Receitas tradicionais

Cozinhando com flores em pratos vietnamitas

Cozinhando com flores em pratos vietnamitas

O Vietnã é conhecido por sua cultura alimentar única, bem como pelo uso de animais e plantas exóticas em seus pratos locais. Não se perde muito, e a culinária local depende bastante do que está na estação e está disponível para compra no mercado.

Se você estiver viajando para Vietnã, é importante ter uma mente aberta sobre o que você está comendo. Se você está procurando preparar um prato vietnamita exclusivo, esqueça os sanduíches pho, banh mi e com tam.

Aqui estão cinco diferentes flores que você pode usar para cozinhar em casa. Você deve ser capaz de encontrar a maioria deles em uma mercearia vietnamita ou no mercado local de um fazendeiro.

Flores de abóbora (Bông Bí)

Durante os verões vietnamitas, os agricultores colhem as flores masculinas para vender no mercado em feixes e preservam as flores femininas para dar frutos.

Os pratos que podem ser feitos com essas flores delicadas e lindas não são complicados, mas requerem um pouco de habilidade para manter sua cor e forma gloriosas. Uma dica bacana para preservar as sobras de flores de abóbora é colocá-las na geladeira, dispostas sobre um prato.

Uma das maneiras mais saborosas de preparar flores de abóbora é fritá-las. A flor de abóbora frita recheada com camarão vietnamita é um prato muito popular entre os vietnamitas, especialmente aqueles que habitam as regiões do sul do Vietnã e Hué. Quando fritas em óleo quente, as flores ficam crocantes. Em seguida, são combinados com o camarão fresco picado e temperado e resultam em um prato delicioso.

Flores de Jasmim Tonkin (Bông Thiên Lý)

As flores de Jasmim Tonkin podem ser encontradas em todo o Vietnã. Além de ser usado no tradicional Medicina, eles também são um ótimo ingrediente para cozinhar.

Se preferir sopas mais suaves, você pode adorar caranguejo de água doce e sopa de Jasmim Tonkin. O sabor suave da sopa pode ser combinado com outros pratos guisados ​​salgados para uma refeição mais satisfatória. Esta sopa não é apenas fresca e deliciosa, mas os locais acreditam que ajuda a reduzir os níveis de ansiedade e promove uma noite de sono melhor.

Banana Blossoms (Hoa Chuối)

As flores de banana podem ser facilmente encontradas em quase todas as partes do interior do Vietnã e normalmente são comidas como acompanhamento para acompanhar muitas receitas de macarrão vietnamita. Eles podem ser cozidos ou fatiados em longos cordões e depois mergulhados em sopa. Uma ótima maneira de limpá-los e armazená-los é colocá-los em um recipiente com água com limão.

A salada de flores de banana é uma das melhores saladas para comer no verão. A textura macia e crocante de cada flor combina perfeitamente com outras ervas em uma base agridoce de suco de limão, o que cria um sabor fresco e delicioso. A cobertura de amendoim frito esmagado acrescenta um sabor mais profundo à salada, pois harmoniza todos os ingredientes, criando um prato vegetariano fresco de verão.

Flores de Sesbania Sesban (Bông Điên Điển)

Devido ao sistema fluvial entrelaçado do país, durante a temporada de inundações no sul do Vietnã, não há quase nada para comer, uma vez que as plantações e os campos ficam submersos na água. Mas é quando a cor dourada brilhante das flores de sesbania floresce ao longo dos canais sinuosos, margens dos rios e pequenas enseadas.

Um prato fresco feito com esta flor é uma salada de flores de Sesbania sesban com camarão e carne de porco. A salada tem um gosto um pouco azedo, um pouco doce e um pouco amargo, e tem uma textura agradavelmente crocante.

Daylily (Bông Kim Châm)

A flor daylily é uma das mais belas de todas as flores comestíveis de verão. Tem gosto de cruzamento de espargos e ervilhas quando salteado com um pouco de alho e óleo vegetal.

Leve e doce, a sopa de camarão daylily ajuda a resfriar a temperatura do corpo durante os dias quentes de verão.

Para saber mais sobre a cultura vietnamita, confira Tussah Selvagem, onde você encontrará artesanato vietnamita e histórias de artesãos.


Cozinhando Com Flor De Banana

Becca Dilley / Mesa Pesada

A flor da bananeira, embora marcante, é uma flor que fica mais à vontade em woks e panelas do que em vasos e peças de centro. Com a maioria dos botões pesando meio quilo ou mais, as pétalas, na verdade chamadas de “brácteas”, são densamente embrulhadas para realmente florescer. Mas, por mais fortes que sejam para buquês e similares, as flores de bananeira têm muitas utilidades na cozinha, incluindo sopas, batatas fritas, ensopados de carne e vegetais e saladas. As pétalas internas, ou brácteas, são as partes comestíveis. Comidos direto da tábua de corte, eles são amiláceos e amargos. Mas, uma vez embebidos em uma mistura de suco de limão / água por meia hora e depois enxaguados, eles têm a aparência de alho-poró, tanto na substância (finos com um leve crocante) quanto no sabor (delicado).

Comum na culinária do sudeste asiático, a flor tem muitos nomes: flor de banana, coração de banana e o infeliz vazhai poo, para citar apenas alguns. De cor magenta profunda, as flores de bananeira pendem como pingentes em forma de lágrima no final dos cachos de banana e crescem em climas tropicais.

Becca Dilley / Mesa Pesada

Embora não seja um alimento básico para o paladar americano, eles podem ser encontrados o ano todo na maioria dos supermercados asiáticos ou indianos. Nas Twin Cities, experimente o supermercado asiático United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), onde as flores de banana custam US $ 1,99 por libra. Mas ligue com antecedência, pois nem sempre estão em estoque.

Escolha flores firmes com folhas bem compactadas. É sempre bom quando eles vêm embrulhados em plástico, o que mantém as folhas externas com uma tonalidade roxa vívida recém-colhida, além de flexíveis. Se você não planeja usar o seu imediatamente, certifique-se de embrulhá-lo bem com filme plástico ou ele se metamorfoseia em um animal grande e triste, caindo durante a noite, como o meu fez.

A preparação da maioria das receitas envolve um processo simples, mas tedioso, para drenar a seiva amarga de entre as brácteas. Uma tigela de tamanho médio cheia de água e uma dose saudável de suco de limão fresco é mantida próxima. Em seguida, duas a três das camadas externas duras são removidas, revelando folhas rosa pálido, que são macias e comestíveis. Quanto mais perto se descasca do coração, mais brancas são as brácteas. Depois de descascadas, as brácteas devem ser imediatamente submersas na água com limão ou o lado rasgado oxidará, adquirindo uma cor de fuligem inócua, mas pouco apetitosa. E há mais uma precaução importante: as folhas estão fortemente presas à base do caule, então, a menos que você tenha mãos sobre-humanas fortes, você precisará cortar um pouco do caule enquanto descasca ou suas mãos ficarão muito doloridas no momento você tira a última folha.

Abaixo de cada camada há uma fileira ordenada de folhas flexíveis de pontas amarelas. Esses são os pequenos botões que eventualmente se transformam em bananas. Eu experimentei um, e tinha gosto amargo como uma casca de banana madura, vai entender. Essas flores menores são igualmente incorporadas aos pratos e descartadas. Este processo de remoção das folhas, depois das folhas menores, é repetido até que as folhas fiquem muito pequenas para descascar. Neste ponto, apenas corte o que restou do caule e corte ou corte as folhas menores e o coração pequeno no centro. Este método é usado na receita de Salada de Flor de Banana Vietnamita abaixo.

As flores de banana são ricas em vitaminas A e C e têm quantidades modestas de cálcio e ferro. E, senhoras, ouçam, eles são conhecidos por aliviar a dor das cólicas menstruais, de acordo com a prática comum de remédios naturais.

As flores de banana são comumente usadas como vegetais para cozinhar em países como Laos, Índia, Tailândia, China, Birmânia, Filipinas, Sri Lanka e Vietnã, onde a receita abaixo se origina. Se você está procurando uma introdução fácil a este botão sedutor e não se importa com os sabores de peixe, não procure além desta salada saborosa, nutritiva e fria. Torça o braço de um amigo para ser seu subchefe para o resto da receita enquanto prepara a flor de bananeira, e vocês dois estarão comendo este prato fresco em nenhum momento.

Salada Vietnamita De Flor De Banana adaptado de receita original no BigOven

Serve dois pratos principais.

Kelly Hailstone / Mesa Pesada

1 colher de sopa de nuoc mam (molho de peixe)
2 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar
1 peito de frango desossado sem pele, cozido e em fatias finas
1 costeleta de porco desossada sem pele, cozida e cortada em fatias finas
1 ½ colher de chá de pimenta vermelha em flocos ou 1 chili picado
1 xícara de broto de feijão
1 punhado de hortelã e manjericão picados grosseiramente
¼ xícara de amendoim picado
2 colheres de sopa de sementes de gergelim torradas
2 laranjas, cortadas em fatias finas, sem casca e sem casca
1 flor de bananeira fresca
1 limão (para a mistura de água)

Combine os primeiros oito ingredientes em uma tigela grande. Prepare a flor de bananeira de acordo com as instruções acima, descartando as bananas bebê não desenvolvidas. Ao descascar, tente manter as folhas o mais inteiras possível. Reserve a água com limão em outra tigela de tamanho médio. Assim que as folhas forem enxaguadas, empilhe várias umas sobre as outras e corte-as transversalmente em tiras finas. Para evitar que as folhas fiquem pretas, coloque imediatamente na água com limão, virando ocasionalmente. Você terá um punhado duplo de flor de bananeira fatiada. Deixe a flor cortada de molho na água com limão por 30 minutos.

Enxágue a flor em uma peneira sob água corrente até que a água corra límpida. Escorra a flor de bananeira e misture com os outros ingredientes que foram marinados na tigela grande. Polvilhe com amendoim, laranja e sementes de gergelim.

As flores de banana também estão disponíveis em forma de conserva e podem ser usadas em muitas receitas para reduzir o tempo de preparação. Mergulhe as flores secas em água fria por dez minutos e enxágue.


Cozinhando Com Flor De Banana

Becca Dilley / Mesa Pesada

A flor da bananeira, embora impressionante, é uma flor que se adapta mais a frigideiras e panelas do que a vasos e peças de centro. Com a maioria dos botões pesando meio quilo ou mais, as pétalas, na verdade chamadas de “brácteas”, são densamente embrulhadas para realmente florescer. Mas, por mais fortes que sejam para buquês e similares, as flores de bananeira têm muitas utilidades na cozinha, incluindo sopas, batatas fritas, ensopados de carne e vegetais e saladas. As pétalas internas, ou brácteas, são as partes comestíveis. Comidos direto da tábua de corte, eles são amiláceos e amargos. Mas, uma vez embebidos em uma mistura de suco de limão / água por meia hora e depois enxaguados, eles têm a aparência de alho-poró, tanto na substância (finos com um leve crocante) quanto no sabor (delicado).

Comum na culinária do sudeste asiático, a flor tem muitos nomes: flor de banana, coração de banana e o infeliz vazhai poo, para citar apenas alguns. De cor magenta profunda, as flores de bananeira pendem como pingentes em forma de lágrima no final dos cachos de banana e crescem em climas tropicais.

Becca Dilley / Mesa Pesada

Embora não seja um grampo para o paladar americano, eles podem ser encontrados durante todo o ano na maioria dos supermercados asiáticos ou indianos. Nas Twin Cities, experimente o supermercado asiático United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), onde as flores de banana custam US $ 1,99 por libra. Mas ligue com antecedência, pois nem sempre estão em estoque.

Escolha flores firmes com folhas bem compactadas. É sempre bom quando eles vêm embrulhados em plástico, o que mantém as folhas externas com uma tonalidade roxa viva e recém-colhida, além de flexíveis. Se você não planeja usar o seu imediatamente, certifique-se de embrulhá-lo bem com filme plástico ou ele se metamorfoseia em um animal grande e triste, caindo durante a noite, como o meu fez.

A preparação da maioria das receitas envolve um processo simples, mas tedioso, para drenar a seiva amarga de entre as brácteas. Uma tigela de tamanho médio cheia de água e um suco de limão fresco é mantida próxima. Em seguida, duas a três das camadas externas duras são removidas, revelando folhas rosa pálido, que são macias e comestíveis. Quanto mais perto se descasca do coração, mais brancas são as brácteas. Depois de descascadas, as brácteas devem ser imediatamente submersas na água com limão ou o lado rasgado oxidará, adquirindo uma cor de fuligem inócua, mas pouco apetitosa. E há mais uma precaução importante: as folhas estão fortemente presas à base do caule, então, a menos que você tenha mãos sobre-humanas fortes, você precisará cortar um pouco do caule enquanto descasca ou suas mãos ficarão muito doloridas no momento você tira a última folha.

Abaixo de cada camada há uma fileira ordenada de folhas flexíveis de pontas amarelas. Esses são os pequenos botões que eventualmente se transformam em bananas. Eu experimentei um, e tinha um gosto amargo como uma casca de banana madura, vai entender. Essas flores menores são igualmente incorporadas aos pratos e descartadas. Este processo de remoção das folhas, depois das folhas menores, é repetido até que as folhas fiquem muito pequenas para descascar. Neste ponto, apenas corte o que restou do caule e corte ou corte as folhas menores e o coração pequeno no centro. Este método é usado na receita de Salada de Flor de Banana Vietnamita abaixo.

As flores de banana são ricas em vitaminas A e C e têm quantidades modestas de cálcio e ferro. E, senhoras, ouçam, eles são conhecidos por aliviar a dor das cólicas menstruais, de acordo com a prática comum de remédios naturais.

As flores de banana são comumente usadas como vegetais para cozinhar em países como Laos, Índia, Tailândia, China, Birmânia, Filipinas, Sri Lanka e Vietnã, onde a receita abaixo se origina. Se você está procurando uma introdução fácil a este botão sedutor e não se importa com os sabores de peixe, não procure além desta salada saborosa, nutritiva e fria. Torça o braço de um amigo para ser seu subchefe para o resto da receita enquanto prepara a flor de bananeira, e vocês dois estarão comendo este prato fresco em nenhum momento.

Salada Vietnamita De Flor De Banana adaptado de receita original no BigOven

Serve dois pratos principais.

Kelly Hailstone / Mesa Pesada

1 colher de sopa de nuoc mam (molho de peixe)
2 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar
1 peito de frango desossado sem pele, cozido e em fatias finas
1 costeleta de porco desossada sem pele, cozida e cortada em fatias finas
1 ½ colher de chá de pimenta vermelha em flocos ou 1 chili picado
1 xícara de broto de feijão
1 punhado de hortelã e manjericão picados grosseiramente
¼ xícara de amendoim picado
2 colheres de sopa de sementes de gergelim torradas
2 laranjas, cortadas em fatias finas, sem casca e sem casca
1 flor de bananeira fresca
1 limão (para a mistura de água)

Combine os primeiros oito ingredientes em uma tigela grande. Prepare a flor de bananeira de acordo com as instruções acima, descartando as bananas bebê não desenvolvidas. Ao descascar, tente manter as folhas o mais inteiras possível. Reserve a água com limão em outra tigela de tamanho médio. Assim que as folhas forem enxaguadas, empilhe várias umas sobre as outras e corte-as transversalmente em tiras finas. Para evitar que as folhas fiquem pretas, coloque imediatamente na água com limão, virando ocasionalmente. Você terá um punhado duplo de flor de bananeira fatiada. Deixe a flor fatiada de molho na água com limão por 30 minutos.

Enxágue a flor em uma peneira sob água corrente até que a água saia limpa. Escorra a flor de bananeira e misture com os outros ingredientes que foram marinados na tigela grande. Polvilhe com amendoim, laranja e sementes de gergelim.

As flores de banana também estão disponíveis em forma de conserva e podem ser usadas em muitas receitas para reduzir o tempo de preparação. Mergulhe as flores secas em água fria por dez minutos e enxágue.


Cozinhando Com Flor De Banana

Becca Dilley / Mesa Pesada

A flor da bananeira, embora marcante, é uma flor que fica mais à vontade em woks e panelas do que em vasos e peças de centro. Com a maioria dos botões pesando meio quilo ou mais, as pétalas, na verdade chamadas de “brácteas”, são densamente embrulhadas para realmente florescer. Mas, por mais fortes que sejam para buquês e similares, as flores de bananeira têm muitas utilidades na cozinha, incluindo sopas, batatas fritas, ensopados de carne e vegetais e saladas. As pétalas internas, ou brácteas, são as partes comestíveis. Comidos direto da tábua de corte, eles são amiláceos e amargos. Mas, uma vez embebidos em uma mistura de suco de limão / água por meia hora e depois enxaguados, eles têm a aparência de alho-poró, tanto na substância (finos com um leve crocante) quanto no sabor (delicado).

Comum na culinária do sudeste asiático, a flor tem muitos nomes: flor de banana, coração de banana e o infeliz vazhai poo, para citar apenas alguns. De cor magenta profunda, as flores de bananeira pendem como pingentes em forma de lágrima no final dos cachos de banana e crescem em climas tropicais.

Becca Dilley / Mesa Pesada

Embora não seja um grampo para o paladar americano, eles podem ser encontrados durante todo o ano na maioria dos supermercados asiáticos ou indianos. Nas Twin Cities, experimente o supermercado asiático United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), onde as flores de banana custam US $ 1,99 por libra. Mas ligue com antecedência, pois nem sempre estão em estoque.

Escolha flores firmes com folhas bem compactadas. É sempre bom quando eles vêm embrulhados em plástico, o que mantém as folhas externas com uma tonalidade roxa viva e recém-colhida, além de flexíveis. Se você não planeja usar o seu imediatamente, certifique-se de embrulhá-lo bem com filme plástico ou ele se metamorfoseia em um animal grande e triste, caindo durante a noite, como o meu fez.

A preparação da maioria das receitas envolve um processo simples, mas tedioso, para drenar a seiva amarga de entre as brácteas. Uma tigela de tamanho médio cheia de água e uma dose saudável de suco de limão fresco é mantida próxima. Em seguida, duas a três das camadas externas duras são removidas, revelando folhas rosa pálido, que são macias e comestíveis. Quanto mais perto se descasca do coração, mais brancas são as brácteas. Depois de descascadas, as brácteas devem ser imediatamente submersas na água com limão ou o lado rasgado oxidará, adquirindo uma cor de fuligem inócua, mas pouco apetitosa. E há mais uma precaução importante: as folhas estão fortemente presas à base do caule, então, a menos que você tenha mãos sobre-humanas fortes, você precisará cortar um pouco do caule enquanto descasca ou suas mãos ficarão muito doloridas no momento você tira a última folha.

Abaixo de cada camada há uma fileira ordenada de folhas flexíveis de pontas amarelas. Esses são os pequenos botões que eventualmente se transformam em bananas. Eu experimentei um, e tinha gosto amargo como uma casca de banana madura, vai entender. Essas flores menores são igualmente incorporadas aos pratos e descartadas. Este processo de remoção das folhas, depois das folhas menores, é repetido até que as folhas fiquem muito pequenas para descascar. Neste ponto, apenas corte o que restou do caule e corte ou corte as folhas menores e o coração pequeno no centro. Este método é usado na receita de Salada de Flor de Banana Vietnamita abaixo.

As flores de banana são ricas em vitaminas A e C e têm quantidades modestas de cálcio e ferro. E senhoras, ouçam, sabe-se que eles até aliviam a dor das cólicas menstruais, de acordo com a prática comum de remédios naturais.

As flores de banana são comumente usadas como vegetais para cozinhar em países como Laos, Índia, Tailândia, China, Birmânia, Filipinas, Sri Lanka e Vietnã, onde a receita abaixo se origina. Se você está procurando uma introdução fácil a este botão sedutor e não se importa com os sabores de peixe, não procure além desta salada saborosa, nutritiva e fria. Torça o braço de um amigo para ser seu subchefe para o resto da receita enquanto prepara a flor de bananeira, e vocês dois estarão comendo este prato fresco em nenhum momento.

Salada Vietnamita De Flor De Banana adaptado de receita original no BigOven

Serve dois pratos principais.

Kelly Hailstone / Mesa Pesada

1 colher de sopa de nuoc mam (molho de peixe)
2 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar
1 peito de frango desossado sem pele, cozido e em fatias finas
1 costeleta de porco desossada sem pele, cozida e cortada em fatias finas
1 ½ colher de chá de pimenta vermelha em flocos ou 1 chili picado
1 xícara de broto de feijão
1 punhado de hortelã e manjericão picados grosseiramente
¼ xícara de amendoim picado
2 colheres de sopa de sementes de gergelim torradas
2 laranjas, cortadas em fatias finas, sem casca e sem casca
1 flor de bananeira fresca
1 limão (para a mistura de água)

Combine os primeiros oito ingredientes em uma tigela grande. Prepare a flor de bananeira de acordo com as instruções acima, descartando as bananas bebê não desenvolvidas. Ao descascar, tente manter as folhas o mais inteiras possível. Reserve a água com limão em outra tigela de tamanho médio. Assim que as folhas forem enxaguadas, empilhe várias umas sobre as outras e corte-as transversalmente em tiras finas. Para evitar que as folhas fiquem pretas, coloque imediatamente na água com limão, virando ocasionalmente. Você terá um punhado duplo de flor de bananeira fatiada. Deixe a flor cortada de molho na água com limão por 30 minutos.

Enxágue a flor em uma peneira sob água corrente até que a água saia limpa. Escorra a flor de bananeira e misture com os outros ingredientes que foram marinados na tigela grande. Polvilhe com amendoim, laranja e sementes de gergelim.

As flores de banana também estão disponíveis em forma de conserva e podem ser usadas em muitas receitas para reduzir o tempo de preparação. Mergulhe as flores secas em água fria por dez minutos e enxágue.


Cozinhando Com Flor De Banana

Becca Dilley / Mesa Pesada

A flor da bananeira, embora marcante, é uma flor que fica mais à vontade em woks e panelas do que em vasos e peças de centro. Com a maioria dos botões pesando meio quilo ou mais, as pétalas, na verdade chamadas de “brácteas”, são densamente embrulhadas para realmente florescer. Mas, por mais fortes que sejam para buquês e similares, as flores de bananeira têm muitas utilidades na cozinha, incluindo sopas, batatas fritas, ensopados de carne e vegetais e saladas. As pétalas internas, ou brácteas, são as partes comestíveis. Comidos direto da tábua de corte, eles são amiláceos e amargos. Mas, uma vez embebidos em uma mistura de suco de limão / água por meia hora e depois enxaguados, eles têm a aparência de alho-poró, tanto na substância (finos com um leve crocante) quanto no sabor (delicado).

Comum na culinária do sudeste asiático, a flor tem muitos nomes: flor de banana, coração de banana e o infeliz vazhai poo, para citar apenas alguns. De cor magenta profunda, as flores de bananeira pendem como pingentes em forma de lágrima no final dos cachos de banana e crescem em climas tropicais.

Becca Dilley / Mesa Pesada

Embora não seja um grampo para o paladar americano, eles podem ser encontrados durante todo o ano na maioria dos supermercados asiáticos ou indianos. Nas cidades gêmeas, experimente o supermercado asiático United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), onde as flores de banana custam US $ 1,99 por libra. Mas ligue com antecedência, pois nem sempre estão em estoque.

Escolha flores firmes com folhas bem compactadas. É sempre bom quando eles vêm embrulhados em plástico, o que mantém as folhas externas com uma tonalidade roxa vívida recém-colhida, além de flexíveis. Se você não planeja usar o seu imediatamente, certifique-se de embrulhá-lo bem com filme plástico ou ele se metamorfoseia em um animal grande e triste, caindo durante a noite, como o meu fez.

A preparação da maioria das receitas envolve um processo simples, mas tedioso, para drenar a seiva amarga de entre as brácteas. Uma tigela de tamanho médio cheia de água e uma dose saudável de suco de limão fresco é mantida próxima. Em seguida, duas a três das camadas externas duras são removidas, revelando folhas rosa pálido, que são macias e comestíveis. Quanto mais perto se descasca do coração, mais brancas são as brácteas. Depois de descascadas, as brácteas devem ser imediatamente submersas na água com limão ou o lado rasgado oxidará, adquirindo uma cor de fuligem inócua, mas pouco apetitosa. E há mais uma precaução importante: as folhas estão fortemente presas à base do caule, então, a menos que você tenha mãos sobre-humanas fortes, você precisará cortar um pouco do caule enquanto descasca ou suas mãos ficarão muito doloridas no momento você tira a última folha.

Abaixo de cada camada há uma fileira ordenada de folhas flexíveis de pontas amarelas. Esses são os pequenos botões que eventualmente se transformam em bananas. Eu experimentei um, e tinha gosto amargo como uma casca de banana madura, vai entender. Essas flores menores são igualmente incorporadas aos pratos e descartadas. Este processo de remoção das folhas, depois das folhas menores, é repetido até que as folhas fiquem muito pequenas para descascar. Neste ponto, apenas corte o que restou do caule e corte ou corte as folhas menores e o coração pequeno no centro. Este método é usado na receita de Salada de Flor de Banana Vietnamita abaixo.

As flores de banana são ricas em vitaminas A e C e têm quantidades modestas de cálcio e ferro. E, senhoras, ouçam, eles são conhecidos por aliviar a dor das cólicas menstruais, de acordo com a prática comum de remédios naturais.

As flores de banana são comumente usadas como vegetais para cozinhar em países como Laos, Índia, Tailândia, China, Birmânia, Filipinas, Sri Lanka e Vietnã, onde a receita abaixo se origina. Se você está procurando uma introdução fácil a este botão sedutor e não se importa com os sabores de peixe, não procure além desta salada saborosa, nutritiva e fria. Torça o braço de um amigo para ser seu subchefe para o resto da receita enquanto prepara a flor de bananeira, e vocês dois estarão comendo este prato fresco em nenhum momento.

Salada Vietnamita De Flor De Banana adaptado de receita original no BigOven

Serve dois pratos principais.

Kelly Hailstone / Mesa Pesada

1 colher de sopa de nuoc mam (molho de peixe)
2 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar
1 peito de frango desossado sem pele, cozido e em fatias finas
1 costeleta de porco desossada sem pele, cozida e cortada em fatias finas
1 ½ colher de chá de pimenta vermelha em flocos ou 1 chili picado
1 xícara de broto de feijão
1 punhado de hortelã e manjericão picados grosseiramente
¼ xícara de amendoim picado
2 colheres de sopa de sementes de gergelim torradas
2 laranjas, cortadas em fatias finas, sem casca e sem casca
1 flor de bananeira fresca
1 limão (para a mistura de água)

Combine os primeiros oito ingredientes em uma tigela grande. Prepare a flor de bananeira de acordo com as instruções acima, descartando as bananas bebê não desenvolvidas. Ao descascar, tente manter as folhas o mais inteiras possível. Reserve a água com limão em outra tigela de tamanho médio. Assim que as folhas forem enxaguadas, empilhe várias umas sobre as outras e corte-as transversalmente em tiras finas. Para evitar que as folhas fiquem pretas, coloque imediatamente na água com limão, virando ocasionalmente. Você terá um punhado duplo de flor de bananeira fatiada. Deixe a flor cortada de molho na água com limão por 30 minutos.

Enxágue a flor em uma peneira sob água corrente até que a água corra límpida. Escorra a flor de bananeira e misture com os outros ingredientes que foram marinados na tigela grande. Polvilhe com amendoim, laranja e sementes de gergelim.

As flores de banana também estão disponíveis em forma de conserva e podem ser usadas em muitas receitas para reduzir o tempo de preparação. Mergulhe as flores secas em água fria por dez minutos e enxágue.


Cozinhando Com Flor De Banana

Becca Dilley / Mesa Pesada

A flor da bananeira, embora marcante, é uma flor que fica mais à vontade em woks e panelas do que em vasos e peças de centro. Com a maioria dos botões pesando meio quilo ou mais, as pétalas, na verdade chamadas de “brácteas”, são densamente embrulhadas para realmente florescer. Mas, por mais fortes que sejam para buquês e similares, as flores de bananeira têm muitas utilidades na cozinha, incluindo sopas, batatas fritas, ensopados de carne e vegetais e saladas. As pétalas internas, ou brácteas, são as partes comestíveis. Comidos direto da tábua de corte, eles são amiláceos e amargos. Mas, uma vez embebidos em uma mistura de suco de limão / água por meia hora e depois enxaguados, eles têm a aparência de alho-poró, tanto na substância (finos com um leve crocante) quanto no sabor (delicado).

Comum na culinária do sudeste asiático, a flor tem muitos nomes: flor de banana, coração de banana e o infeliz vazhai poo, para citar apenas alguns. De cor magenta profunda, as flores de bananeira pendem como pingentes em forma de lágrima no final dos cachos de banana e crescem em climas tropicais.

Becca Dilley / Mesa Pesada

Embora não seja um alimento básico para o paladar americano, eles podem ser encontrados o ano todo na maioria dos supermercados asiáticos ou indianos. Nas Twin Cities, experimente o supermercado asiático United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), onde as flores de banana custam US $ 1,99 por libra. Mas ligue com antecedência, pois nem sempre estão em estoque.

Escolha flores firmes com folhas bem compactadas. É sempre bom quando eles vêm embrulhados em plástico, o que mantém as folhas externas com uma tonalidade roxa vívida recém-colhida, além de flexíveis. Se você não planeja usar o seu imediatamente, certifique-se de embrulhá-lo bem com filme plástico ou ele se metamorfoseia em um animal grande e triste, caindo durante a noite, como o meu fez.

A preparação da maioria das receitas envolve um processo simples, mas tedioso, para drenar a seiva amarga de entre as brácteas. Uma tigela de tamanho médio cheia de água e uma dose saudável de suco de limão fresco é mantida próxima. Em seguida, duas a três das camadas externas duras são removidas, revelando folhas rosa pálido, que são macias e comestíveis. Quanto mais perto se descasca do coração, mais brancas são as brácteas. Depois de descascadas, as brácteas devem ser imediatamente submersas na água com limão ou o lado rasgado oxidará, adquirindo uma cor de fuligem inócua, mas pouco apetitosa. E há mais uma precaução importante: as folhas estão fortemente presas à base do caule, então, a menos que você tenha mãos sobre-humanas fortes, você precisará cortar um pouco do caule enquanto descasca ou suas mãos ficarão muito doloridas no momento você tira a última folha.

Abaixo de cada camada há uma fileira ordenada de folhas flexíveis de pontas amarelas. Esses são os pequenos botões que eventualmente se transformam em bananas. Eu experimentei um, e tinha um gosto amargo como uma casca de banana madura, vai entender. Essas flores menores são igualmente incorporadas aos pratos e descartadas. Este processo de remoção das folhas, depois das folhas menores, é repetido até que as folhas fiquem muito pequenas para descascar. Neste ponto, apenas corte o que restou do caule e corte ou corte as folhas menores e o coração pequeno no centro. Este método é usado na receita de Salada de Flor de Banana Vietnamita abaixo.

As flores de banana são ricas em vitaminas A e C e têm quantidades modestas de cálcio e ferro. E, senhoras, ouçam, eles são conhecidos por aliviar a dor das cólicas menstruais, de acordo com a prática comum de remédios naturais.

As flores de banana são comumente usadas como vegetais para cozinhar em países como Laos, Índia, Tailândia, China, Birmânia, Filipinas, Sri Lanka e Vietnã, onde a receita abaixo se origina. Se você está procurando uma introdução fácil a este botão sedutor e não se importa com os sabores de peixe, não procure além desta salada saborosa, nutritiva e fria. Torça o braço de um amigo para ser seu subchefe para o resto da receita enquanto prepara a flor de bananeira, e vocês dois estarão comendo este prato fresco em nenhum momento.

Salada Vietnamita De Flor De Banana adaptado de receita original no BigOven

Serve dois pratos principais.

Kelly Hailstone / Mesa Pesada

1 colher de sopa de nuoc mam (molho de peixe)
2 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar
1 peito de frango desossado sem pele, cozido e em fatias finas
1 costeleta de porco desossada sem pele, cozida e cortada em fatias finas
1 ½ colher de chá de pimenta vermelha em flocos ou 1 chili picado
1 xícara de broto de feijão
1 punhado de hortelã e manjericão, picado grosseiramente
¼ xícara de amendoim picado
2 colheres de sopa de sementes de gergelim torradas
2 laranjas, cortadas em fatias finas, sem casca e sem casca
1 flor de bananeira fresca
1 limão (para a mistura de água)

Combine os primeiros oito ingredientes em uma tigela grande. Prepare a flor de bananeira de acordo com as instruções acima, descartando as bananas bebê não desenvolvidas. Ao descascar, tente manter as folhas o mais inteiras possível. Reserve a água com limão em outra tigela de tamanho médio. Assim que as folhas forem enxaguadas, empilhe várias umas sobre as outras e corte-as transversalmente em tiras finas. To keep the leaves from turning black, place immediately in the lemon water, turning occasionally. You will have a heaping double handful of sliced banana flower. Let the sliced flower soak in the lemon water for 30 minutes.

Rinse the flower in a colander under running water until the water runs clear. Drain the banana flower and toss it with other ingredients which have been marinating in the large bowl. Sprinkle with the peanuts, oranges, and sesame seeds.

Banana flowers also are available in preserved form and can be used in many recipes to reduce prep time. Soak the dried flowers in cold water for ten minutes and rinse.


Cooking With Banana Flower

Becca Dilley / Heavy Table

The banana flower, while striking, is one blossom more at home in woks and pans than in vases and centerpieces. With most buds weighing in at a pound or more, the petals, actually called “bracts,” are too densely wrapped to really blossom. But however brawny they may be for bouquets and the like, banana flowers have abundant uses in the kitchen, including soup, stir fries, meat and vegetable stews and salads. The inner petals, or bracts, are the edible parts. Eaten straight off the cutting board, they are starchy and bitter. But once soaked in a lemon juice/water mixture for half hour then rinsed, they are leek-like, both in substance (thin with a slight crunch) and taste (delicate).

Common to Southeast Asian cuisine, the flower has many monikers: banana blossom, banana heart, and the unfortunate vazhai poo, to name but a few. Deep magenta in color, banana flowers hang like tear-drop-shaped pendants at the end of banana clusters and grow in tropical climates.

Becca Dilley / Heavy Table

While not a staple to American palates, they can be found year-round at most Asian or Indian grocery stores. In the Twin Cities, try Asian supermarket United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), where banana flowers cost $1.99 per pound. But call in advance, as they are not always in stock.

Choose flowers that are firm with tightly packed leaves. It’s always nice when they come wrapped in plastic, which keeps the outer leaves that vivid, freshly plucked purple hue, as well as pliant. If you don’t plan on using yours right away, be sure to wrap it well with plastic wrap or it’ll metamorphose into a sad, dingy, large-animal dropping overnight, like mine did.

Preparation for most recipes involves a simple yet tedious process to drain the bitter sap from between the bracts. A medium-sized bowl filled with water and a healthy squeeze of fresh lemon juice is kept nearby. Then two to three of the tough outer layers are removed, revealing pale pink leaves, which are tender and edible. The closer one peels to the heart, the whiter the bracts. Once peeled, the bracts must immediately be submerged in the lemon water or the torn side will oxidize, turning an innocuous, yet unappetizing sooty color. And there’s one more important precaution: the leaves are mightily attached to the stem base, so unless you have superhumanly strong hands, you’ll need to cut off a little bit of stem as you peel or your hands will be very sore by the time you strip the last leaf.

Beneath every layer lies an orderly row of lithe, yellow-tipped fronds. These are the little buds that eventually become bananas. I tried one, and it tasted bitter like a ripe banana peel, go figure. These smaller flowers are equally incorporated into dishes and discarded. This process of removing the leaves, then the smaller fronds is repeated until the leaves become too small to peel. At this point, just chop off whatever remains of the stem, and slice or dice the smaller leaves and small heart at the center. This method is used in the recipe for Vietnamese Banana Flower Salad below.

Banana flowers are high in vitamins A and C and have modest amounts of calcium and iron. And ladies, listen up, they have even been known to alleviate the pain from menstrual cramps, according to common natural remedy practice.

Banana flowers are commonly used as vegetables for cooking in countries such as Laos, India, Thailand, China, Burma, Philippines, Sri Lanka, and Vietnam, where the recipe below originates. If you’re looking for an easy introduction to this seductive bud and don’t mind fishy flavors, look no further than this savory, nutritious, cold salad. Twist a friend’s arm into being your sous-chef for the rest of the recipe while you prepare the banana flower, and you’ll both be munching on this fresh dish in no time.

Vietnamese Banana Flower Salad adapted from the original recipe on BigOven

Serves two as main dishes.

Kelly Hailstone / Heavy Table

1 tablespoon nuoc mam (fish sauce)
2 tablespoons lime juice
1 colher de sopa de açúcar
1 skinless boneless chicken breast, cooked and finely sliced
1 skinless boneless pork chop, cooked and finely sliced
1 ½ teaspoons dried red pepper flakes or 1 finely chopped chili
1 cup bean sprouts
1 big handful mint and basil, coarsely chopped
¼ cup chopped peanuts
2 tablespoons toasted sesame seeds
2 oranges, sliced into thin wedges, pith and skin removed
1 fresh banana flower
1 lemon (for water mixture)

Combine first eight ingredients in a large bowl. Prepare banana flower according to instructions above, discarding undeveloped baby bananas. As you peel, try to keep leaves as whole as possible. Reserve the lemon water in another medium-sized bowl. Once the leaves are rinsed, stack several on top of one another and slice them crosswise into thin strips. To keep the leaves from turning black, place immediately in the lemon water, turning occasionally. You will have a heaping double handful of sliced banana flower. Let the sliced flower soak in the lemon water for 30 minutes.

Rinse the flower in a colander under running water until the water runs clear. Drain the banana flower and toss it with other ingredients which have been marinating in the large bowl. Sprinkle with the peanuts, oranges, and sesame seeds.

Banana flowers also are available in preserved form and can be used in many recipes to reduce prep time. Soak the dried flowers in cold water for ten minutes and rinse.


Cooking With Banana Flower

Becca Dilley / Heavy Table

The banana flower, while striking, is one blossom more at home in woks and pans than in vases and centerpieces. With most buds weighing in at a pound or more, the petals, actually called “bracts,” are too densely wrapped to really blossom. But however brawny they may be for bouquets and the like, banana flowers have abundant uses in the kitchen, including soup, stir fries, meat and vegetable stews and salads. The inner petals, or bracts, are the edible parts. Eaten straight off the cutting board, they are starchy and bitter. But once soaked in a lemon juice/water mixture for half hour then rinsed, they are leek-like, both in substance (thin with a slight crunch) and taste (delicate).

Common to Southeast Asian cuisine, the flower has many monikers: banana blossom, banana heart, and the unfortunate vazhai poo, to name but a few. Deep magenta in color, banana flowers hang like tear-drop-shaped pendants at the end of banana clusters and grow in tropical climates.

Becca Dilley / Heavy Table

While not a staple to American palates, they can be found year-round at most Asian or Indian grocery stores. In the Twin Cities, try Asian supermarket United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), where banana flowers cost $1.99 per pound. But call in advance, as they are not always in stock.

Choose flowers that are firm with tightly packed leaves. It’s always nice when they come wrapped in plastic, which keeps the outer leaves that vivid, freshly plucked purple hue, as well as pliant. If you don’t plan on using yours right away, be sure to wrap it well with plastic wrap or it’ll metamorphose into a sad, dingy, large-animal dropping overnight, like mine did.

Preparation for most recipes involves a simple yet tedious process to drain the bitter sap from between the bracts. A medium-sized bowl filled with water and a healthy squeeze of fresh lemon juice is kept nearby. Then two to three of the tough outer layers are removed, revealing pale pink leaves, which are tender and edible. The closer one peels to the heart, the whiter the bracts. Once peeled, the bracts must immediately be submerged in the lemon water or the torn side will oxidize, turning an innocuous, yet unappetizing sooty color. And there’s one more important precaution: the leaves are mightily attached to the stem base, so unless you have superhumanly strong hands, you’ll need to cut off a little bit of stem as you peel or your hands will be very sore by the time you strip the last leaf.

Beneath every layer lies an orderly row of lithe, yellow-tipped fronds. These are the little buds that eventually become bananas. I tried one, and it tasted bitter like a ripe banana peel, go figure. These smaller flowers are equally incorporated into dishes and discarded. This process of removing the leaves, then the smaller fronds is repeated until the leaves become too small to peel. At this point, just chop off whatever remains of the stem, and slice or dice the smaller leaves and small heart at the center. This method is used in the recipe for Vietnamese Banana Flower Salad below.

Banana flowers are high in vitamins A and C and have modest amounts of calcium and iron. And ladies, listen up, they have even been known to alleviate the pain from menstrual cramps, according to common natural remedy practice.

Banana flowers are commonly used as vegetables for cooking in countries such as Laos, India, Thailand, China, Burma, Philippines, Sri Lanka, and Vietnam, where the recipe below originates. If you’re looking for an easy introduction to this seductive bud and don’t mind fishy flavors, look no further than this savory, nutritious, cold salad. Twist a friend’s arm into being your sous-chef for the rest of the recipe while you prepare the banana flower, and you’ll both be munching on this fresh dish in no time.

Vietnamese Banana Flower Salad adapted from the original recipe on BigOven

Serves two as main dishes.

Kelly Hailstone / Heavy Table

1 tablespoon nuoc mam (fish sauce)
2 tablespoons lime juice
1 colher de sopa de açúcar
1 skinless boneless chicken breast, cooked and finely sliced
1 skinless boneless pork chop, cooked and finely sliced
1 ½ teaspoons dried red pepper flakes or 1 finely chopped chili
1 cup bean sprouts
1 big handful mint and basil, coarsely chopped
¼ cup chopped peanuts
2 tablespoons toasted sesame seeds
2 oranges, sliced into thin wedges, pith and skin removed
1 fresh banana flower
1 lemon (for water mixture)

Combine first eight ingredients in a large bowl. Prepare banana flower according to instructions above, discarding undeveloped baby bananas. As you peel, try to keep leaves as whole as possible. Reserve the lemon water in another medium-sized bowl. Once the leaves are rinsed, stack several on top of one another and slice them crosswise into thin strips. To keep the leaves from turning black, place immediately in the lemon water, turning occasionally. You will have a heaping double handful of sliced banana flower. Let the sliced flower soak in the lemon water for 30 minutes.

Rinse the flower in a colander under running water until the water runs clear. Drain the banana flower and toss it with other ingredients which have been marinating in the large bowl. Sprinkle with the peanuts, oranges, and sesame seeds.

Banana flowers also are available in preserved form and can be used in many recipes to reduce prep time. Soak the dried flowers in cold water for ten minutes and rinse.


Cooking With Banana Flower

Becca Dilley / Heavy Table

The banana flower, while striking, is one blossom more at home in woks and pans than in vases and centerpieces. With most buds weighing in at a pound or more, the petals, actually called “bracts,” are too densely wrapped to really blossom. But however brawny they may be for bouquets and the like, banana flowers have abundant uses in the kitchen, including soup, stir fries, meat and vegetable stews and salads. The inner petals, or bracts, are the edible parts. Eaten straight off the cutting board, they are starchy and bitter. But once soaked in a lemon juice/water mixture for half hour then rinsed, they are leek-like, both in substance (thin with a slight crunch) and taste (delicate).

Common to Southeast Asian cuisine, the flower has many monikers: banana blossom, banana heart, and the unfortunate vazhai poo, to name but a few. Deep magenta in color, banana flowers hang like tear-drop-shaped pendants at the end of banana clusters and grow in tropical climates.

Becca Dilley / Heavy Table

While not a staple to American palates, they can be found year-round at most Asian or Indian grocery stores. In the Twin Cities, try Asian supermarket United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), where banana flowers cost $1.99 per pound. But call in advance, as they are not always in stock.

Choose flowers that are firm with tightly packed leaves. It’s always nice when they come wrapped in plastic, which keeps the outer leaves that vivid, freshly plucked purple hue, as well as pliant. If you don’t plan on using yours right away, be sure to wrap it well with plastic wrap or it’ll metamorphose into a sad, dingy, large-animal dropping overnight, like mine did.

Preparation for most recipes involves a simple yet tedious process to drain the bitter sap from between the bracts. A medium-sized bowl filled with water and a healthy squeeze of fresh lemon juice is kept nearby. Then two to three of the tough outer layers are removed, revealing pale pink leaves, which are tender and edible. The closer one peels to the heart, the whiter the bracts. Once peeled, the bracts must immediately be submerged in the lemon water or the torn side will oxidize, turning an innocuous, yet unappetizing sooty color. And there’s one more important precaution: the leaves are mightily attached to the stem base, so unless you have superhumanly strong hands, you’ll need to cut off a little bit of stem as you peel or your hands will be very sore by the time you strip the last leaf.

Beneath every layer lies an orderly row of lithe, yellow-tipped fronds. These are the little buds that eventually become bananas. I tried one, and it tasted bitter like a ripe banana peel, go figure. These smaller flowers are equally incorporated into dishes and discarded. This process of removing the leaves, then the smaller fronds is repeated until the leaves become too small to peel. At this point, just chop off whatever remains of the stem, and slice or dice the smaller leaves and small heart at the center. This method is used in the recipe for Vietnamese Banana Flower Salad below.

Banana flowers are high in vitamins A and C and have modest amounts of calcium and iron. And ladies, listen up, they have even been known to alleviate the pain from menstrual cramps, according to common natural remedy practice.

Banana flowers are commonly used as vegetables for cooking in countries such as Laos, India, Thailand, China, Burma, Philippines, Sri Lanka, and Vietnam, where the recipe below originates. If you’re looking for an easy introduction to this seductive bud and don’t mind fishy flavors, look no further than this savory, nutritious, cold salad. Twist a friend’s arm into being your sous-chef for the rest of the recipe while you prepare the banana flower, and you’ll both be munching on this fresh dish in no time.

Vietnamese Banana Flower Salad adapted from the original recipe on BigOven

Serves two as main dishes.

Kelly Hailstone / Heavy Table

1 tablespoon nuoc mam (fish sauce)
2 tablespoons lime juice
1 colher de sopa de açúcar
1 skinless boneless chicken breast, cooked and finely sliced
1 skinless boneless pork chop, cooked and finely sliced
1 ½ teaspoons dried red pepper flakes or 1 finely chopped chili
1 cup bean sprouts
1 big handful mint and basil, coarsely chopped
¼ cup chopped peanuts
2 tablespoons toasted sesame seeds
2 oranges, sliced into thin wedges, pith and skin removed
1 fresh banana flower
1 lemon (for water mixture)

Combine first eight ingredients in a large bowl. Prepare banana flower according to instructions above, discarding undeveloped baby bananas. As you peel, try to keep leaves as whole as possible. Reserve the lemon water in another medium-sized bowl. Once the leaves are rinsed, stack several on top of one another and slice them crosswise into thin strips. To keep the leaves from turning black, place immediately in the lemon water, turning occasionally. You will have a heaping double handful of sliced banana flower. Let the sliced flower soak in the lemon water for 30 minutes.

Rinse the flower in a colander under running water until the water runs clear. Drain the banana flower and toss it with other ingredients which have been marinating in the large bowl. Sprinkle with the peanuts, oranges, and sesame seeds.

Banana flowers also are available in preserved form and can be used in many recipes to reduce prep time. Soak the dried flowers in cold water for ten minutes and rinse.


Cooking With Banana Flower

Becca Dilley / Heavy Table

The banana flower, while striking, is one blossom more at home in woks and pans than in vases and centerpieces. With most buds weighing in at a pound or more, the petals, actually called “bracts,” are too densely wrapped to really blossom. But however brawny they may be for bouquets and the like, banana flowers have abundant uses in the kitchen, including soup, stir fries, meat and vegetable stews and salads. The inner petals, or bracts, are the edible parts. Eaten straight off the cutting board, they are starchy and bitter. But once soaked in a lemon juice/water mixture for half hour then rinsed, they are leek-like, both in substance (thin with a slight crunch) and taste (delicate).

Common to Southeast Asian cuisine, the flower has many monikers: banana blossom, banana heart, and the unfortunate vazhai poo, to name but a few. Deep magenta in color, banana flowers hang like tear-drop-shaped pendants at the end of banana clusters and grow in tropical climates.

Becca Dilley / Heavy Table

While not a staple to American palates, they can be found year-round at most Asian or Indian grocery stores. In the Twin Cities, try Asian supermarket United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), where banana flowers cost $1.99 per pound. But call in advance, as they are not always in stock.

Choose flowers that are firm with tightly packed leaves. It’s always nice when they come wrapped in plastic, which keeps the outer leaves that vivid, freshly plucked purple hue, as well as pliant. If you don’t plan on using yours right away, be sure to wrap it well with plastic wrap or it’ll metamorphose into a sad, dingy, large-animal dropping overnight, like mine did.

Preparation for most recipes involves a simple yet tedious process to drain the bitter sap from between the bracts. A medium-sized bowl filled with water and a healthy squeeze of fresh lemon juice is kept nearby. Then two to three of the tough outer layers are removed, revealing pale pink leaves, which are tender and edible. The closer one peels to the heart, the whiter the bracts. Once peeled, the bracts must immediately be submerged in the lemon water or the torn side will oxidize, turning an innocuous, yet unappetizing sooty color. And there’s one more important precaution: the leaves are mightily attached to the stem base, so unless you have superhumanly strong hands, you’ll need to cut off a little bit of stem as you peel or your hands will be very sore by the time you strip the last leaf.

Beneath every layer lies an orderly row of lithe, yellow-tipped fronds. These are the little buds that eventually become bananas. I tried one, and it tasted bitter like a ripe banana peel, go figure. These smaller flowers are equally incorporated into dishes and discarded. This process of removing the leaves, then the smaller fronds is repeated until the leaves become too small to peel. At this point, just chop off whatever remains of the stem, and slice or dice the smaller leaves and small heart at the center. This method is used in the recipe for Vietnamese Banana Flower Salad below.

Banana flowers are high in vitamins A and C and have modest amounts of calcium and iron. And ladies, listen up, they have even been known to alleviate the pain from menstrual cramps, according to common natural remedy practice.

Banana flowers are commonly used as vegetables for cooking in countries such as Laos, India, Thailand, China, Burma, Philippines, Sri Lanka, and Vietnam, where the recipe below originates. If you’re looking for an easy introduction to this seductive bud and don’t mind fishy flavors, look no further than this savory, nutritious, cold salad. Twist a friend’s arm into being your sous-chef for the rest of the recipe while you prepare the banana flower, and you’ll both be munching on this fresh dish in no time.

Vietnamese Banana Flower Salad adapted from the original recipe on BigOven

Serves two as main dishes.

Kelly Hailstone / Heavy Table

1 tablespoon nuoc mam (fish sauce)
2 tablespoons lime juice
1 colher de sopa de açúcar
1 skinless boneless chicken breast, cooked and finely sliced
1 skinless boneless pork chop, cooked and finely sliced
1 ½ teaspoons dried red pepper flakes or 1 finely chopped chili
1 cup bean sprouts
1 big handful mint and basil, coarsely chopped
¼ cup chopped peanuts
2 tablespoons toasted sesame seeds
2 oranges, sliced into thin wedges, pith and skin removed
1 fresh banana flower
1 lemon (for water mixture)

Combine first eight ingredients in a large bowl. Prepare banana flower according to instructions above, discarding undeveloped baby bananas. As you peel, try to keep leaves as whole as possible. Reserve the lemon water in another medium-sized bowl. Once the leaves are rinsed, stack several on top of one another and slice them crosswise into thin strips. To keep the leaves from turning black, place immediately in the lemon water, turning occasionally. You will have a heaping double handful of sliced banana flower. Let the sliced flower soak in the lemon water for 30 minutes.

Rinse the flower in a colander under running water until the water runs clear. Drain the banana flower and toss it with other ingredients which have been marinating in the large bowl. Sprinkle with the peanuts, oranges, and sesame seeds.

Banana flowers also are available in preserved form and can be used in many recipes to reduce prep time. Soak the dried flowers in cold water for ten minutes and rinse.


Cooking With Banana Flower

Becca Dilley / Heavy Table

The banana flower, while striking, is one blossom more at home in woks and pans than in vases and centerpieces. With most buds weighing in at a pound or more, the petals, actually called “bracts,” are too densely wrapped to really blossom. But however brawny they may be for bouquets and the like, banana flowers have abundant uses in the kitchen, including soup, stir fries, meat and vegetable stews and salads. The inner petals, or bracts, are the edible parts. Eaten straight off the cutting board, they are starchy and bitter. But once soaked in a lemon juice/water mixture for half hour then rinsed, they are leek-like, both in substance (thin with a slight crunch) and taste (delicate).

Common to Southeast Asian cuisine, the flower has many monikers: banana blossom, banana heart, and the unfortunate vazhai poo, to name but a few. Deep magenta in color, banana flowers hang like tear-drop-shaped pendants at the end of banana clusters and grow in tropical climates.

Becca Dilley / Heavy Table

While not a staple to American palates, they can be found year-round at most Asian or Indian grocery stores. In the Twin Cities, try Asian supermarket United Noodles (2015 E. 24th St., Minneapolis), where banana flowers cost $1.99 per pound. But call in advance, as they are not always in stock.

Choose flowers that are firm with tightly packed leaves. It’s always nice when they come wrapped in plastic, which keeps the outer leaves that vivid, freshly plucked purple hue, as well as pliant. If you don’t plan on using yours right away, be sure to wrap it well with plastic wrap or it’ll metamorphose into a sad, dingy, large-animal dropping overnight, like mine did.

Preparation for most recipes involves a simple yet tedious process to drain the bitter sap from between the bracts. A medium-sized bowl filled with water and a healthy squeeze of fresh lemon juice is kept nearby. Then two to three of the tough outer layers are removed, revealing pale pink leaves, which are tender and edible. The closer one peels to the heart, the whiter the bracts. Once peeled, the bracts must immediately be submerged in the lemon water or the torn side will oxidize, turning an innocuous, yet unappetizing sooty color. And there’s one more important precaution: the leaves are mightily attached to the stem base, so unless you have superhumanly strong hands, you’ll need to cut off a little bit of stem as you peel or your hands will be very sore by the time you strip the last leaf.

Beneath every layer lies an orderly row of lithe, yellow-tipped fronds. These are the little buds that eventually become bananas. I tried one, and it tasted bitter like a ripe banana peel, go figure. These smaller flowers are equally incorporated into dishes and discarded. This process of removing the leaves, then the smaller fronds is repeated until the leaves become too small to peel. At this point, just chop off whatever remains of the stem, and slice or dice the smaller leaves and small heart at the center. This method is used in the recipe for Vietnamese Banana Flower Salad below.

Banana flowers are high in vitamins A and C and have modest amounts of calcium and iron. And ladies, listen up, they have even been known to alleviate the pain from menstrual cramps, according to common natural remedy practice.

Banana flowers are commonly used as vegetables for cooking in countries such as Laos, India, Thailand, China, Burma, Philippines, Sri Lanka, and Vietnam, where the recipe below originates. If you’re looking for an easy introduction to this seductive bud and don’t mind fishy flavors, look no further than this savory, nutritious, cold salad. Twist a friend’s arm into being your sous-chef for the rest of the recipe while you prepare the banana flower, and you’ll both be munching on this fresh dish in no time.

Vietnamese Banana Flower Salad adapted from the original recipe on BigOven

Serves two as main dishes.

Kelly Hailstone / Heavy Table

1 tablespoon nuoc mam (fish sauce)
2 tablespoons lime juice
1 colher de sopa de açúcar
1 skinless boneless chicken breast, cooked and finely sliced
1 skinless boneless pork chop, cooked and finely sliced
1 ½ teaspoons dried red pepper flakes or 1 finely chopped chili
1 cup bean sprouts
1 big handful mint and basil, coarsely chopped
¼ cup chopped peanuts
2 tablespoons toasted sesame seeds
2 oranges, sliced into thin wedges, pith and skin removed
1 fresh banana flower
1 lemon (for water mixture)

Combine first eight ingredients in a large bowl. Prepare banana flower according to instructions above, discarding undeveloped baby bananas. As you peel, try to keep leaves as whole as possible. Reserve the lemon water in another medium-sized bowl. Once the leaves are rinsed, stack several on top of one another and slice them crosswise into thin strips. To keep the leaves from turning black, place immediately in the lemon water, turning occasionally. You will have a heaping double handful of sliced banana flower. Let the sliced flower soak in the lemon water for 30 minutes.

Rinse the flower in a colander under running water until the water runs clear. Drain the banana flower and toss it with other ingredients which have been marinating in the large bowl. Sprinkle with the peanuts, oranges, and sesame seeds.

Banana flowers also are available in preserved form and can be used in many recipes to reduce prep time. Soak the dried flowers in cold water for ten minutes and rinse.


Assista o vídeo: Wyszła Za Mąż Za Niepełnosprawnego, A Na Ślubie Czekała Ją Niespodzianka (Janeiro 2022).