Receitas tradicionais

Coquetel De Sorvete De Coelho Parvo

Coquetel De Sorvete De Coelho Parvo

  • Prep 10min
  • Total10min
  • 2 porções

Cereais coloridos Trix ™ combinados com licores deliciosos e vodka de baunilha neste sorvete exclusivo para adultos.MAIS +MENOS-

ByTBSP Cozinhas

Criado em 9 de fevereiro de 2015

Ingredientes

2

colheres de sopa de licor de creme de cacau

2

colheres de sopa de licor de creme de noyaux

1

colher de sopa de vodka de baunilha

1/2

xícara de cereal Trix ™ e mais para enfeitar, se desejar

Passos

Esconder Imagens

  • 1

    No liquidificador, coloque todos os ingredientes, exceto cereais. Cobrir; misture até ficar homogêneo. Adicione o cereal; cubra e misture até ficar homogêneo.

  • 2

    Despeje em 2 copos. Se desejar, cubra com cereais adicionais. Sirva imediatamente.

Informação nutricional

Fatos Nutricionais

Porção: 1 porção
Calorias
540
Calorias da gordura
200
% Valor diário
Gordura total
22g
34%
Gordura saturada
13g
67%
Gordura trans
1g
Colesterol
85mg
29%
Sódio
200mg
9%
Potássio
430mg
12%
Carboidrato total
67g
22%
Fibra Alimentar
2g
7%
Açúcares
56g
Proteína
7g
% Valor diário*:
Vitamina A
20%
20%
Vitamina C
4%
4%
Cálcio
30%
30%
Ferro
8%
8%
Trocas:

0 amido; 0 fruta; 0 Outro carboidrato; 0 Leite desnatado; 0 Leite com baixo teor de gordura; 0 Leite; 0 Vegetal; 0 Carne Muito Magra; 0 Carne Magra; 0 Carne com alto teor de gordura; 0 gordura;

Escolha de carboidratos

4 1/2

* Valores diários baseados em uma dieta de 2.000 calorias.


16 Sweet Mocktails: Perfeito para a próxima Sweet 16th Birthday Party

O aniversário de 16 anos de um jovem é uma ocasião divertida e importante. Comemore este fantástico rito de passagem com deliciosos coquetéis elegantes, sem álcool!

Eles apreciarão as bebidas que parecem adultas, e você apreciará uma guloseima saborosa que é surpreendentemente sem álcool.

1) Cubos de gelo de frutas

Esses cubos de gelo cheios de frutas farão com que até um simples copo de água pareça um saboroso coquetel inspirado no verão!

2) Virgin Mojitos

3) Mocktail de verão

Este coquetel falso conhecido como & # 8220Midsummer Mocktail & # 8221 é perfeito para uma festa temática de Shakespeare ou de época.

4) Tiros, tiros, tiros (de leite)!

(crédito da imagem: NY Daily News)

Deixe que essas doses de biscoito + leite, criadas pelo inventor do Cronut, inspirem você para sua festa Sweet 16.

5) Virgin Twisted Strawberry Colada

Sirva esta bebida saborosa em copos clássicos de margarita para uma experiência faux-tastic!

6) Atomic Cat Mimosas

Esta versão virgem de uma mimosa está perfeitamente ligada ao tema para um brunch ou tema inspirado em Breakfast at Tiffany & # 8217s.

7) Punch Tiffany

(crédito da imagem: Eat, Drink, Pretty)

Falando em Breakfast at Tiffany & # 8217s & # 8230, este mocktail azul da Tiffany é a bebida perfeita de escolha!

8) Punch de melancia

(crédito da imagem: Martha Stewart)

Este display divertido e receita deliciosa tornam o álcool obsoleto.

9) Mocktini de chocolate

Porque tudo fica mais gostoso quando servido em uma taça de martini.

10) Bomba de cereja

(crédito da imagem: Martha Stewart)

Um jovem de 16 anos é muito velho para os Templos de Shirley, mas muito jovem para coquetéis. A solução? Esta receita apropriada para a idade!

11) Margaritas de morango

(crédito da imagem: Love To Know)

Para um doce 16 com tema de festa, esta margarita de morango virgem é obrigatória.

12) Sparkler de frutas

Esta versão saborosa é uma versão do clássico borrifador de vinho.

13) Corações de canela

(crédito da imagem: The Life Nostalgic)

Só porque seu bebê está crescendo, não significa que você tenha que renunciar completamente à inocência da infância. Sirva esta guloseima saborosa que ainda é doce, mas atrevida o suficiente para um doce 16.

14) Shots de sorvete de caramelo salgado

(crédito da imagem: Maryland Plastics)

Acho que o título diz tudo. Este delicioso petisco deve ser apreciado por todos na festa.

15) Limão de manjericão de morango

Esta é essencialmente a receita de um smoothie ultra-saboroso, mas despeje em um copo chique e decore com um canudo caprichoso para um upgrade de mocktail instantâneo.

16) Virgin Bailey Shots

Seus jovens convidados vão se sentir extremamente chiques ao tirar & # 8220 fotos & # 8221 desta versão de baile de simulação.


Loopy Fiasco no London Cocktail Club

O London Cocktail Club é um dos bares mais badalados de Londres, então não é nenhuma surpresa que eles aderiram ao movimento dos coquetéis de Páscoa deste ano. Seu Loopy Fiasco contém Stoli Vanilla Vodka, Mozart White Chocolate Licor, leite, geléia de morango e água de rosas. Abra caminho pelo colorido monte de Fruit Loops e sente-se e relaxe enquanto a mistura de rosa rosado embaixo o leva de volta à sua infância, onde coisas bobas como contas e impostos não existiam.


Por que espero que os coquetéis dos anos 1970 nunca voltem

Nosso colunista olha para um guia de coquetéis da era disco e recua de horror.

David Wondrich

Mirrorpix / Getty

Pareceu uma ótima ideia. Peça aos editores de uma revista popular que está conectada diretamente ao zeitgeist atual para escolher 100 dos melhores bares da América, pegue uma receita de bebida ou três de cada, fotografe um monte deles e, em seguida, coloque o nome da sua marca acima do título.

Se você pedisse a mim e ao meu colega Daily Beast Half-Full Cocktail Commandos para montarmos uma coisa dessas hoje, quero dizer, quem está mais ligado ao espírito da época, realmente? (jk — don't @ us) —você acabaria com receitas de bares como, para escolher uma amostra aleatória, La Factoria em Old San Juan, Sweet Liberty em Miami, o Belmont em Charleston, o Ticonderoga Club em Atlanta , Petworth Citizen em Washington DC, The Oyster House na Filadélfia e através do Nordeste, Midwest, New Orleans, Texas e as Montanhas Rochosas até o Tiki Ti em Los Angeles, Prizefighter em Oakland, Tommy's em San Francisco, Pépé le Moko em Portland e Rumba em Seattle.

As bebidas seriam ricas em rum destilado e destilado localmente, whisky de centeio destilado localmente, sherries de bodegas interessantes, amari italiano raro, mezcais de uma única aldeia, arbustos de vinagre, sucos de frutas frescos e sazonais e xaropes complexos feitos em casa. As bebidas que beneficiavam de serem mexidas seriam mexidas, as que deveriam ser mexidas seriam agitadas, os cubos de gelo seriam grandes e perfeitamente límpidos, as guarnições inventivas e saborosas, os nomes das bebidas enigmáticos e alusivos. E daqui a quarenta anos as pessoas estarão zombando de todos eles.

Essa, de qualquer maneira, é uma das lições que tirei de um livrinho interessante que aprendi recentemente em um celeiro de antiguidades em Hawley, Pensilvânia: Benson & amp Hedges 100's Presents Drink Recipes from 100 of the Greatest Bars. Benson & amp Hedges, para aqueles de vocês que são membros da geração Vape, era uma marca de cigarro conhecida por ser tão longa - 100 milímetros inteiros, ou cerca de quatro polegadas, que é um pouco mais de meia polegada a mais do que uma fumaça padrão - que você está sempre entendendo as pontas das coisas de maneiras divertidas e fotogênicas. Isso é o que os anúncios tentaram convencer você, de qualquer maneira. Eu nunca fumei.

Qualquer forma. O pessoal da Philip Morris, dono da Benson & amp Hedges, achou que seu dinheiro de publicidade seria bem gasto com a publicação de uma série de livros de receitas ligados ao número 100. Depois de alguns volumes de 100 das Melhores receitas do mundo, editado por Craig Claiborne e James Beard, nada menos, e 100 receitas de 100 dos melhores restaurantes, em 1979 eles voltaram suas atenções para bebidas e bares.

Para editar a lista, eles foram para Playboy. Isso foi muito bom para a cobertura de bebidas: com certeza, Escudeiro dedicou uma coluna ocasional ao que o sofisticado e cansado urbano estava bebendo, e Gourmet ficou feliz em imprimir a receita do drink com as uvas congeladas que você teve uma vez naquela pousada nas montanhas de Portugal, se você escreveu e pediu com carinho, mas Playboy tinha o maior número de anúncios de bebidas, os melhores artigos sobre bebidas, publicou o maior e mais popular livro de bebidas (lançado naquele ano em uma edição nova e aprimorada) e tinha Thomas Mario - ou “Thomas Mario”, visto que seu nome verdadeiro era Sidney Aptekar .

Mario tinha sido o editor de comida e bebida de Hugh Hefner desde que fundou a revista e, embora tivesse muita concorrência no lado da comida quando se tratava de especialistas nacionais, no lado da bebida ele praticamente estava sozinho. Como Colman Andrews, ex-editor da Saveur revista, escreveu no Daily Meal após a morte de Hugh Hefner em 2017, "Se você se preocupa com comida e bebida, o que quer que você pense sobre seu fundador, você deve saber que Playboy foi por muitos anos um articulado, inovador e influente fornecedor de informações sobre as artes gastronômicas. ”

E ainda. O livro é - como posso dizer? - terrivelmente aterrorizante. Não é 100 por cento Cujo: um pequeno punhado dos bares incluídos são clássicos perenes, e as bebidas com que contribuíram são as que vêm preparando há gerações. Mas o 21 Club's Southside, o Buena Vista Café's Irish Coffee e o Polo Lounge's Punch não são muito quando você os coloca em uma parte da escala e na outra você tem dezenas e dezenas de criações, como uma coisa chamada “Pete's Peach”: uma onça de Southern Comfort, uma onça de grenadine e meia onça de suco de limão, misturado com gelo e um quarto de um pêssego enlatado e despejado em uma taça de champanhe (hoje em dia, aquele onça de grenadine serviria para alimentar um bar de coquetéis por uma semana).

Essa bebida foi contribuída pelo venerável Sazerac Bar do Roosevelt Hotel, em New Orleans, que deveria saber melhor. Mas outros bares tradicionais contribuíram com bebidas igualmente horríveis: o Oak Bar no Plaza Hotel - onde Cary Grant estava bebendo o clássico de Hitchcock North by Northwest quando ele foi chamado ao telefone e erroneamente identificado como um espião - enviado um "Atlantic Breeze" que parece um Harvey Wallbanger fodido, mas mais fraco e mais doce, enquanto o lindo velho bar Pied Piper do San Francisco's Palace Hotel enviou um “Pied Piper Fizz” que tenta equilibrar uma onça e meia de suco de limão com uma mera colher de chá de açúcar e tenta cobrir a bagunça com duas onças de creme de leite.

E esses são os bares da linha antiga, que representam apenas 20 dos 100 bares. Deixa lugares como Elevation 92 (Anchorage), Daisy Buchanan (Boston), The Mutiny (Coconut Grove, Flórida), Yesterdays (Los Angeles), Lettuce (Wichita), Maggie McFly's Saloon (Santa Barbara), a mágica Time Machine ( San Antonio), Good Time Emporium de Rosie O'Grady (Orlando), The Original Bobby McGees Conglomeration (Scottsdale) e, claro, Shenanigan's (Phoenix). Ah, e não vamos esquecer Crisis Hopkins, em San Francisco.

Folheando as bebidas enviadas por esses lugares, você encontra uma quantidade enorme de liquidificadores (70, pelas minhas contas, de um total de 190). Isso, por si só, não é condenatório, pois há boas bebidas no liquidificador. Mas as receitas! Aqui está um com uma onça de conhaque, meia onça cada de triple sec e grenadine, e "ponche de frutas de 6 onças, resfriado." Se o álcool não deixa você chapado - e com essa quantidade, não vai - o açúcar vai, de uma maneira que você deve jogar até o último jogo no Chuck-E.-Cheese. E que tal o “Lettuceade” (de, é claro, Alface): uma onça e meia de vodka com oito onças de sorvete de laranja, mais suco de laranja, misturado, despejado em uma taça de conhaque gigante e coberto com chantilly e uma cereja. Se isso for muito azedo para você, eles também podem fazer para você um "Urso de Chocolate da Neve", com uma onça e meia de amaretto, uma onça de creme de cacau, mais oito onças de sorvete de baunilha, um esguicho de chocolate xarope e algumas gotas de extrato de baunilha, de longe o líquido mais potente da coisa. Misture e, naturalmente, cheire. Melhor comprar mais tokens de jogo.

Não quero implicar com Wichita. As grandes cidades são igualmente ruins: Jimmy's Milan na Filadélfia interveio com um podre de dentes apresentando duas partes de Galliano e uma parte de vermute doce, enquanto Harrison's em Peachtree em Atlanta vê o Chocolate Snow Bear e o cria sabe Deus quantos com dois onças de Kahlua e misturando-as não apenas com 180 gramas de sorvete de baunilha, mas também com 60 gramas de ovo inteiro. Por cima noz-moscada, para o toque clássico. O famoso Maxwell's Plum, em Nova York, faz seu “Fresh Mint Daiquiri” também no liquidificador, com hortelã fresca, com certeza, além de rum porto-riquenho, suco de limão e açúcar - só tem uma onça e meia de o suco, que é um quarto de onça a mais do que o rum, e meia onça de açúcar superfino. Ah, e três quartos de onça de crème de menthe, só para ter certeza de que tem um gosto bom e mentolado.

Isso não é mixologia, pelo menos não da maneira como era ensinada antes da Lei Seca ou por pioneiros modernos como Dale DeGroff, Audrey Saunders, Murray Stenson, Gary Regan, Julie Reiner ou o falecido Sasha Petraske. Repetidamente, o livro oferece bebidas em que as únicas bebidas alcoólicas são os licores, onde os sucos são medidos pela xícara e o creme pela metade e um quarto da xícara, onde banana é combinada com chocolate com hortelã e abacaxi é combinada com tudo. Muito freqüentemente, não há equilíbrio, nenhuma construção artística de um todo que transcende a soma de suas partes. Benson & amp Hedges conseguiu que as melhores pessoas escolhessem os melhores drinks dos melhores bares, e ainda acabou com algo que é, no geral e com exceções significativas, um monte de merda fumegante.

Mas não vamos ficar muito presunçosos. Em 1979, quando essa atrocidade foi compilada, o tipo de bebida que registra já estava em seu ponto de decadência. Ela vinha sendo construída há vinte anos, substituiu, mais ou menos, o que quer que viesse antes, e agora era a ortodoxia da terra, a ponto de até pessoas que deveriam saber melhor - estou olhando para você, Carvalho Bar - foram sugados para dentro.

Quando as coisas chegam a esse estágio, pioneiros como Pat O’Brian’s, TGI Friday’s e Maxwell’s Plum são abafados pelos me-toos dos Conglomerados Shenanigan’s e Original Bobby McGees deste mundo. Pessoas que estão apenas fazendo o que vêem outras pessoas fazendo, sem se preocupar com o porquê ou tentar entender os princípios da coisa ou se importar muito como tudo se encaixa com o gosto real. Claro, suas bebidas são absurdas, mas as de todo mundo também, então deve estar tudo bem.

Em 1989, todo mundo estava bebendo vodka Martinis, Long Island Iced Teas (que pelo menos tem bebida) e Cosmopolitans e essas coisas estavam praticamente mortas.

Você vê onde estou indo com isso. Se eu tivesse que montar um livro como este hoje, uma vez que passei pelos bares que estão na minha zona de conforto, como os listados acima, que sempre mantêm os olhos nos fundamentos, não tenho certeza de que faria t acabar com um livro tão bobo quanto este. É possível que todos os ingredientes da moda que listei acima sejam sorvete, ponche de frutas e Kahlua de nosso tempo. Que, em mãos pouco curiosas, eles podem tornar as bebidas tão desequilibradas quanto as do livro Benson & amp Hedges. Onde aqueles eram muito doces, estes são muito amargos onde estavam muito fracos, estes são muito embriagados onde eles mimavam muito, estes são muito pouco saborosos.

Em suma, é melhor ser como o Scandia, o restaurante escandinavo tradicional na Sunset Strip de Los Angeles, que contribuiu com algumas variações simples, conservadoras, mas não monótonas, baseadas em aquavit do livro Bloody Mary to the Benson & amp Hedges, do que ser como Bananas! (com o ponto de exclamação), de Boulder, Colorado, cujo “Strawberry Banana Split” e “Lola Granola” são para beber como assistir Jell-O wrestling é para sexo.


10 coquetéis essenciais que você pode fazer em casa

Coquetel Negroni fotografado em San Francisco na terça-feira, 7 de abril de 2009.

13 de 15 The Aviation cocktail fotografado em San Francisco na terça-feira, 7 de abril de 2009. Eric Luse / The Chronicle Mostrar mais Mostrar menos

14 de 15 Ramos Gin Fizz cocktail fotografado em San Francisco na terça-feira, 7 de abril de 2009. Eric Luse / The Chronicle Mostrar mais Mostrar menos

O chefe me pediu para fazer uma lista de dez drinques que você precisa aprender a fazer se quiser manter a cabeça erguida neste mundo de especialistas em coquetéis. Embora não tenha sido fácil mantê-lo em 10, estou bastante satisfeito com as bebidas que acabamos oferecendo. Digo "nós" porque o Chefe desempenhou um papel aqui. E você deveria estar feliz por ele ter feito isso. Sem ele, você pode ter uma lista de 10 estilos diferentes de Manhattans.

Se você aprender a fazer as bebidas que expliquei aqui, seu repertório será diversificado o suficiente para convencer qualquer pessoa de que você tem uma boa mãozinha com um shaker. Se você não aprender a fazê-los, poderá se sentir um pouco incomodado. Estou planejando aparecer na sua porta na próxima semana para testá-lo. Tenha bastante gelo à mão. E muito uísque também.

Antes de irmos para os coquetéis, no entanto, talvez fosse bom se eu apontasse alguns fatos bastante simples, mas muitas vezes esquecidos, sobre como preparar bebidas em geral.

- É melhor agitar um coquetel sobre o gelo por pelo menos 10 segundos e, se estiver mexendo, dobre o tempo. Menos que isso e sua bebida não estarão suficientemente frios, e também não conterá água suficiente derretida do gelo para tornar o coquetel "gulpable". A água acalma a alma do espírito na bebida.

- Sirva bebidas geladas em copos gelados.

- As receitas não são escritas em pedra. A menos que nomes específicos de marcas sejam exigidos no caso de cada ingrediente, tente olhar as receitas como diretrizes.

Uma boa maneira de dominar isso é provar seus ingredientes individualmente antes de preparar a bebida pela primeira vez. Agora siga a receita com precisão e experimente a bebida. Se for muito "isso" ou não "aquilo" o suficiente, pense em cada ingrediente e altere as proporções dos ingredientes de acordo. Agora você está pensando como um barman.

- Não use aquelas cerejas vermelhas com sabor de maçapão e nariz de palhaço. Você pode comprar cerejas maraschino Luxardo online se sua loja de alimentos gourmet não vendê-las, ou você pode fazer como o Windmill Lounge em Dallas, Texas, e marinar algumas cerejas congeladas no licor maraschino Luxardo por no mínimo dois dias. De qualquer maneira, se você usar um desses, vai deixar seus amigos geeks de coquetéis de joelhos.

- Faça um xarope simples dissolvendo 1 xícara de açúcar granulado em 1 xícara de água morna. Deixe esfriar e guarde na geladeira.

Tenho mais uma coisa a acrescentar, e é uma informação que todos os bons bartenders sabem: preparar bebidas é fácil. Não se deixe intimidar. É moleza. Honesto.

Agora, o que não é fácil é ser um bartender: ser capaz de lidar com uma infinidade de pessoas - proprietários, gerentes, garçons, chefs e convidados que podem incluir advogados, merceeiros, motociclistas e especialistas em quase todos os assuntos sob o sol - enquanto faz bebidas, fazendo trocos, fazendo guarnições chiques e chamando a atenção para o cliente que você espera que fique por aqui até o fim do seu turno. Nem por um momento pense que, porque você pode fazer bebidas, pode ser um ótimo bartender.

Mas aprender a fazer ótimas bebidas? É muito fácil.

Dentro: A receita quintessencial para 10 coquetéis clássicos, além de dicas para guardar na carteira sobre como estocar o bar caseiro.

Estocando o armário de bebidas

Enquanto Gary Regan trabalhava arduamente para escolher seus 10 coquetéis imperdíveis, nos perguntamos: quanto custaria estar totalmente preparado para mostrar suas habilidades no bar? (Claramente, fomos escoteiros no passado distante.)

Para fazer todas as 10 dessas bebidas, são necessários ingredientes especiais. Alguns estão disponíveis em mini-frascos, mas o custo pode levá-lo a se tornar um mestre de, digamos, oito em 10. A menos que o Aviation clame para ser sua bebida de assinatura - ou você não está apegado a sua formulação original - você pode passar o creme de violette.

Ainda assim, você pode estocar totalmente uma barra, e de forma respeitável, por menos de US $ 250. Aqui está um roteiro prático, usando preços nas lojas da Bay Area (garrafas de 750 ml, exceto conforme indicado). O arrojado carrinho de bar tem um custo extra.

Vodka: Não se preocupe em ostentar. Skyy de propriedade local ($ 15) ou Tito's ($ 18) de Austin, Texas, são ambos muito bons. Mas Smirnoff (US $ 13) funciona muito bem e deixa você com dinheiro para outras coisas. Custo: $ 13

Gin: O quanto você gosta de gim determinará suas despesas. Para coquetéis básicos, Beefeater ($ 17) ou Broker's ($ 20) são mais do que suficientes. Eu mesmo, pularia a vodka e gastaria um pouco com gim: Plymouth, Martin Miller, Damrak e as estrelas americanas Bluecoat e 209, todos pairando em torno de US $ 30. Custo: $ 17

Uísque: Para fins de coquetel, escolha dois entre bourbon, centeio e uísque misturado. Se os hóspedes são tão exigentes quanto ao uísque, podem trazer o seu próprio. Para a Scotch, Famous Grouse (US $ 19) continua apresentando desempenho superior. Para o bourbon, uma escolha de valor é Evan Williams Black Label (US $ 10), até a cadeia Elijah Craig 12-Year (US $ 20) e nossa escolha, Buffalo Trace (US $ 21). Mas o centeio causará uma impressão maior. Experimente o Rittenhouse 100 Proof ($ 20) ou seu primo 80-proof ($ 18). Custo: $ 39 (Famous Grouse and Rittenhouse 100)

Rum: Rum envelhecido parece ser o caminho a percorrer, especialmente depois que a temporada das Trevas e Tempestades chegar. O bom rum envelhecido não é barato, mas o Barbancourt de 8 anos (US $ 26), ou mesmo o da marca haitiana de 4 anos (US $ 20) ou o branco (US $ 19) oferecem profundidade e prova um pouco mais alta. Custo: $ 26

Conhaque: Escolha difícil, porque mostra a qualidade. Algumas escolhas confiáveis: Hardy VS Cognac ($ 26), Ferrand Ambre Cognac ($ 33) e Asbach Uralt ($ 28) da Alemanha. Os backups incluem Hennessy VS ($ 25) e Korbel VSOP ($ 14). Custo: $ 26.

Tequila: Uma barra adequada inclui uma amostra de 100 por cento de agave (marcada na garrafa). No entanto, as opções acessíveis são difíceis de encontrar. Procure por Milagro Silver ($ 25), Cabrito Reposado ($ 20) ou Pueblo Viejo Reposado ($ 25). Custo: $ 25

Licores e bitters: Você pode economizar com coisas como triple sec barato, caso em que suas bebidas serão uma droga. Em vez disso, escolha suas necessidades com cuidado. O Real Cointreau é mais econômico no tamanho de 1 litro (US $ 42). Outros itens essenciais: licor Luxardo Maraschino (US $ 28) e Campari (US $ 24). Compre outros em tamanhos de 50 ml conforme necessário, eles permanecerão mais frescos. Uma garrafa de bitters Angostura (US $ 6) é obrigatória. Custo: $ 72 (Cointreau, Campari, Angostura bitters)

Vermute: Compre garrafas pequenas e mantenha-as na geladeira. Noilly Prat (para seco) e Martini & amp Rossi (para doce) vêm em tamanhos de 375 ml (US $ 4). Custo: $ 8

Equipamento: Um shaker de aço (US $ 6) com vidro de mistura do tamanho de um litro (US $ 3). Jigger ($ 3). Colher de barra ($ 2). Filtro ($ 2,50). Custo: $ 16,50


Onde você pode conseguir o Milkshake na segunda-feira no IHOP?

Em 10 de maio, o IHOP está declarando o Milkshake na segunda-feira. Por apenas um dia, milkshakes serão tudo o que você puder comer (beber) em 19 locais do IHOP em Long Island, Nova York. A oferta do menu especial estará disponível a partir das 12h00. até as 20h HUSA.

A oferta especial é uma ótima desculpa para saborear aquele milkshake caseiro. Disponível em quatro sabores, os milkshakes apresentam sorvete premium com conchas à mão, baunilha, leite de verdade e cobertura batida.

Embora o evento especial tenha um pouco de humor ligado a ele, há uma grande história por trás da promoção especial. O Milkshake Monday vai arrecadar fundos para o Comedy Gives Back.

Em todos os locais do IHOP em todo o país, cada milkshake vendido vai gerar uma doação de US $ 1 para o Comedy Gives Back. (até US $ 50.000 serão doados para a organização) Como Amber J. Lawson, CEO da Comedy Gives Back disse, & ldquoUma refeição deliciosa de panquecas e milkshakes pode fazer você feliz a qualquer hora do dia, e embora todos nós poderíamos rir agora , alguns poderiam usar muito mais. & rdquo

Como muitas pessoas no ano passado, os comediantes têm lutado porque os locais permaneceram fechados. Com o Comedy Gives Back, a organização é a & ldquothe rede de segurança sem fins lucrativos da comunidade da comédia que ajuda comediantes em dificuldades que perderam toda a renda devido ao fechamento forçado de clubes e locais de comédia pelo COVID-19. & Rdquo

Em 10 de maio, segunda-feira não tem carne ou precisa de motivação. Esta segunda-feira é a segunda-feira do Milkshake e é o motivo perfeito para ir ao IHOP e desfrutar de um milkshake por uma boa causa.


38 coquetéis de Halloween fáceis de tirar o fôlego

Com o Halloween se aproximando, você pode estar planejando comemorar de uma maneira diferente este ano. Talvez você esteja evitando a tradicional festa à fantasia em vez de uma noite aconchegante entalhando abóboras e comendo lanches assustadores. Sondar sua rua? Excelente! Mas você também precisará de algumas bebidas que combinem com o tema - e é aí que esses coquetéis fáceis de Halloween também são úteis.

Quer você goste de coquetéis com gim ou com tequila, ou talvez rum seja a sua bebida preferida, há definitivamente uma receita para você. Apenas certifique-se de beber com responsabilidade (e talvez não todos ao mesmo tempo!)

Adicione 50ml de gim lunar Hendrick & rsquos novo a um copo alto cheio de gelo. Complete com Ginger Ale Premium e decore com 3 rodelas de pepino e um toque de casca de limão.

Despeje 50ml de PATR & OacuteN Silver em um copo resfriado. Adicione 150ml de cerveja de gengibre, cubra com Cr & egraveme de Cassis e coloque uma rodela de limão para enfeitar. Refrescante.

Em uma coqueteleira cheia de gelo, combine 35ml PATR & OacuteN Silver, 15ml PATR & OacuteN Citr & oacutenge Orange Licor, 15ml de suco de limão e 1 colher de bar de xarope de baunilha. Agite e coe em um cupê, enfeitando com uma roda laranja desidratada.

Sobre um copo de gelo em cubos, despeje 50ml de PATR & OacuteN A & ntildeejo, 1 barra de xarope de milho doce com caramelo e 1 pitada de bitters. Mexa com uma colher de bar e decore com uma casca de laranja.

Em uma tigela de ponche, despeje 1 parte de Slingsby Gooseberry Gin, 1 parte de suco de maçã turvo, & frac12 partes de suco de limão, & frac14 sabugueiro cordial e um complemento de Prosecco. Enfeite com folhas de hortelã, pepino fatiado e uvas brancas.

Misture o corante vermelho e o xarope de milho em um prato raso, rode uma taça de martini com a calda. Combine 1 onça Smirnoff No. 21 Vodka, 3 onças de suco de cereja preta e 0,50 onças de licor de laranja em uma coqueteleira com gelo. Despeje em uma taça de martini e decore com uma cereja preta.

Combine 1 0z de Smirnoff Green Apple Vodka e 0,5 onças de Kissed Caramel Vodka em uma coqueteleira com gelo. Despeje em uma taça de martini e cubra com 3 onças de refrigerante de maçã verde. Enfeite com uma casca de maçã Granny Smith.

Em um copo cheio de gelo picado, misture 50ml de uísque Ardbeg Wee Beastie, 20ml de suco de limão e 10ml de xarope de baunilha. Depois de combinado, regue com 15ml de licor de amora e decore com um raminho de hortelã e amoras.

Em um copo de mistura, misture 50ml de Ardbeg Wee Beastie, 20ml de vermute doce e 2 traços de angostura amargo. Coe em um copo cupê e decore com um toque de laranja e uma cereja.

Despeje 35ml de Gin Caorunn, 40ml de Arbusto de Abóbora Temperado, 50ml de Água Soda e 5 Dashes Peychaud & Rsquos Bitter sobre um copo alto cheio de gelo. Enfeite com cinza de abóbora descartada.

Depois de dar ao copo uma borda de sal e açúcar, encha-o com gelo. Em seguida, em uma coqueteleira, misture 50ml Jose Cuervo Especial Silver, 25ml de Suco de Limão Fresco, 30ml de Suco de Laranja de Sangue e 15ml de Xarope de Agave, agitando bem antes de coar para o copo. Enfeite com rodas de limão e laranja.

Em um copo alto, misture 50ml de The Sexton Single Malt com 25ml de suco de limão e 12,5ml de gomme (xarope de açúcar). Cubra com água de soda e adicione 15ml de xerez doce, antes de enfeitar com uma rodela de limão.

Misture um 1cm² de gengibre com 5ml de Supasawa (um mixer não alcoólico super ácido) em uma coqueteleira, antes de adicionar 30ml de Rum Kraken, 25ml de Porto Tawny, 20ml de Chambord e 10ml de Campari. Esprema em uma casca de laranja, antes de despejar em um copo e consumir.

Em uma taça de martini, misture seis partes de Crystal Head Onyx Vodka e uma parte de Tio Pepe (ou outro xerez seco), antes de enfeitar com raspas de grapefruit e duas uvas congeladas.

Adicione 25ml de Chase Seville Marmalade Gin, 25ml de Licor Countreau, 25ml de Lillet Blanc e 25ml de Suco de Limão (com 1 pitada de absinto, se desejar) em uma coqueteleira e agite até que esteja totalmente combinado e resfriado. Coe duas vezes em um copo cupê e decore com um toque de casca de laranja fresca.

A cor roxa escura torna este super

. Adicione 5 folhas de manjericão a um copo alto com 2 colheres de chá de açúcar mascavo macio e o suco de meio limão. Amasse suavemente e despeje 50ml de Rum Kopparberg Dark Fruit Spiced e 125ml de água com gás. Adicione o gelo picado, bata delicadamente e decore com uma roda de limão, raminho de manjericão e amoras.

Misture 35ml Grey Goose Original & # 8203, 35ml de suco de romã fresco & # 820310ml XO Cognac & # 8203, 10ml Cr & egraveme de cassis & # 8203 e 10ml de água de cravo & # 8203 (1 dente em infusão por 8 horas) & # 8203, antes de servir com uma amora preta em uma vara.

Despeje 25ml de BACARD & Iacute Carta Blanca em um copo com 15ml de Midori, 15ml de licor de pêra, 25ml de suco de maçã e 15ml de suco de limão. Enfeite com amoras

Dissolva 2 colheres de chá de açúcar refinado com 40ml de rum BACARD & Iacute Carta Blanca, 20ml de suco de laranja e 20ml de suco de limão. Adicione 6-10 folhas de hortelã, pitadas de bitters aromáticos e gelo picado. Flutue com 10ml de grenadine e decore com um raminho de hortelã.

Misture 35ml de Grey Goose La Poire, 10ml de Licor Disaronno Original, 35ml de Cidra de Maçã Espumante e uma pitada de tempero Torta de Abóbora em uma coqueteleira com gelo. Agite vigorosamente e coe em uma taça de coquetel de martini.

Em uma coqueteleira, misture 25ml de Bombay Sapphire, 20ml de Blue Curacao, 100ml de limonada e 2 rodelas de limão, antes de coar para uma coupette e enfeitar com folha de bambu.

Agite 1 1/2 onças Artingstall & rsquos Brilliant London Dry Gin com 1 onça de licor de sabugueiro, 1/2 onça de suco de limão fresco e 1/2 onça de Midori em um mixer cheio de gelo. Coe em um copo de coquetel gelado e, se estiver gostando, decore com dois grãos de doce que foram derretidos juntos.

Feito com bourbon, mel, suco de laranja e refrigerante, esse coquetel ganha vida graças ao enfeite de casca de laranja (feito para parecer preto e escorregadio como uma enguia).

Feito com tequila ou mescal como o espírito base, este coquetel fácil de Halloween envolve acender um raminho de alecrim no fogo para apresentar um sabor esfumaçado. Este tem 'bebidas depois do jantar' escrito nele.

Porque uma margarita é basicamente a melhor bebida de todas, não é? Este assume um

torça graças à sua coloração escura, graças a uma mistura de corante alimentar azul, verde e vermelho.

Este coquetel azedo usa uma mistura de suco de limão e lima, além de conhaque de pisco, para dar um verdadeiro impulso. Adicione alguns cubos de gelo em forma de bola de olho (olhos arregalados congelados em uma bandeja de gelo) para um verdadeiro caso de Halloween.

Com rum picante, suco de limão e laranja de sangue constituindo a maior parte desta bebida, antes de ser coberta com uma seleção de guarnições, suas papilas gustativas definitivamente vão se deliciar com esta.

Um pouco como um gin Cosmopolitan (ahem, ótima escolha), o Red Queen é feito de Hendrick's, suco de cranberry, licor de sabugueiro e suco de limão. Picante e fresco.

OK, talvez esta receita fácil de coquetel de Halloween seja ótima para guardar para a ressaca do dia seguinte. Como um bloody mary normal com uma torção (ou, deveríamos dizer raminho?)

Ou uma cerveja amanteigada, se você quiser descer o Harry Potter rota. Este combina cidra de abóbora (ou normal, se você não consegue colocar as mãos) com sorvete e talvez até um pouco de tempero de abóbora.

Cacau em pó e açúcar mascavo demerara é o que dá cor a este coquetel de Halloween. A receita também pede pimenta caiena para temperar, baunilha para adoçar e tequila como base para bebidas alcoólicas.

Agora, este coquetel de Halloween realmente parece delicioso. Use vodka, cordial de flor de sabugueiro, licor de violeta e Prosecco para criar o Violeta Fumegante, que é completado com a fumaça de um aparelho fumegante de cozinha. Extravagante.

Apesar de ter apenas três ingredientes, esta receita é bastante especializada e requer um licor roxo e gelo seco, além de Prosecco para completar. Um pouco complicado, mas parece valer a pena.

O que poderia estar mais de acordo com o tema do que um ponche de abóbora? Esta receita de coquetel de Halloween combina purê de abóbora com rum temperado, água com gás e suco de laranja (além de muitos temperos deliciosos). Sirva em uma tigela dentro de uma abóbora oca e pronto.

Ok, então este não é exatamente o coquetel de Halloween mais refinado. Mas às vezes você só precisa comprometer-se ao tema, sabe? Combine um espírito e um mixer de sua escolha e adicione corante alimentar verde para esta criação. Fácil!

Vodka, amoras e suco de limão fazem esta bebida cor de sangue, combinada com uma borda preta salgada e enfeite de amora. Sirva com muito gelo e talvez uma aranha flutuante de plástico.

blue curacao, cranberry juice and grenadine give this themed cocktail its purple hue, which would also look great served in mason jars.

Gousto's pumpkin punch combines spiced rum1 with orange juice, mashed grated pumpkin and all sorts of spices to create a wintery warmer. Serve in small pumpkins to really commit to the theme!


Beware Of This Head Fake: Healthy Cereal That Isn’t.

I’ve always loved cereal and as a child I downed bowls of Golden Grahams for breakfast and sometimes dinner too. When I grew up, I ate Fiber One on top of my yogurt while sitting in my cubicle at work. I thought it was very healthy for my body (because of all that fiber and would help me lose weight), and just didn’t understand why I didn’t look and feel my best after eating it. Thankfully I found much healthier cereal later in life but before I tell you about my favorite kinds, we must discuss what is really going on in the “healthy cereal” industry.

It’s estimated 94% of us have cereal in the cabinet – but a century ago hardly anyone did. Cereal was the first processed food, making life easier for Americans (and now for people all over the world). Cereal requires no cooking, no skills, and it’s just about as easy as you can get. We want everything to be quick and easy, and this has become an epidemic in this country. This is why cereal has been called the biggest success story of the modern food industry, and as put by author Michael Pollan, “Breakfast cereals in many ways are the archetypal processed food product of modern capitalist food economics”.

Millions of dollars are spent on advertising cereal every year, and while most of it aggressively targets children, they heavily advertise to adults as well – from Trix “Silly Rabbit” commercials, free prizes, online games (advergames), celebrity endorsements, product placements, and the marketing messages on the box – we are inundated with their marketing messages every day. It’s all done to make us believe that we don’t have time prepare real food for our families and that their vitamin-fortified creations will give us (and our kids) the energy we need to get through a hard day.

But, when you take a hard look at cereal, what is it really?

In reality, the cereal industry is making billions selling us cheap commodities like corn and sugar, mixed with cheap additives like artificial colors, dumped into a colorful box with cartoon characters. Mainstream cereals are so heavily processed that they do not have natural nutrients, that’s why most of them are sprayed with vitamins, minerals, and sometimes fortified with protein. It’s the ultimate fake food.

The marketing messages on the cereal boxes sure sound healthy: “High Fiber”, “Protein”, “Gluten-Free”, “Low Fat”, “All Natural”, “Essential Vitamins” and “Good Source Of (insert vitamin here)”. But, is cereal really good for us or is it just processed junk food? Several “healthy” cereals contain questionable additives that should never be in a healthy breakfast.

Some of the WORST ingredients you’ll find even in “Healthy” cereal:

  • BHT – This preservative has not been proven safe, controversial research links it to cancer, and it’s believed to be an endocrine disruptor that interferes with your hormones. The Environmental Working Group includes BHT on their Dirty Dozen List of Food Additives – making it one of the most controversial ingredients in our food. You’ll find BHT in many cereals including Special K (most varieties), Rice Chex, Oatmeal Squares, Rice Krispees, Life, Fiber One Honey Clusters, Wheaties, and Smart Start. This ingredient isn’t permitted in cereals in Europe, so these brands reformulate their cereals to sell them legally overseas. NOTA: Hopefully this ingredient will be history soon. Sign my petition here asking Kellogg’s and General Mills to remove BHT from all cereals and ask them to provide us with a date!
  • Artificial Colors – Derived from petroleum and linked to several health issues, including allergies and hyperactivity in children. This is why Europe requires any food containing these dyes to carry the warning label: “May Have an Adverse Effect on Activity and Attention in Children.” You’ll find artificial colors in a lot of cereals targeting kids like Captain Crunch, Apple Jacks, and Fruity Cheerios, but even in cereals you’d never expect like Life Cereal, Kellogg’s Smart Start, and Special K Fruit & Yogurt.
  • Genetically modified (GMO) ingredients – I do everything in my power to avoid GMOs. That’s because these ingredients are not required to undergo any FDA premarket safety assessments, increase pesticide and herbicide use, and may be threatening food availability while increasing food costs. Perhaps most importantly, as put by the respected scientists at Consumer Reports, “There is global scientific agreement that genetic engineering has the potential to introduce allergens and toxins in food crops, to change the nutritional value, and to create other unintended changes that may affect human health”. The growing of these crops needs to stop and they definitely shouldn’t be in our food! These major cereal brands admit to “likely” using GMO ingredients:

Kellogg’s: “Since the majority of our ingredients come from U.S. farms and GM crops have been grown in the U.S. for the past 20 years, our foods likely include ingredients derived from GM crops in the same proportion that they occur in the U.S. food supply.” – via email, February 2015. NOTE : Kellogg’s has spent over $1.8 million to fight GMO labeling initiatives in the U.S.

General Mills: “Because U.S. farmers use GM seed to grow certain crops, 70 percent of foods on U.S. grocery store shelves likely contain GMO ingredients. As a result, if an American food or beverage product lists corn, soy, canola, cottonseed or beet sugar as an ingredient – and if it’s not organic – it likely contains GMOs.” – via their website, February 2015. NOTE : General Mills has spent over $3.6 million to fight GMO labeling initiatives in the U.S.

Quaker: We do not require or exclude the use of these ingredients, so we don’t require our suppliers to provide this information. As a result, we cannot give you a definitive yes or no answer. That said, we’re glad for the chance to provide some clarification about genetically modified ingredients. When it comes to safety, the FDA has determined that foods developed through this process are no different than foods developed by traditional plant breeding. And in fact they conclude that these Genetically Modified foods don’t differ from other foods in any meaningful way. Finally, all of our products (worldwide) comply with all applicable food laws and labeling requirements. Quaker relies on and supports the regulatory agencies charged with safeguarding our food supply when sourcing ingredients for our products.” – via email, February 2015. NOTE : Quaker’s parent company, Pepsico, has spent over $8.8 million to fight GMO labeling initiatives in the U.S.

You’ll likely find these GMO ingredients in mainstream cereals:

  1. GMO sugars – Such as beet sugar, fructose, brown sugar, molasses, corn syrup, dextrose. At least one of these sugars is in most cereals including Wheaties, Cinnamon Toast Crunch, and Mueslix.
  2. GMO corn – Most of the corn grown in the U.S. is genetically modified to resist pesticides, and is itself registered as a pesticide with the EPA. Testing by Consumer Reports last year found GMOs in several cereals made from corn: Corn Chex, Kix, Trix, Froot Loops, Cocoa Puffs, and Life cereal.
  3. GMO vegetable oils – As found in Bear Naked Granola (owned by Kellogg’s), Apple Cinnamon Chex, Smart Start, Apple Jacks and Berry Berry Kix.
  4. Synthetic Vitamins – All those wonderful vitamins that you’re ingesting in your cereal probably aren’t natural, and just lab-created vitamins made from a variety of sources like coal tar, petroleum or GMOs. This is why some vitamins disappeared from Cheerios and Grape Nuts when they received non-GMO project verification. These vitamins aren’t believed to be absorbed by your body as well as natural vitamins that you get from food. Recent testing by the EWG found too many vitamins and minerals in some vitamin-fortified cereals, in seriously dangerous levels – especially for kids. You’ll find synthetic vitamins in fortified cereals, but especially in Total, Wheaties Fuel, and Product 19.
  5. Artificial Sweeteners – They are low calorie, but they may slow down your metabolism and “train” you to crave sweets. Look for aspartame, sucralose, and acesulfame potassium on the label. These lower the total amount of “calories” and “sugars” listed on the nutrition fact label so they’re sometimes found in cereals marketed as healthy like Special K Protein and Fiber One.

You’ll also want to watch out for “non-GMO” cereals like those made by Kashi that contain several ingredients that were likely extracted with the neurotoxin hexane (and may contain residues), such as soy protein isolate and defatted soy grits. Kashi also uses canola oil which is processed to death and not the most nutritious form of fat.

One cereal that really gets me fired up is Froot Loops.

Did you know Froot Loops is now considered one of Kellogg’s Top 5 cereals? Millions of Americans feed this to their kids. The problem with Froot Loops is they are the perfect example of the alarming double-standard in the quality of food that we get here in the U.S. versus other countries. The ingredients in the U.S. include partially hydrogenated vegetable oil, BHT and several artificial colors: Blue no. 1, Red no. 40, Blue no. 2, Yellow no. 6. In Europe, Kellogg’s doesn’t want to slap a warning label on Froot Loops, so they reformulated it with natural colors derived from spinach, carrots, blackcurrent, and paprika to sell in the European market. They also removed partially hydrogenated oils (linked to up to 7,000 deaths per year) and BHT for our friends overseas. If that’s not reason enough to never buy Froot Loops again, GMO Free USA recently tested it and found 100% of the corn in Froot Loops is GMO and contained “significant levels” of the toxic pesticide glyphosate.

If you love cereal, here’s how to pick the most nutritious ones:

Keep in mind that just because a cereal is labeled non-GMO or organic, it may not be made with nutritious ingredients – you still want to read those ingredient lists! Look for those that don’t contain any of those unhealthy ingredients mentioned in this post, and choose cereals that are minimally processed and made with real food: seeds, nuts, and dried fruit. Also don’t fall for the “Natural” label as those can still contain GMOs, loads of additives and synthetic pesticide residues.

My favorite packaged cereals:

2 Moms In The Raw Cereal This grain-free cereal is full of healthy fruit and nuts like almonds, walnuts, bananas, coconut, and dates.

Ezekiel 4:9 Sprouted Grain Cereal – The grains in this cereal are whole and sprouted, so they are easier for your body to digest and won’t spike your blood sugar like flour-based cereal grains do. My favorite is their cinnamon raisin flavor.

One Degree Sprouted Brown Rice Crisps or Erewhon Crispy Brown Rice Cereal : Either of these make an excellent replacement for Kellogg’s Rice Krispies, and are BHT-free.

Qi’a Superfood Cereals – I love these blends of whole ingredients like buckwheat groats, chia seeds, hemp seeds, dried cranberries, and almonds. This cereal is delicious mixed with organic yogurt and fruit.

Purely Elizabeth Ancient Grain Granola – Comes in 4 different flavors: original, cranberry pecan, pumpkin fig, and blueberry hemp, made with healthy ingredients like quinoa, amaranth, chia seeds, and raw virgin coconut oil.

Chiarezza Cereal, Almighty Mango Goji Cereal – Made from organic chia, hemp seeds, mango, buckwheat, banana flakes, and goji berries. As there are chia seeds in this one, you can also make a yummy pudding by pouring nut milk over it and letting it sit in the fridge for about 25 minutes.

Recipes:

Homemade Granola – It’s easy to stay far away from store-bought granola filled with refined sugar, inflammatory oils, and flavors, because granola is so easy to make at home. My recipe is made with oats, raw pistachios, goji berries and coconut, but it’s very flexible and you can easily substitute your favorite ingredients.

Parfait Porridge – I regularly make this recipe and like to make several at once to keep in the fridge for a few days. My porridge is made with raw oat groats (which contain more vitamins, minerals and nutrients than processed steel cut, rolled or instant oats), fresh or frozen fruit, chia seeds and nut milk. It’s incredibly refreshing and healthy – it’s cereal on the go!

If you know someone in your household still eating unhealthy cereal everyday, please share this post with them! Once they know this information, they can’t go back.


Historias destacadas

I Never Entertain Without My Vintage Flea Market Punch Bowl

I Never Entertain Without This Outrageously Easy 2-Ingredient Pickle Martini

I Never Entertain Without This Simple 3-Ingredient Cocktail From Venice, Italy

Here's How to Open a Wine Bottle (Even Without a Corkscrew)

20 Ways to Get Through Winter's Gloomiest Months

Meet a Wellness Trend That Will Make Your Home Smell Incredible

Here's How to Style Your Bar Cart So It Doesn't Feel Basic

Never Be Afraid of Opening Champagne Again—Here’s How to Do It

50 Things to Do on Your Birthday When You're Out of Ideas

Bored of WFH? Top Designers Share How They Find Their Daily Inspiration

The 30 Best Nonfiction Audiobooks for Your Daily Commute

Living Legends: 19 Contemporary Books Everyone Should Read

20 Mythology Books to Read When You Need a Spark of Imagination

These Documentaries on Amazon Prime Will Change Your Life

18 Best Book Titles that are Simply Irresistible

These 15 Adventure Books Will Satisfy Your Need to Explore

41 Best Classic Black-and-White Movies Worth Watching Today

20 Page-Turning Spy Novels to Keep You on the Edge of Your Seat

How to Sharpen and Hone Your Kitchen Knives

25 Things To Do Tonight if Your Plans Fall Through at the Last Minute

Learn How to Cook: Every Amateur Chef Should Know These Crucial Skills

39 Awesome Things to Do When You Are 40 Years Old

Best Streaming TV Services

The 17 Best Books About Astrology (If You're Looking to the Stars for Answers)


Aperol Spritz – Come With Me to Italy!

If you know anything about me, it’s that I fancy myself Italian. Please don’t share that with my family as they will surely have me committed but in that word ‘fancy’ lies the key. Isn’t that really ‘pretends” but knows the truth? I’ve mentioned my love of Italian food, architecture and more. And now today…a favorite cocktail.

I just love an Aperol Spritz. It is as refreshing as it is beautiful and just so, well, you know…quintessentially Italian! I used Aperol last year when I did a trio of sorbets but I love it the most in this gorgeous cocktail.

A friend of mine is heading to Italy I hope this post will inspire her to order an Aperol Spritz. A sort of ‘when in Rome’ moment as this cocktail is enjoyed by hundreds of thousands in the Veneto region every day.

Aperol is a brilliant Italian aperitif that includes bitter orange, gentian, rhubarb, cinchona and other spices. It’s similar to Campari, but is much sweeter. The Sprtiz is simply a combination of Aperol, Prosecco and a bit of seltzer served on the rocks in a lowball glass and garnished with a slice of orange.Aperol (and Campari) are considered bitters and until recently I’ve kept my distance from them. I mean..bitter? But I’m slowing coming round and this particular beverage certainly helped. With Aperol, the bitterness is not really bitter in the way my mind was expecting. It was as if the sweet of the fruit and the tang of the peel were melded together definitely a complimentary partnership.

This apertivo’ spread to the rest of the country and with it variants of the original Spritz. It’s only in the last decade that the combination of Aperol and Prosecco have become the most popular one. It’s fresh, sparkling, light…and just the perfect evening cocktail.


Assista o vídeo: Pra você que pira no cafezinho passado, e em sorvete, já pensou os dois juntos?? (Janeiro 2022).