or the lingering pandemic? Did this time call for stuffing more food into our mouths with hope that all the chaos —whatever that was in our lives—would go away? Or maybe a case of blues bordering on depression caused us to stop eating or to eat too much?

Whether or not we read the latest nutrition or diet news, most of us would like to eat healthier, and many of us would love to lose five pounds or more. Sometimes we don’t know if special diets are good or bad. Compilations from experts, such as those selected by US News and World Report, give a rundown of the best and worst diets for our health. In the last blog, we looked at diets considered the healthiest. The news panel ranked 39 diets for losing weight as well as for other health conditions such as heart health, diabetes, and others.

Lowest Ranking Weight-Loss Diets3

Of diets assessed, those related to specific health issues may have scored low for Best Weight-Loss Diets because they were intended for other conditions and not for weight management.

  • The Glycemic-Index (GI) diet identifies carbohydrates in foods according to their effect on blood glucose (sugar) levels. The lower the GI, the more slowly food is digested, absorbed, and metabolized. It tied with the better-known Paleo diet, touted for weight loss and healthy eating, at #32.
  • The Fertility diet (#35), as the name indicates, was never intended for weight loss. However, the panel considered it expensive, inconvenient, and labor intense. It tied with the popular Whole30 diet.
  • The AIP (Autoimmune Protocol Diet) is designed to reduce inflammation and help those with autoimmune disorders.
  • The GAPS Diet (Gut and Psychology Syndrome) is an elimination diet which tied with AIP for the two lowest ranks.

Most weight-loss diets, good or bad, will help us lose a few pounds. However, they may be unhealthy, or they are diets structured so that they’re difficult to continue indefinitely. From the 39 evaluations of the news panel, here are the top five losers in reverse order.

  • The Fast diet (#30) mirrors a pattern of eating often referred to as the 5:2 diet: you eat normally for five days of the week and reduce calories to about one-fourth of normal intake on two nonconsecutive days of the week. The diet failed to provide guidance on healthy eating for non-fast days.
  • The Paleo diet (#32 tied with GI) has a strong following. The premise is that if the caveman didn’t eat it, neither should we. The diet is considered too limited for a healthy eating plan. It restricts refined sugar, legumes, grains, and dairy and embraces meats, fish, poultry, fruits, and vegetables.
  • The Dukan diet (#34) ranked among the lowest in several categories and last for Best Diets Overall. Proponents claim dieters lose 10 pounds the first week and 2 to 4 pounds the following week. Some question whether this is actually a weight-loss diet. The panel stated it does not work, and one went so far to call it idiotic. Rules are stringent, and the protocol is hard to follow.
  • The Whole30 diet (#35), according to the developers, is not a diet, weight-loss plan, or quick fix. It supposedly changes your life. For 30 days dieters (or life changers) restrict sugar, dairy, grains, and alcohol. This diet isn’t recommended for the faint of heart and fails to meet government standards for carbohydrates.
  • The Alkaline diet (#37) comes with lots of rules and little research. One expert panelist described it as ridiculous. The theory is, alkaline is good—acid is bad. The diet is measured by a 0 to 14 pH scale with 7.0 as neutral. The higher the number above 7.0, the more alkaline a substance. Likewise, the lower the number below 7.0, the more acidic. What we eat has little effect on blood’s normal pH of 7.35 to 7.45 (slightly alkaline). Those following this diet may have difficulty maintaining adequate protein and calcium intake, and the diet could eventually cause problems with blood pH levels.

I point out lower ranking weight-loss diets for us to realize that just because a diet is popular doesn’t make it a good choice. If you need help in losing weight, consult with a registered dietitian proficient in weight management. Isto é National Nutrition Month so whatever diet you choose, make sure it will be helpful and not harmful.


Assista o vídeo: A DIETA DO OVO COZIDO: Perca 10 kg em 2 Semanas! (Dezembro 2021).